"Blog" da minha viagem à Europa (Alemanha, Bélgica e República Checa)

Pode ser que ninguém se interesse mas, mesmo assim, vou postar aqui fotos e experiências de como foi ter viajado para a Europa durante os dias 12 à 25/10. Já tinha ido algumas vezes à trabalho mas fazia anos que não viajava para lá. Alguns dos lugares eu já conhecia, outros não.
Também foi legar poder ir na Europa depois de estar morando nos EUA há mais de 2 anos. Dessa forma acho que dá para ter uma comparação mais justa.

DISCLAIMER: Todas as fotos postadas aqui foram tiradas com o meu celular que eu tinha pego 3 dias antes (iPhone XR → queria o 11 mas a empresa ainda não tinha disponibilizado-o).

Vou escrevendo em pedaços aqui para caso alguém queira citar o mencionar um pedaço específico da viagem.

Minha partida saiu do aeroporto de Greensboro (fica a 15 minha casa) com destino a Newark (EWR). Eu tinha a opção de voar por IAD também mas queria conhecer o aeroporto de Newark. Voei de United porque a minha empresa exige que os tickets sejam de AA, Delta ou United.
A experiência nesse aeroporto foi só Ok. Me lembrou um pouco o terminal 2 de GRU e o Aeroporto de Frankfurt. Tudo meio com cara de velho e bem cheio. Porém tudo foi funcional.

Tirando o fato de que eu esqueci de levar blusa comigo durante o voo e os aviões da United tem o Ar Condicionado ajustado no “Polar 2”, eu consegui dormir incríveis 4 h (o que é um recorde para mim). O tempo acordado eu me dediquei para assistir metade de Chernobyl (espetacular).

O meu destino final era a cidade de Dinskesbuhl que fica no meio do caminho entre Frankfurt e Munique. Escolhi Munique por 2 razões óbvias: conhecer essa cidade que eu não conhecia ainda e adquirir mais um Aeroporto na minha lista de visitados.
O tempo estava lindo na chegada.

O aeroporto é espetacular. Acho que o melhor dos que já estive (acho que rivaliza com Atlanta). Levaram menos de 30 min da hora que eu saí de dentro do avião até estar com meu passaporte carimbado e as malas na mão.

Ainda, antes de sair do aeroporto para o saguão principal na área externa, você depara com a marca de veículos com sede na capital da Baviera.

Na saída do pátio externo do aeroporto já tem uma baita de uma cervejaria a céu aberto. Como era 7 da manhã, tudo ainda estava fechado.

Decidi então ir até a região de Marieplatz para dar uma volta a pé. Fui de carro e felizmente no domingo não precisei me preocupar em pagar estacionamento. A cidade consegue unir um ar de modernidade à cara de velha e tradicional Europa.

A praça do marco zero de Munique é bem legal. Tem igrejas, sede antiga e nova do governo e a estátua de Maria banhada à ouro que está no marco zero da cidade.

Essa é uma das “saídas/entradas” dessa praça. Como toda cidade antiga da era pré Rev. Industrial, eram nessas praças/áreas que tudo acontecia.

Agora algumas fotos de algumas coisas ali por perto (menos de 10 min de caminhada do marco zero).

Dizem que passar a mão no fucinho desse javali traz sorte…

Catedral de Munique - cheguei uns 20 min antes de uma missa começar. Tinha coral ensaiando com aqueles órgãos de tubo… muito bonito.

O legal dessas igrejas centenárias da Europa é que sempre tem alguém importante enterrado nelas ou tem obras que demonstram poder de alguma dinastia ou da própria igreja católica.

Depois disso resolvi ir embora após 1h e meia de passeio a pé no centro. Ainda tinha que dirigir mais umas 2 horas e o dia seguinte era de trabalho duro. Tirei foto mas não acabei fazendo upload do Allianz Arena de Munique que fica do lado da estrada que andei pegando rumo ao norte.

Eu dirigi muito nesses dias. Queria muito ter pego um carro mais “premium” para curtir a viagem mas acabaram me dando um Ford Mondeo Station Wagon. Depois vou postar aqui só sobre carros e as diferenças que encontrei ao longo da Europa e vs Brasil vs EUA.

Eu, que já estou acostumado com as cores do outono aqui na costa leste dos EUA, fiquei impressionado com a beleza visual durante as estradas no sul da Alemanha. É sem palavras a mistura de bosques coloridos com cidades antigas e estruturas medievais e as fazendas todas bonitas e coloridas. Vi várias fazendas com campos de flores violetas/lilás. Seria alfazema? Não sei.

Essa foto foi tirada já na cidade de Dinkesbuhl mas resume bem o que se vê nessa região do país.

Infelizmente a maioria das estradas e estradinhas não tinham acostamento ou lugar para parar então, a maioria das imagens, estão nas minhas memórias.

Essa foi tirada de dentro do carro. Já é na Rota Romântica (Rota Romântica Alemanha: guia completo com dicas essenciais).

A cidade que eu fiquei hospedado foi Dinskesbuhl que é uma cidade medieval cujo centro histórico é todo cercado por muralhas com 4 portões de entrada. São ruas estreitas, de paralelepípedo e com difícil mobilidade de carro. Meu hotel era bem no centro mas nesse domingo todo o centro histórico estava fechado para acesso a carro pois estava com feira e eventos para turistas. Precisei andar 15 min com minha mala até o hotel :doh: :doh:
A cidade é vibrante, mesmo pequena, cheia de vida e movimento. Mesmo na segunda-feira cedo, o pessoal fica até tarde nos bares e restaurantes conversando. Ainda não estava tão frio. Eu acho que estava na faixa de 10 a 20 graus nesses dias.

Acabei almoçando em um restaurante que é a melhor cervejaria da cidade (acabei indo sem querer e sem saber). Depois, virou meu lugar favorito para comer e tomar uma cerveja artesanal.

A cidade é bem legal para passear. 1 dia já é o suficiente mas tem atração para uns 2 dias. Sugiro ir nessa época do ano por causa das cores das árvores.

Depois do meu primeiro dia de trabalho decidi ir em uma das áreas externas a uma das entradas da cidade. Vendo as fotos vocês entederam o porque… Sonho de qualquer fotógrafo de ensaios e casamentos ter um cenário desses.

Bom… depois eu continuo a saga…

Thales, belíssimas fotos!

Interessante demais essa viagem, mesmo que seja a trabalho e não dê para aproveitar tanto quanto gostaria, rsrs.

:ok: :ok:

Ótimas!!! Surpreso com a qualidade das imagens do IPhone…