420ex ou 550ex?

Pretendo comprar um flash para a Canon 300D e estou na dúvida entre o 420ex ou 550ex. Sou um fotógrafo amador (e também um pouco exigente) e utilizo a câmera principalmente em eventos socias. Pelo que tenho lido neste e em outros fóruns, o 420ex não faz FEC, enquanto o outro faz. Porém, instalando o firmware russo, é possível fazer FEC através da câmera.

Minhas dúvidas:

  1. Existe alguma diferença entre fazer FEC no flash ou no corpo da câmera (com o firmware russo)?
  2. Além da maior potência, existe algum recurso disponível apenas no 550ex que justifique pagar 70% mais caro?
  3. Qual modelo tem melhor relação custo/benefício?

Obrigado.

eu nao compraria o 420, a nao ser que so tivesse dinheiro para ele!

pois pelo que eu saiba ele nao tem regulagens manuais. so opera no automatico e muitas vezes, principelmente em eventos sociais tipo casamento, onde tem uma noiva vestida de branco e o noive de preto, da erro, subexpondo ou superexpondo a foto!

alem de varias opcoes q o 550 tem a mais, como contoles manuais, maior potencia (isso é importante para rebater o flahs no teto), reciclagem mais rapida, aceita bateria externa (eu nao tenho certez mais acho que o 420 nao aceita), ele ainda controla outros flash fora da maquina.

dependendo da sua exigengia vai ser o flash melhor pra vc!

acho que o melhor custo/beneficio fica com o 420, mas se eu fosse escolher um deles, eu pegaria o 550!

tudo depende do uso! do tipo de foto q vc vai fazer! o 420 resolve a maioria dos casos!

550EX sem dúvida nenhuma.
Nunca compre flashs sem controles manuais.
:slight_smile:

Quanto aos problemas relatados pelo Jean Paulo em eventos socias, utilizar o Flash Exposure Lock (mirando para a pele do noivo/noiva) não resolve o problema de sub/super exposição?

Quanto aos controles manuais do 550EX, quais são os mais importantes e para que servem?

Eu não encontrei os manuais desses flashes na net. Na página da Canon podemos ver as principais características dos dois modelos:

420EX
Maximum Guide Number 138 at 105mm setting; G.N. 101 at 35mm setting.
Approximately 1/2-stop less powerful than 550EX.
E-TTL features include high-speed FP sync mode, and FE Lock.

550EX
Maximum GN 55/180, ISO 100 m/ ft.).
Supports Wireless Flash with EOS-3 and Speedlite Transmitter ST-E2.
Supports E-TTL, FEL and FP flash (High-Speed Sync) with selected EOS cameras.
Flash exposure compensation, flash exposure confirmation, flash exposure bracketing, second-curtain sync, variable-power manual flash, stroboscopic flash and more.

O recurso manual mais importante é o fato de operar no manual :slight_smile: O 420 é full auto.
Existem fotos que vc só consegue fazer no manual, portanto é uma enorme vantagem operar no manual.

Com relação a sub exposição existem diversas formas, esta que vc citou é uma delas, a outra é compensar exposição do flash, porém a 300D não tem esta função (na minha opinião a única que realmente faz falta das que ela não tem).

Desculpe a ignorância, mas o que significa operar no manual? Quais são as escolhas possíveis? Potência do flash, duração da luz, ângulo de cobertura ou o que? Fiquei na mesma… <_<

Com relação à compensação de exposição do flash, realmente nem o 420EX nem a 300D possuem essa função. Entretanto, instalando-se o firmware russo na 300D, essa função fica disponível e, até onde eu sei, funciona adequadamente.

Alguns trabalham na máxima potência quando no manual.
O flash no manual desativa o modo TTL (que é totalmente controlado pela câmera) e permite que vc controle os níveis de exposição e enximento do flash variando a abertura e em alguns casos de flashs mais sofisticados como o 550EX a carga do flash.

Ok, Leonardo, estou começando a entender… :slight_smile:

O controle dos níveis de exposição e da carga do flash não podem ser indiretamente ajustados pelo FEC?

E por que eu iria ajustar a abertura do flash com um valor incompatível com a distância focal da objetiva?

Pelo que eu entendi, parece que você usa o flash quase sempre no modo manual, estou certo? Gostaria de saber como se faz as regulagens, mas não encontrei nenhum tópico aqui no fórum…

Na verdade eu uso o flash no TTL quando quero praticidade e no manual quando quero controle, eu posso ajustar o flash para potências e aberturas diferentes de acordo com a foto que eu pretendo fazer.
Se eu preciso de uma foto com um leve enchimento por exemplo eu provavelmente terei que controlar a potência do flash e a abertura para obter o resultado esperado, pois a câmera provavelmente não fará isso sozinha, ela tenderá a fazer a exposição totalmente baseada no flash e desta forma a luz ficaria artificial.
Da mesma forma se vc quer destacar um objetivo no fundo é interessante sobrevalorizar a luz artificial, então pode ser interessante fazer um ajuste que proporcione um resultado menos natural do que o oferecido pelo modo automático.

dicas de como usar o flash no manual
http://www.ofoco.natalrn.net/Profenio7.htm
http://www.brasilmergulho.com/port/foto_sub/artigos/2004/001.shtml

Uso uma Canon G5 com o flash 420EX, e consigo controlar a potencia através dos controles da câmera até +2 e -2, (mais e menos potencia).

marques vc não controla a potência. Neste caso está controlando apenas a exposição.

Controlando a exposição você não está controlando indiretamente a potência?

Não, vc está controlando a abertura do difragma, deixando a foto mais ou menos escura.
O objetivo do flash manual é conseguir uma foto na exposição correta, porém com aberturas diferentes, pois a simples variação da compensação de exposição vai variar a abertura mas não a potência do flash, deixando a imagem mais escura ou mais clara. :wink:

E se eu colocar a câmera no modo prioridade de abertura e forçar uma determinada abertura? O que vai fazer o FEC?

Ai vai variar de câmera para câmera, tem câmera que possui controle do tempo de disparo do flash, enquanto existem câmeras que não tem este controle e vão modificar a abertura independente de vc estar usando prioridade de abertura. Tudo vai depender da câmera e do flash. infelizmente não conheço os métodos usados por todas.

Leonardo,

Pesquisando na net, encontrei este artigo que explica de forma bem detalhada como funciona o sistema de flash nas Canons EOS.

No caso dessas câmeras, o artigo confirma o que você disse: o FEC vai controlar a duração do flash (ou seja, a quantidade total de luz emitida) e não a sua potência. Deu de entender que o flash (no modo automático) vai disparar na potência máxima, porém com duração controlada. No fundo, dá no mesmo. O que muda é o cálculo da exposição (abertura e velocidade) na câmera, que depende do modo selecionado (P, Av, Tv ou M). Isso o artigo explica muito bem aqui.

Ficou claro que, para fazer fotos com boa exposição do fundo, nunca se deve colocar a câmera no modo P. Se tiver pouca luz ambiente, o fundo ficará escuro.

Minha dúvida é a seguinte: para fotos sociais (onde é legal aparecer o fundo), o que fazer?
(1) Usar modo Tv e escolher uma velocidade mais lenta e flash no auto?
(2) Modo M e flash no auto?
(3) Tudo manual, inclusive o flash?
(4) ???

Qual a sua experiência nesse tipo de foto? E os demais fotógrafos, o que acham?

Quando eu fotografo em ambientes escuros eu opto pela velocidade em 1/30 (pois quem congela a imagem neste caso é o próprio flash).

Vc tbm pode optar por ISO mais alto (mesmo em 1/60) o que te daria uma maior exposição do fundo tbm.
Normalmente uso o flash no automático, só passo para manual quando quero um controle maior da cena.

Fiquei sabendo que o 550EX possui um modo rápido de disparo. Desta forma, é possível fazer uma seqüência de fotos com o flash. Alguém sabe como funciona isso?

Parece que o 420EX não tem essa função. Ou seja, ao disparar o flash, temos que esperar que ele se recarregue totalmente para fazer um novo disparo. Alguém sabe se esta informação procede? Quanto tempo temos que esperar?

Se isso for verdade, esse é mais um bom motivo para ficar com o 550EX…

O meu 550EX fazia sequencias de fotos sim chegava a fazer de 5 a 9 imagens seguidas, o 420EX eu não sei se faz ou não.