A melhor prosumer atual

Na SUA opinião qual é a melhor câmera digital prosumer atualmente e por quê?

Abraços

Eu tenho lido elogios sobre a Panasonic LUMIX FZ5 e Fuji S9000. Alguém tem opiniões sobre as outras marcas?
E a Canon Pro 1? Está no páreo ou já está ultrapassada em relação às concorrentes?

Eu ficaria entre a Olympus C-8080 ou a (mais provavelmente) Fuji S9000

Bom, a FZ5 não é prosumer - ao menos não no conceito - embora na minha opinião ela forneça imagens melhores já do que uma Nikon 5700, umas das prosumers clássicas.

Se considerar a FZ30 como prosumer e não ultrazoom, diria fácil ela.

Acho a Pro 1 interessante, se 200mm foram suficientes como tele.

S9000? 13 segundos para gravar um raw? Jpeg imprestável acima de ISO 200 devido a um tratamento fortíssimo? Mais aberração que uma F828? R$3000? Comédia essa câmera.

As melhores são a Olympus 8080, a Nikon 8700, a Sony RD-1. Pelo menos é o que me parece.

As duas primeiras pela qualidade ótica.

A segunda pelo tamanho do sensor e sua resolução.

Gustavo seu preconceito contra a S9000 é incrível, acho que chega a deixá-lo praticamente cego, para que todo esse ódio, a câmera é fantástica, a melhor da categoria disparado, a Fuji custa a acertar, quando acerta aparece todo esse ódio no coração das pessoas. :wink:
A S9000 tem ISO 400 do nível do ISO 200 da FZ-30 tanto em nitidez como ruído, não existe nada de forte tratamento ali não, a coisa é tão boa que vira o jogo, fazendo com que, mesmo com uma lente pior, ela seja mais nítida do que a FZ-30, o ISO 800 dela tbm tem tanta nitidez e tanto ruído quanto o 400 da FZ 30, isso tudo mesmo em RAW.
O único ISO imprestável dela é o 1600, que ai sim possui uma perda absurda e um tratamento totalmente comprometedor, mas no restante eu afirmo sem medo nenhum de errar, NÃO EXISTE PROSSUMER COM UM SENSOR E UM TRATAMENTO DE IMAGEM TÃO BOM QUANTO O DA S9000, a única que coloco fora desse páreo é a Sony R1 que tem sensor APS.
13s para gravar um RAW é um preço até barato pelo nível dos RAW oferecidos pela câmera.
A algum tempo discutimos isso e tinham testes, inclusive com amostras em:

:wink:

Eu não faria essa pergunta hoje não… Estão pra sair os novos modelos. Das atuais, só consideraria Fuji S9000 e Panasonic FZ30 (que é uma UZ, mas não fica devendo nada pras demais). Em todo caso, das “antigas” a Olympus C-8080 parece fantástica, e a Minolta A200 também.

:whistling: :whistling: :whistling: :whistling: :whistling: :whistling: :whistling: :whistling: :whistling:

Concordo, com o Ivan, esqueci da Sony R1, mas o preço dela é salgado.

VAle colocar câmeras da leica no páleo?
Bem, eu sou mais as antias 8080 da olympus e a A200 da Minolta… fantásticas…
Para se pagar quase que o preço de uma DSLR tem que ter alguma vantagem significativa… então, eu fico com a A200 por gravar vídeo em 800x600 e ter um foco super rápido.

Abraços,

Renato

Concordo, com o Ivan, esqueci da Sony R1, mas o preço dela é salgado.
Por isso que eu coloquei ela fora do páreo, não tive contato com ela ainda, mas o pouco que tenho visto ela parece fantástica. O problema é que o preço dela é o dobro das outras. :/ Por isso citei ela como uma categoria a parte. ;)

No fundo, Leo, a R1 inaugura uma nova categoria

No fundo, Leo, a R1 inaugura uma nova categoria
Sem dúvida, são Prossumers de nível mais alto. :) Na verdade ela dá vida a uma categoria que já existiu, que foi fundada pela Olympus a alguns anos pela E-10 e E-20. :)
que foi fundada pela Olympus a alguns anos pela E-10 e E-20.

É mesmo…

Resta saber quando e se os consumidores de DSLRs de entrada com lentes medíocres vão se convencer que esta é uma opção melhor…

Acho que o destino deste sensor é a próxima geração de DSLRs de entrada.

Ivan

Ivan, não tirando o mérito do super ccd e de uma câmera muito bem construida, mas fica a pergunta: lente mais mediocre que a usada na S9000? Forte CA em qualquer situação média de constraste - não extrema - apenas média, purple e flare, distorção acima da média? Nitidez ela tem, mas é cheia de defeitos ópticos. Vejo muita gente falando isso, mas uma coisa que vou descobrir logo logo com a chegada da D50 (que de início só terá uma lente de entrada enquanto aguardo as outras) é se ela será inferior por exemplo a minha FZ5, pq se for igual a uma prosumer com a lente mais tosca possível, então pelo mesmo valor vc tem uma DSLR, onde o argumento do tamanho não é mais válido, uma S9000 e uma D50 são quase iguais, o preço é praticamente idêntico, a diferença? A diferença é que digamos ao longo da vida e sem pressa posso ir fazendo um conjunto óptico high-end, já desde a saída possuindo um resultado óptico semelhante, mas passível de evolução, mas principalmente como conversamos outro dia, tendo acesso a uma nova linguagem fotográfica no que diz respeito às cores e a latitude, além dos recursos e velocidade de uma DSLR.

Está errado o raciocínio?

Abraços.

Não Gustavo, seu raciocínio não está errado! Só pelo fato de vc ter a possibilidade de trocar lentes, mesmo que sejam lentes de entrada ou baratas ou usadas, já vale muito vc ter uma dslr do que a melhor prosumer! Ainda mais qdo os preços são próximos.
E digo mais… nem a R1 valeria mais pra mim do que uma dslr.

Meu Deus, tinha escrito vácilo ao invés de válido, preça ao invés de pressa, preciso parar de falar com minha prima na Internet, judiaria!

Ivan, não tirando o mérito do super ccd e de uma câmera muito bem construida, mas fica a pergunta: lente mais mediocre que a usada na S9000? Forte CA em qualquer situação média de constraste - não extrema - apenas média, purple e flare, distorção acima da média? Nitidez ela tem, mas é cheia de defeitos ópticos. Vejo muita gente falando isso, mas uma coisa que vou descobrir logo logo com a chegada da D50 (que de início só terá uma lente de entrada enquanto aguardo as outras) é se ela será inferior por exemplo a minha FZ5, pq se for igual a uma prosumer com a lente mais tosca possível, então pelo mesmo valor vc tem uma DSLR, onde o argumento do tamanho não é mais válido, uma S9000 e uma D50 são quase iguais, o preço é praticamente idêntico, a diferença? A diferença é que digamos ao longo da vida e sem pressa posso ir fazendo um conjunto óptico high-end, já desde a saída possuindo um resultado óptico semelhante, mas passível de evolução, mas principalmente como conversamos outro dia, tendo acesso a uma nova linguagem fotográfica no que diz respeito às cores e a latitude, além dos recursos e velocidade de uma DSLR.

Está errado o raciocínio?

Abraços.


Sim e não.

É complicado comparar coisas diferentes, pois… são diferentes.

Eu nunca gostei do compromisso ótiico da S9000. Nunca gostei mesmo. Acho que é quase uma imprudência fazer um zoom tão longo -que aliás é também a opção da Panasonic. Um amigo meu que conhece ótica profundamente me disse o seguinte: “Ivan, as lente svariáveis têm dois comprimentos focais referência ao longo do renge, o resto é o que der em termos de resultado”.

Mas, como produto e se a pessoa tiver a habilidade de fugir das situações onde a distorção cromática aparece, então é um produto muito interessante. Você se lembra daquela foto que lhe mandei? Bem, ela foi feita com um CCD de 6mp Fuji. Uma s9000 faz fotos muito maiores sem pestanejar.

Como já disse a voc~e, depois que comprei a 300d não voltaria atrás. É mais fácil conseguir cópias de 30X45 e a linguagem é mais parecida com aquela que sempre pretiquei com filme. Isso unificou minha fotografia e além disso com as lentes mecânicas estou fotografando igualzinho com filme, regulando tudo na lente, na escala de DOF, no ponteiro do fotômetro. Mas uma prosumer como essa em várias ocasiões produzirá fotos melhores que as da 300d e da d50, mormente fotos de estúdio com luz controlada. Em alguns aspectos a s7000 era uma cãmera melhor que a 300d, embora no geral a 300d dê melhores opções.

Ótica high-end não é fa´cil comprar. Ótica high-end custa nova o preço da câmera pelo menos, aliás, o dobro do preço da câmera para começar. Por isso minha opção pelas lentes mecâncias, pois posso ter lentes de excelente qualidade por um preço muito baixo.

É o caso da 20mm F3.5 Nikkor que estou olhando, grande angular com qualidade excepcional, mas só abrindo mão do AF, ainda assim o vendedor quer em torno de R$500. Isso é um jogo de paciência, minha idéia é ter uma wide zoom e uma tele zoom, para o ‘feijão com arroz’, e umas duas mecânicas para quando a situação pedir ignorância.

  • Uma lente que me interessa muito pelo range e versatilidade é essa nova 18-200 VR, deixaria a D50 com o range da S9000, sem os defeitos dela, mas serão U$750.

Tem a Sansung PRO815, que foi classificada como OURO pela DIWA.
http://www.diwa-awards.com/awards

Estou usando a C8080 a 8 meses e tudo que eu li sobre ela está bem correto, tanto as qualidades como tb as deficências.

Quallidades:

  • lente ED 28/140mm (2.4/3.5)
  • corpo todo em magnésio
  • Início imediáto
  • Flash
  • bateria com bastante autonomia
  • LCD inclinável
  • Histograma direto

Deficiências:

  • Foco lento
  • ISO limitado (50 a 400)
  • Gravação RAW extremamente lenta
  • Zoom limitado
  • não tem nenhum sistema para reduzir vibrações

Se eu fosse comprar hoje uma prossumer …compraria uma DSLR :laughing: