Digitais x Filme 35mm

Confesso que meu interesse (e conseqüente busca por conhecimento) em fotografia começou com as digitais, não sei nada de revelação (embora cada vez mais me aprofunde em processamento de imagem digital) e minhas câmeras anteriores às digitais sempre foram muito simples, exceção de uma Rollei herdada de família que sumiu e nunca cheguei a utilizar.

1ra questão:

Daí uma dúvida, considerando apenas impressões formato 10x15cm em 300dpi, uma câmera compacta amadora-avançada como uma Panasonic FZ15/FZ10 (e similares) produziria fotos quanto melhores ou quanto piores que uma slr mediana, de filme 35mm.

Esperava algum retorno de usuários - como o Leonardo e o Ivan - que utilizam (utilizaram) tanto câmeras de filme como digitais podendo dizer algo mais concreto.

2da questão:

Misturando um pouco assuntos e explicando a origem dessa curiosidade, tenho visto mt pessoas que migraram das 35mm para as digitais compactas, das compactas para as prossumers, das prossumers para slr’s. Com um detalhe, 95% não farão impressões além do padrão 10x15cm ou uso na web (640x480), então a segunda dúvida: quantos % (se é que podemos quantificar isso, ainda que aproximadamente) seria melhor uma foto originada numa EOS300D/D70 que uma foto originada numa compacta avançada ou prossumer se restritas a impressões como as mencionadas, 10x15cm.

Abraços.

Bom nas 10X15 em termos de resolução não haverão diferenças, o que vc vai encontrar de diferenças maiores é na latitude e nas cores captadas.

Não sou Ivan nem Leo mas me habilito.
Migrei do filme para a compacta para a DSLR.
Para comparar em 10X15 filme e digital voce não vai ver diferença. Qualquer câmera de 2MP ou mais é suficiente para inprimir com ótima qualidade neste tamanho. E o equipamento não é tão importante quanto quem está do outro lado. Claro que com lentes ótimas e múltiplos modos de fotometria e focagem tudo fica mais fácil mas só mais fácil, não são pré-requisitos indispensáveis. Muito mais importante é uma boa luz e uma boa técnica.
As minhas impressões 90% não são 10X15. Afinal para que uma DSLR para imprimir neste tamanho? A grande vantagem em definição e ausência de ruído só é bem visualizada em grandes ampliações.

Paulo, aí é relativo, conheço pessoas que usam DSLR (um exemplo é a D2H que é 4mp mas é uma câmera de ponta, muito usada em fotojornalismo) para impressões pqnas, é como você disse, a DSLR traz outras coisas agregadas como recursos de foco e fotometria avançados, mas fora desse exemplo, sei de muita gente (especialmente usuários de EOS 300D e D70) usando essas câmeras apenas para visualização na web ou impressões pequenas.

A questão de equiparar a qualidade pelos megapixeis tbm é um pouco relativa, exemplo, se pegarmos uma Sony série P de 5mp, e uma Panasonic FZ20 tbm de 5mp, fizermos a mesma foto, mesma situação de luz, ambas no automático (considerando interpretações corretas de parte da câmera), mesmo assim você vai notar diferença de qualidade.

E é esse ponto que mora minha dúvida, se sairmos eu e você com a sua DSLR e a minha FZ15, fizermos as mesmas fotos, sem grandes diferenças em foco e fotometria, e levarmos os cartões para imprimir em 10x15 no lab, a nitidez das fotos da sua câmera seria muito superior?

Complemento, conversando com uma pessoa que fotografa há bastante tempo (claro que isso é opinião dele, a minha não está formada) a conclusão dele é que mesmo com a Nikon FM2 35mm dele as fotos seriam superiores a de uma compacta avançada em 10x15cm.

Em aplicações específicas como a que voce citou de fotojornalismo, a FPS da câmera, a necessidade de uso de lentes tele, não poder ter shutter lag, a responsividade da câmera, contam muito, então a DSLR torna-se padrão. O mesmo não pode se dizer para fotos de natureza ou interiores, imprimindo em 10X15, claro. Agora, ter uma DSLR e só imprimir em 10X15 e usar na web é matar mosca com canhão.
Pode ser que com a Panasonic comparando com a Sony as cores e a resolução sejam melhores, mas em 10X15 é difícil ver, este é que é o ponto básico. Como o Leo disse neste tamanho ver diferenças de cor ou latitude tudo bem, mas do que isto só com lupa e das boas.
Se sairmos eu com DSLR e voce com FZ15 em 10X15 da empate. E com o seu amigo com Nikon FM2 e voce com FZ 15 acho que dá empate. Se ele usar filme Deplá e revelar no Wallmart voce ganha. Não vale usar cromo…:smiley: :smiley:
Outra coisa. Foto digital tem que ter manipulação. Sempre. No mínimo um shapness para compensar o filtro AA.
Mas umas principais vantagens da digital é não ficar refém dos operadores de minilab e dos resultados inconsistentes que as vezes a gente acha usando negativo.

Claro, sem dúvida, usei o exemplo da D2H para caso específico, mas nesse aspecto até a Panasonic se revela um tanto interessante, o burst é bem rápido (5 fps ou 2 fps em burst infinito), o shutter lag é aceitável para bom, e virtualmente inexistente se pré-focada em af lock.

O ponto é esse mesmo, minhas fotos (pelo menos hoje) são basicamente usadas na web e impressões padrão, claro que seria interessante uma 8mp pela possibilidade de preservar as fotos com capacidade de uma futura ampliação, mas na prática acabaria sendo loucura um kit de U$1500-2000 de DSLR para o meu caso.

O mais louco mesmo é que vejo mt gente que quase não imprime (mal das digitais) adquirindo DSRL e prossumers de quanto mais mp melhor.

A FZ15 é uma ótima câmera, se voce está satisfeito com ela e não precisa de ampliações grandes fique com ela e seja feliz. Esta corrida por megapixels é pressão da indústria para vender. Comprei a minha DSLR e nem cogito me livrar da minha compacta de 4MP. Tem dia que voce não quer carregar 3 Kg de equipamento. E eu já conheço a minha câmera e conhecer o equipamento é importante para tirar boas fotos. Vendi recentemente a minha câmera de filme e as lentes, mas já estou sentindo saudades.
Se voce quiser experimentar filme compre uma câmera antiga manual, voce pode achar uma Olympus OM-1 com lente Zuiko 50mm de excelente ótica, por uns 450-500 reais. E se usar Velvia em dia de sol, céu bem azul em uma paisagem bonita, não vai querer saber de outra coisa.

Um outro ponto é que p. ex., no caso dos retratos, que envolve os tons de pele. As deficiências de cores conseguimos bons resultados de correção no Photoshop, mas em relação às texturas, você tbm acredita em resultados semelhantes?!

É isso mesmo, embora não tivesse tocado no assunto, muito importante e ninguém comenta, po, carregar mochila com kit de lentes, mais corpo pesado de uma slr, usar uma câmera mais pesada, complicado.

Textura não dá, tem que ter uma foto boa para começar. E com uma lente boa custa caro em filme ou digital.
Imagina comprar uma ou várias lentes que cubram as distânicas focais de 35 a 420mm, com 2,8 fixo de abertura e com qualidade Leica ou semelhante. Além de precisar de um carrinho de mão para carregar isto, vai custar alguns milhares de dólares.
As compactas tem as suas vantagens…

Textura não dá, tem que ter uma foto boa para começar. E com uma lente boa custa caro em filme ou digital. Imagina comprar uma ou várias lentes que cubram as distânicas focais de 35 a 420mm, com 2,8 fixo de abertura e com qualidade Leica ou semelhante. Além de precisar de um carrinho de mão para carregar isto, vai custar alguns milhares de dólares. As compactas tem as suas vantagens...
Concordo totalmente com isso. MAs mesmo assim 10X15 é uma apliação muito pequena, mesmo lentes piores conseguem esta resolução.

Quanto a comparação da FM do seu amigo depende muito, o filme 35mm tem algumas vantagens como maior latitude e algumas deficências, como granulação mesmo em baixo ISO e etc. :confused:
Tudo depende do que vc está analisando eu particularmente acho que as DSLR de 6MP jã demuliram as câmeras de filme 35mm, inclusive em qualidade, restando poucos fatores a serem quebrados (coisa que jã vem acontecendo como na S3Pro).

Não sou Ivan nem Leo mas me habilito. Migrei do filme para a compacta para a DSLR. Para comparar em 10X15 filme e digital voce não vai ver diferença. Qualquer câmera de 2MP ou mais é suficiente para inprimir com ótima qualidade neste tamanho. E o equipamento não é tão importante quanto quem está do outro lado. Claro que com lentes ótimas e múltiplos modos de fotometria e focagem tudo fica mais fácil mas só mais fácil, não são pré-requisitos indispensáveis. Muito mais importante é uma boa luz e uma boa técnica. As minhas impressões 90% não são 10X15. Afinal para que uma DSLR para imprimir neste tamanho? A grande vantagem em definição e ausência de ruído só é bem visualizada em grandes ampliações.
Legal a conversa.

Mas Paulo, sou obrigado a discordar em um aspecto. Pelo que que você escreveu em um momento, a justificativa para se ter uma DSLR é apenas o tamanho final da impressão. Mas não, certo?

Há muito mais, como a possibilidade de utilizar diferentes lentes com qualidade ótica que não se encontra em compactas, utilizar lentes de distância focal de acordo com a necessidade momentânea, obter resultados muito melhores do quem em compactas, etc. etc.

Pois é, Marsteffen. Embora a conclusão geral seja de que com fotometria e foco de qualidade, duas 4mp diferentes p ex, chegariam ao mesmo resultado se impresso em 10x15cm 300dpi, confesso que ainda tenho minhas dúvidas.

Uma D70, com uma tele 420mm de U$1000 vai produzir o mesmo resultado em nitidez que uma FZ15 em 420mm, acho complicado.

Claro que em determinadas situações a diferença pode ser mínima. É aquela história do elemento que faz a diferença, o fotógrafo.

Obtive resultados excelentes (na minha opinião) com a minha humilde Canon A75, imprimindo em 10x15 com resol. 3.2Mp.
Um amigo meu conseguiu resultados muito bons também com uma Kodak em 10x15 e resol. 2.2Mp.

Como foi bem dito acima, um dos fatores mais importantes é o entendimento entre fotógrafo e máquina.

E tem a sutileza dos detalhes. Há quem não repare na diferença entre imagens de qualidades distintas.
Pode haver diferenças gritantes para uma pessoa com a visão acostumada, enquanto há pessoas que adoram o resultado simples expelido por uma sony série P.

É isso mesmo, embora não tivesse tocado no assunto, muito importante e ninguém comenta, po, carregar mochila com kit de lentes, mais corpo pesado de uma slr, usar uma câmera mais pesada, complicado.
Sobre essa questão que o Guss levantou, li um depoimento muito interessante no Orkut sobre um cara que questionava o desejo de muitas pessoas em ter SLRs sem pensar no que isso implica. [url=http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=196&tid=8905123]Dslr horrors[/url].

Copiei o texto abaixo:

“Ahhhh yes saving for the Dslr and then buying it is like a dream come true…but people often over-look the disadvantages of owning a Dslr. Yes yes we can rap all day about the excellent images that pop out of it and how the Raw workflow saved our images when you goofed up your white balance settings etc etc etc…but honestly speaking owning a Dslr has its disadvantages as well. First of all carrying the big bag with the extra lenses and the huge Slr body is a disad in itself. Carrying something like a D70 on your shoulder attracts too much attention and is a magnet for the eye. No you just cant take an image without attracting attention. Then comparing with a hi end prosumer camera such as the Canon pro1 or the Sony 828, you dont get the luxuries of a fast tack sharp lens (unless ofcourse your willing/able to spend thousands of $$$). Ahhh and then there is the dreaded dust-on-the-sensor issue…seriously not to be ignored if you are serious about your photography. With fixed lens cameras you dont have to worry too much about this issue. I know people who want to catch up the Dslr route as thier entry into the digital photography scene (and the over-all photography scene as well) but IMHO, thats wasting your money and gaining less from it. So many people I know use the “Auto everything” setting on a Dslr which is absurd. If you are a snap-shooter then a point and shoot is the best option for you. If you want more creative controls and wanna learn more about your photographs then try a hi-end prosumer cameras…the Sony f828 or the Konica Minolta A2 are the better ones. Dont bother buying a Dslr if you dont know about its known issues. Trust me you will regret buying it and feel miserable that you spent so much on it when you see others getting better images with thier Cyber shots or Power shots or Cool pix for that matter. Having a Dslr is great but only if one knows what it stands for and what its capable to do or rather what you are capable to do with it. Afterall its you who to release the shutter button :)”

Vou me reportar à pergunta original:

Entre os filmes e as digitais, há duas grandes diferenças, e que são suficientemente importantes para produzirem resultados distintos:

1) adequação da ótica ao formato filme.

Isso produz uma qualidade maior da imagem conseguida pela lente, pois se você pega uma lente que produza 35linhas por mm em seu centro e 28 na borda, você terá uma quantidade de linhas produzidas que definirão a imagem formada pela lente. Se você faz um crop no centro, a imagem é produzida por menos linhas por mm. As digitais DSLRs, exceto as muito caras, cropam o centro da imagem, desperdiçando resolução da lente, apeasar de só aproveitarem o centro mais nítico (aproveitam o centro mais nítido mas desprezam a resolução total da lente).

Em segundo lugar, o desfoque de uma lente de 50mm (mais precisamente, seu bokeh) é mais rico que o desfoque de uma 35mm que deve ser usada para conseguir numa imagem cropada o mesmo ângulo de visada da 50mm.

2) resposta tonal do filme
O filme tem uma curva de contraste que se caracteriza por um longo trecho de altas luzes. O resultado é serem as fotos feitas com filme mais luninosas, sem estourarem. naturalemente isso é notável em contextos com altas luzes e discreto em contextos com luzes baixas e médias.

Observe os tons desta fotografia feita com filme ProImage e minha Kiev 4 com lente de 50mm, e observe o desfoque do fundo também. Veja o brilho do rosto e da camisa e como a foto é luminosa.

Agra observe os tons desta foto digital, que foi corrigida para tentar chegar ao brilho do filme, Observe a diferença de brilho entre elas e como as altas luzes do filme têm detalhes sem estourar. Nesta o verde da blusa já quase estoura e perde textura.

Agora, quanto a diferença entre uma DSLR e uma compacta digital em 10X15

  1. bokeh devido à maior distãncia focal na DSLR
  2. qualidade da imagem em termos de ruído
  3. qualidade da imagem derivada de melhores conjuntos óticos.

Quanto aos controles, uma prosumer tem controles como os de uma dslr, com pequenas diferenças. Qualquer uma das duas tem mais controles que minha Kiev rangefinder de 30 anos, e no entanto, de certa maneira, pode-se dizer que em ess~encia os controles da minha Kiev são os únicos que importam, abertura, velocidade e foco, no fundo tudo o que existe na fotografia.

Ivan

Tenho me deparado com as mesmas questões do Guss ultimamente (inclusive minha FZ10 eu comprei dele…). Só gostaria de acrescentar um pouco mais de ingredientes na discussão. O ponto principal da fotografia é a luz, e consequentemente como a câmera consegue trabalhar com ela… A partir disso, na minha opinião se considerarmos como elemento de comparação fotos com iluminação “abundante” chegaremos a resultados próximos mas (me corrijam se estiver errado) quando falamos de menos iluminação encontramos excesso de ruído em ISOs mais altos e dificuldades de foco automático. E aí voltamos à velha questão: qual o uso que se pretende dar à câmera? E aí as DSLRs se mostram mais flexíveis, embora mais caras e mais “desajeitadas” (novamente na minha opinião).
A discussão está num alto nível; acho que esse tópico vai render muito…

Abraços,

Olha em 10X15 como eu venho dizendo uma D70 e uma FZ-20 terão resultados muito próximos, a maior diferença será na latitude, mas se fizer fotos de ambas com luzes compatíveis o resultado em 10X15 tenderá a ser muito próximo se não o mesmo, lembrem-se que 10x15 exige muita pouca resolução, tanto da lente como da câmera, nos tempos dos filmes mal se percebia diferenças entre uma lente 28-80 de quinta categoria e uma 28-70L em uma ampliação 10X15, principalmente com o mesmo filme nas mesmas condições de luz.
10X15 é uma foto muito pobre em detalhes e as diferenças serão desprezíveis, já em 20x25 o papo começa a mudar :wink:

Olha:

Depois de dois anos de fotografia digital digo francamente: a fotografia com filme não tem mais resolução, mas é mais bonita.

Por isso tenho gostado de usar filme.

Ivan

O grande defeito das digitais ainda é a latitude né Ivan? Parece besteira, mas os 2 pontos a mais que o negativo ainda tem em relação a uma S3 ainda fazem diferença.
Latitude e sensibilidade com baixo nível de ruído é o que falta para as câmeras digitais acabarem definitivamente com os filmes, porque resolução mesmo as médio formato já não conseguem acompanhar. :confused:

O que acabo pensando, Ivan (mas só pensando pq eu não conseguiria fotografar com filme, não é para mim) é que como um amigo profissional disse esses dias, para manter minha compacta avançada e comprar uma SLR de filme, ir investindo em uma boa óptica, ter boas lentes, e de repente qd saisse uma DSLR com uma latitude respeitável e preço acessível fazer a troca.

Eu sei que isso já foi debatido aqui, mas não recordo, qual a latitude do filme 35mm, das compactas digitais e das DSLRS (desconsiderando a S3)?!

PS: Apesar do verde realmente estar quase estourando, gostei mt da foto da S7000, que tá achando dela em comparação com a S5000, Ivan?!

PS2: Fábio, realmente me desculpe, eu estive fora viajando, a demora no último envio foi realmente um erro de uma funcionária do correio. Eu não cheguei a conferir o rastreamento, mas como você não enviou nenhum email imagino que tenha recebido direitinho, eu vou te enviar uma carta com a nota do hood que acabou n indo junto.