Câmeras médio formato-informações

:blink:
Olá, pessoal! Em primeiro lugar, parabéns por isso aki, tem me ajudado muito, tá muito legal!especialmente bom é o fato de nao ter q esperar um tempao q nem no orkut…:slight_smile:
Mas é o seguinte: Fotografo a um tempo, meio c/ amadora avançada, e agora estou investindo pesado nisso, quero me profissionalizar e a longo prazo ensinar. Estou para comprar um digital boa(e TUDO mais), material e estúdio e tb quero comprar uma médio formato. A princípio, pretendo trabalhar com moda e publicidade, mas na verdade quem começa no mercado não pode escolher muito…aí tenho pesquisado sobre câmeras médio formato…e surgiram milhões de dúvidas! Pq, infelizmente, em Salvador não existe tantas lojas como em São Paulo e nunca pude nem pegar uma máquina deste tipo na mão, não conheço ninguem q tenha…e não sei quase nada sobre o funcionamento delas, estou pesquisando. Lógico q sei o procedimento da fotografia, luz, obturador, filme, sei sobre a diferença do formato…mas não sei qual formato o mercado pede mais (6x6,6x7,6x4,5), não sei sobre o macanismo de travamento de espelho(?), se qualquer câmera médio formato pode se conectar com flashes d estúdio, cabo de sincronismo, quais lentes seriam ideais (50,60,80,90,100,105,120,165 ou 250mm são as q mais tenho visto), aquela história de trocar os backs, cada back com um filme, dark slide, visor capuchão, com fotômetro ou sem…etccc!!AAAAAAAHHHHHH! são milhões de coisas…!! :slight_smile: Mas a maior dúvida: qual câmera pegar,q não aperte mais meu bolso? Estou pensando em investir no máximo 2500 reais numa mákina com lentes. Estou verdadeiramente SONHANDO com uma Hassel…ahahahah…mas estou pesquisando o melhor custo-benefício. Alguma dica? alguém conhece essas câmeras pode esclarecer alguma dessas dúvidas? algum site pra indicar q me ajude na pesquisa?
Desde já, agradeço muito a todos que colaborarem! !
Abraços!

July eu trabalho exatamente na área que vc quer.
Minha dica é: Invista pesado em uma digital BOA, esquece médio formato, 95% dos trabalhos que vão pintar podem ser feitos com câmeras digitais o que reduz muito seus custos e viabiliza que você tenha preços mais competitivos sem sacrificar seus ganhos, compre uma câmera digital mais forte como uma 10D que é mais negócio.
Caso queira mesmo investir em uma médio formato compre uma Sinar ou uma Contax, são as melhores médio formato, caso queira uma mais popular opte pela Pentax.

Olá … vou mover pra seção sobre fotografia , ok ?

July,

Desencana de médio formato, é um formato que está caminhando a passos largos para o desuso. Aqui mesmo em São Paulo, você encontra várias lojas com esses equipamentos encalhados em preços que variam de R$150 a R$4000.
Conheço o dono de uma dessas lojas e eles dizem que só colecionadores e fãs compram, e mesmo assim, para constar na estante e não para usar.
As digitalis DSLR estão tomando o mercado dessas câmeras.
Eu mesmo tenho uma e só fica de enfeite, na hora de passar um orçamento para o cliente em médio formato, ele logo muda de idéia.
Agora , respondendo às suas dúvidas:

mas não sei qual formato o mercado pede mais (6x6,6x7,6x4,5)
O formato mais comumente solicitado no mercado é o 6x7.
e qualquer câmera médio formato pode se conectar com flashes d estúdio, cabo de sincronismo
A grande maioria pode sim através de uma sapata convencional.
quais lentes seriam ideais (50,60,80,90,100,105,120,165 ou 250mm são as q mais tenho visto)
cada lente tem um fim específico e ele deve de acordo com a sua necessidade. se pretende trabalhar com moda sugiro 100 até 120mm.
aquela história de trocar os backs, cada back com um filme
Eu sugiro sempre que você tenha dois backs, um pra cor e outro para PB mas eles são caros demais, então tenha um só e dose seu trabalho. Uma alternativa é ter um back de chapa e outro digital, que a tendência atual.
Estou pensando em investir no máximo 2500 reais numa mákina com lentes.
Ou você tem muito dinheiro, ou é maluca para investir esse valor numa tecnologia ultrapassada dessa, nem mesmo fotógrafos profissionais investem. Sugiro que você venha a São Paulo para compra-la e terá algumas pechinchas a mão.

Qualquer outra dúvida, poste aqui!

Espero ter ajudado!
Abraços

Já que o assunto é moda e publicidade… Vou aproveitar o vácuo…
Essas são as áreas da fotografia que mais me interesso, e pretendo trabalhar, paralelamente ao design gráfico. Alguns trabalhos que pego para fazer, como catalogos, folder, embalagens de produtos, etc, precisam de fotografia, e pretendo eu mesmo realiza-las.

O que eu gostaria de saber, dos profissionais desta área, é se na prática, antes da produção fotográfica em si, é necessário a realização de um rough para utilizar de guia na hora da produção, assim como os historyboards no vídeo?

Uma Hasselblad não pode ser comparada com uma digital. Agora, tenho que parar para continuar uma sessão de fotos de pinturas de grande formato, coisa de 1,80 X 1,40, que estou fazendo para um cliente que exigiu:

Quero cromos 6 X 6 !!


Olá!

Não se trata de comparar. trata-se de admitir que este formato está realmente com os dias contados.
E não é comparar a Hassel, é analizar o médio formato como um todo.
A própria Hassel já vendo o seu mercado apequenar-se lançou uma câmera digital de 22 megapixels na última Photokina.
Dando um passeio pela região da conselheiro crispiniano o que você mais vê são toneladas de médio formato implorando para serem compradas, infelizmente.
Eu também adoro o médio formato, mas isso que está acontecendo é uma verdade.

Pessoal, pode até ser que o médio formato esteja caindo em desuso para alguns ramos da fotografia profissional. Mas a qualidade oferecida por uma foto feita com negativo médio formato ainda é superior a uma reflex digital. O preço de um trabalho em médio formato tem que ser mais caro, devido ao custo maior, mas por enquanto a qualidade ainda compensa o custo na minha opinião. No meu casamento fiz questão de um trabalho feito com médio formato, e mesmo nas ampliações 40x60cm não tem granulação nem perda de qualidade. Ficou excelente.
Eu tenho uma Rebel Digital, mas devido ao baixo de preço das Hassel usadas, estou tentado a adquirir uma. Para fotos de natureza e estúdio com a finalidade de fazer grandes ampliações. Adoro poster.

Bom vamos lá, antes de mais nada eu tenho uma Pentax 645 :slight_smile:
Ou seja tbm sou usuário de médio formato, e ainda admito que existam fotos que só as médio formato fazem, porém 95% dos trabalhos que se tem disponíveis no ramo de fotografia de moda e publicidade podem ser feitos tranquilamente com uma digital.
Tudo o que eu disse para a July foi para comprar um equipamento que vá atender a 95% das necessidades dela com baixo custo e não um que vá atender 100% com um custo operacional exorbitante e que possívelmente irá inviabilizar o fechamento de diversos negócios para ela.
Tudo é uma questão de aplicação, as médio formato estão com os dias contados sim, a tendência é que mesmo elas se tornem digitais, como já vem acontecendo nos EUA, Japão e Europa, onde os grandes estúdios não operam mais com filme para nenhum tipo de fotografia exceto as artísticas, eu sei que uma digital de 6MP não atende a certos tipos de trabalho com a qualidade de uma médio formato, mesmo, porém quantos são estes trabalhos? No caso, que eu saiba só temos grandes, ampliações e impressão de grande formato em plotter sobre lona, o restante (até outdoor) vc não consegue ver diferença entre o trabalho feito por uma digital e por uma médio formato (exceto latitude ISO), agora o que justifica bancar os custos operacionais de uma médio formato, com polaroids, filmes e acima de tudo digitalização (porque médio formato para valer a pena tem que ser digitalizado com resoluções mais elevadas do que as digitais, senão não compensa a perda da digitalização e quem faz este tipo de digitalização sabe o quanto custa) para atender a estes dois tipos de impressão que apenas uns poucos fotógrafos fazem uma vez na vida outra na morte?
Foi só essa minha colocação, só estou tentando mostrar que para quem tem condições de investir em um único equipamento a única forma de ser competitivo em termos profissionais é com uma ou mais digitais, eum se me sobrasse a alternativa entre ficar com a médio formato (que é usada uma vez a cada 2 meses) ou minhas digitais eu sem dúvida nenhuma optaria pelas digitais. :slight_smile:

Pelo que a July escreveu no início do tópico, a questão a ser discutida não era a qualidade superior das médio formato. Ela deu a entender que queria usá-las no mercado, em trabalhos comerciais.

e o amigo Léo falou bem:
a maioria dos trabalhos comerciais podem ser feitos com digital. Infelizmente, a maioria dos clientes só se preocupa com duas coisas: custo e tempo. qualidade ficar por último.

Não vou entrar no mérito de qual tem melhor qualidade (discussão quase inútil), mas para um fotógrafo que está entrando no mercado, trabalhar com médio formato é meio contramão.

Nem 8 nem 80. acredito que hoje sem dúvida (infelizmente) a July terá que ter uma digital de peso, para como o colega Leo disse atender a 95% do trabalho, porém nada há impede de ter uma médio formato e mostrar sempre que possível a diferença entre os dois trabalhos, é deixar para o cliente optar. EX eu conheço duas fotografas de São Paulo que fotografam para a vogue, ambas estavam fotografando um casamento e para meu espanto com filme, isto há um mês atrás, como amante do filme perguntei a elas, como isso era possivél, elas me disseram que 90% dos casamentos que elas fazem são com filme pois elas conseguem mostrar para os clientes as vantagens do filme. Durante a festa uma delas estava com uma digital e a outra com p/b mas na igreja só filme.
Moral da historia acho possível mostrar um diferencial usando o filme num médio formato ou 35 mm, principalmente para clientes que precisam de qualidade mas que talvez nem saiba que é possível ter mais qualidade com um cromo ou mesmo negativo, pois só estão vendo trabalhos em digital, é preciso criar um diferencial é lógico cobrar por isso.
Outra questão é que para ter uma qualidade ímpar em médio formato com uma digital seria necessário pagar um fábula pela hassel digital então uma médio de filme usadinha, resolve por um preço muito menor.
Um abraço Marcelo Domarco

Mas isso foi em 2004

Eu, como não ganho dinheiro com fotografia, faço PB e procuro a melhor qualidade nisso, digo que
“felizmente”
há maior oferta de cameras boas a um preço mais baixo devido à invasão do sistema digital, “viva o digital”!!, he he he he
P.S. Mas é exagero dizer que há toneladas, rsrsrs (sei que foi força de expressão)

Não o casamento fui este ano 2010

Um amigo me convidou pra fotografar seu casamento neste fim-de-semana. Irei com duas Rolleis, uma Pentax 67 e uma FUJI GS645 PRO, munida com cromo 220. Todas acessoradas por um flash Vivitar 285 HV e um Frata 140. Evidentemente que a esposa contratou um fotógrafo “digital” o qual eu mesmo indiquei para os noivos.

Ficarei ali no meu “descompromisso”, dando meu presente de coração aos dois amigos nubentes. Fotos de supercâmeras com super filmes e reveladas por mim mesmo.

Vai ser uma festa, pelo menos pra mim.

E desde 2004 as médio-formato estão aí, pelo menos na minha prateleira cada vez mais exigindo um espaço maior. Esses profetas apocalípticos precisam melhorar sua visão de futuro. Fato é, que poucos trabalham com esse tipo de fotografia, por medo, desconhecimento e profunda necessidade de imediatismo profissional.

Opa Elmo, vai ser uma festa a parte, cuidado para não tirar a atenção dos noivos, hehehe!
Mas (desculpe o off…) você está revelando cromos em casa? :ponder:

Sim, uso uma processadora Jobo.

Abaixo, fotos de “casódios” atuais com câmeras de filme:

http://richardisrael.com/blog/?p=267

http://richardisrael.com/blog/?p=283

http://richardisrael.com/blog/?p=246

http://richardisrael.com/blog/?p=228

Elmo, parabéns pela orportunidade!
Se tiver autorização dos noivos, não deixe de compartilhar as imagens com a gente!

Minha irmã se casa em Setembro, e eu vou ser padrinho.
Fiquei responsável de contratar alguém e dar a fotografia de presente.
Se a distância que separa BH de Jaú de mais de 700 km não dificultasse um pouco as coisas, eu já ia te mandar um e-mail pedindo um orçamento pra você vir pra cá fazer umas fotos com todo esse arsenal! :assobi:

Abraço

Oi, Elias. sabe que seria uma grande honra. Mas também penso que é o tipo de coisa que eu só faria como formad de presente e aprendizado. Afinal, fotografo por lazer.

E claro que, se sair algo, mostro com prazer.

Seria uma hora pra gente, de recebe-lo aqui… e ainda poder contar com seu registro fotográfico com esse equipamento, o seu olhor fotográfico, e todo o carinho que tem pela fotografia analógica.

Tendo um fotógrafo com uma DSLR cobrindo a responsabilidade do evento, sobra só o espaço gostoso da fotografia… de criar a vontade.

Já estou imaginando os ótimos resultados que você deve conseguir!

É uma pena que não tive a oportunidade de ter algo assim na fotografia de meu casamento! :frowning:

Mas quanto ao casamento da minha irmã, vamos conversando até lá… se a distância não for um inconveniente muito grande a você, quem sabe podemos ter essa satisfação de ter você aqui.

Abraço