Drogas!

Parec e que são viciados em metedrina… Por que será que quase todos tem aquelas manchas?

Vida de junkie é trágica

Parec e que são viciados em metedrina... Por que será que quase todos tem aquelas manchas?

Vida de junkie é trágica


Drogas pesadas, se ficar só no baseadinho não dá nada :wink:

Abraços,

Parec e que são viciados em metedrina... Por que será que quase todos tem aquelas manchas?

Vida de junkie é trágica


Drogas pesadas, se ficar só no baseadinho não dá nada :wink:

Abraços,


Jack, o problema não chega a ser o “peso da droga”, mas o uso inconsciente feito dela.

Até sou favorável a descriminalização de algumas drogas (mesmo sendo totalmente careta) (ou proibição total de outras tantas como álcool e fumo). Acho que o que falta é uma discussão mais aberta e real sobre os problemas envolvidos no consumo de qualquer entorpecente.

E outra temos que ver que até oxigênio demais mata

Parec e que são viciados em metedrina... Por que será que quase todos tem aquelas manchas?

Vida de junkie é trágica


Drogas pesadas, se ficar só no baseadinho não dá nada :wink:

Abraços,


Jack, o problema não chega a ser o “peso da droga”, mas o uso inconsciente feito dela.

Até sou favorável a descriminalização de algumas drogas (mesmo sendo totalmente careta) (ou proibição total de outras tantas como álcool e fumo). Acho que o que falta é uma discussão mais aberta e real sobre os problemas envolvidos no consumo de qualquer entorpecente.

E outra temos que ver que até oxigênio demais mata


É verdade :thmbup:

Mas que drogas seriam estas que causam estas manchas/feridas?
Não conheço ninguém que use drogas fortes, mas aqui na universidade é bastante comum o pessoal fumar maconha… E até vou discordar um pouco do Jack pelo seguinte, conheço vários casos de gente que teve problemas com a droga, mesmo de forma indireta, principalmente em questões de dinheiro. Um que fica devendo pro traficante e é ameaçado, outro que é expulso de casa, outro que gasta tudo o que ganha com droga… Pra não dizer que tou pegando no pé, tenho outro amigo que gasta uma grana violenta com cigarros comuns. Mas é uma droga também. Da mesma forma tem quem não consiga ficar 1 dia sem beber álcool. Então a questão não é nem “qual droga”, mas ficar dependente de qualquer coisa pode trazer problemas.

Parece sintomas do uso de uma droga chamada Metanfetamina. É a droga mais pesada hoje nos USA. Causa dependência quase que instantânea. Um dos sintomas, nas “viagens” pelo uso da droga, a pessoa acha que está cheio de bichinhos no rosto e se coça toda, causando essas feridas, principalmente no rosto. É deprimente. Sinto pena demais desses viciados. Não sabem aonde se meteram, e as vezes é tarde pra sair, ou não tem mais a confiança e apoio dos familiares. Muito triste mesmo.

Muito triste isso… Vício é Fod*!!! Eu mesmo já tentei parar de fumar algumas vezes, é nunca consegui… e cigarro vc compra em qualquer esquina…

No caso das drogas o usuário se acaba rapidinho… :denken:

O proprio nome já diz tudo: “Drogas”

Seja cigarro, bebidas ou ate remédios, tudo faz mal.

O problema não esta na droga em si, e sim na educaçao e emocional de cada pessoa.

Uma pessoa que tem cultura e esta equilibrado emocionalmente, nao usa drogas.

Todas as pessoas que eu conheço que fuma ou bebe D+ ou usa alguma droga, todas o fazem para fugir da vida real, acreditam que acendendo um cigarro e fumando-o, irá se sentir melhor.

Isso é psicologico, se vc acreditar que bebendo um copo d’agua vc vai melhorar, vc bebe e vai sentir que irá melhorar.

A diferença é que os fabricantes das drogas manipulam elas de tal forma, para viciar seu organismo.

Uma coisa hoje em dia que me incomoda muito sao os comerciais de cerveja…totalmente paranóicos. Como se tomando uma cerveja, a vida se torna um paraiso… de qualquer forma é uma ideia de ilusão falsa, e isso esta afetando muito o publico, principalmente os jovens.

Eu sou contra essa ideia de comerciais apelativos.

O cara bebe Skoll e pensa que os tubarões iram virar sereias… :doh:

Uma coisa hoje em dia que me incomoda muito sao os comerciais de cerveja...totalmente paranóicos. Como se tomando uma cerveja, a vida se torna um paraiso... de qualquer forma é uma ideia de ilusão falsa, e isso esta afetando muito o publico, principalmente os jovens.
Jesiel,

tudo blz??

Cerveja é um caso a parte, acho que é uma “forma de socialização”, até pq. acho que pouca gente bebe cerveja em casa, sozinho de bobeira…

Acho que quase todo mundo gosta de ir a um lugar legal, com os amigos e saborear uma cervejinha batendo um papo pra relaxar, sair do stress do dia a dia…

Uma outra coisinha… Acho que todo mundo é mto influenciável pela mídia… na verdade a maioria consome a idéia de uma marca de cerveja, e não o sabor propriamente dito…

Imagine o teste cego com 10 marcas de cervejas diferentes, apenas numerados para vc descobrir qual é Skol, Brahma, Kaiser, Schin, etc… Acho que mto pouca gente consegue…

hehehehehe…

abraços!

(nossa acho que isso nao tem nada a ver com o tópico)… :denken: :laughing:

Acho o álcool uma das drogas menos nocivas no geral, e note que mesmo assim muita gente morre de acidente de trânsito por causa dele, ou desenvolve um vício. Mas é um universo relativamente pequeno em relação àquele dos “bebedores sociais”. O cigarro acaba sendo pior, porque mesmo que a pessoa pare, dificilmente ela vai recuperar a capacidade respiratória já perdida, fora que é um hábito normalmente diário e que cria situações chatas, como não conseguir ficar muito tempo concentrado em algo sem fumar. Depois vem a maconha, que muitos dizem usar e poder parar quando quiser; eu não sei, porque não sei até que ponto dá pra confiar nos argumentos de defesa da maconha. Mas de qualquer forma é fato que é das drogas ilegais mais leves e toleradas. Daí em diante o bicho pega, drogas pesadas é caminho sem volta mesmo, sem muita discussão… No caso, concordo totalmente com o Jesiel: todo vício tem por trás algum problema psicológico. Notem que quem fuma, é quase sempre viciado em café também, e muitos sofrem de algum nível de ansiedade. Muitas vezes o que falta é a coragem de buscar ajuda profissional, e aí vai se apoiando em drogas que te trazem bem-estar, e se afundando sem perceber… Esse é o problema.

Associar o uso das drogas a problemas psicológicos não é 100% da verdade.

Os entorpecentes na verdade funcionam forncendo ao cérebro, substâncias que de certa forma estão faltando, pór isso determinadas pessoas se viciam em determinadas coisas e não em outras.

Outro porém, é colocar apenas drogas produzidas pelo homem como drogas, gente na natureza o que mais tem é veneno, caroço de maça é lotado de stricnina, por exemplo. Maconha causa mal sim, como o cigarro, até como chocolate em excesso.

A idéia de consumo responsável é quase irreal, até pq o usuário raramente admite a necessida crescente da droga, ou vê isso como algo ruim. As drogas sociais acabam virando um problema pq são questão de status, num grupo adolescente, aparece um cara que não bebe e ele é visto como trouxa pelo grupo, por exemplo.

Sem esquecer que existe muita droga cultural, existem povos que fazem uso de drogas para rituais e tal, é algo a ser pensado. O principal problema com relação as drogas, a meu ver é a falta de discussão aberta e os pré conceitos, que permitem algumas e proibem outras… se tudo fosse visto a mesma luz, a partir do conceito de droga, seria bem mais fácil de se obter um controle maior

Cerveja é um caso a parte, acho que é uma "forma de socialização", até pq. acho que pouca gente bebe cerveja em casa, sozinho de bobeira...
Eu defendo a idéia de que o álcool, usado socialmente e por pessoas com saúde psicológica, tem fatores muito positivos. Não estou incentivando ninguém a começar a beber, mas acho que se a pessoa não tem problemas psicológicos que possam levá-la a adquirir vício, não precisa temer o álcool também. Mas é impressionante como alguém com problemas, e que experimente uma droga qualquer pela primeira vez (incluindo o álcool), tende a viciar rapidamente na coisa (vício psicológico e posteriormente vício químico). Então ao menos sobre o álcool, posso dizer que só tende a causar vício em quem já tem um problema psicológico anterior. No mais, tem benefícios na socialização que fazem muito bem a quem está "ok" :)
Associar o uso das drogas a problemas psicológicos não é 100% da verdade.
Isso mesmo Alex, mas tais falando do vício químico, lembre-se de que existe também o vício psicológico e que em algumas drogas ele é o primeiro a atuar, enquanto em outras essa "etapa" é pulada :)

Exemplo: tem gente que fuma e não traga. Mas é viciado também. A questão psicológica normalmente é que leva o cara a dar os primeiros passos em direção às drogas, e em muitas (que não viciam quimicamente tão rápido) o vício psicológico é o que mantém o indivíduo inicialmente preso a ela. Depois a química toma conta do resto, mas sempre vai haver o componente psicológico, que precisa ser tratado com seriedade. Não adianta desintoxicar o indivíduo e largá-lo na sociedade com os mesmos problemas de antes.

Associar o uso das drogas a problemas psicológicos não é 100% da verdade.
Isso mesmo Alex, mas tais falando do vício químico, lembre-se de que existe também o vício psicológico e que em algumas drogas ele é o primeiro a atuar, enquanto em outras essa "etapa" é pulada :)
Sim Georges, isso é verdade, porém, é preciso ver que se a droga não der prazer a quem a usa, o seu uso não é repetido muitas vezes, o que diminui a possibilidade de vício
Sim Georges, isso é verdade, porém, é preciso ver que se a droga não der prazer a quem a usa, o seu uso não é repetido muitas vezes, o que diminui a possibilidade de vício
Por isso o componente químico tá sempre presente... Caso contrário teríamos vício por sorvete de flocos, por exemplo. Mas ocorre que o indivíduo que tá sofrendo, vai se agarrar mais facilmente a qualquer sensação de bem-estar que a droga possa proporcionar. Por isso é tão comum que o viciado em uma droga, tenha outros vícios (como citei a dupla cigarro + cafeina). Alguém com plena saúde mental terá menos chances de se tornar um alcólatra por começar a beber com os amigos, do que alguém que já está com problemas psicológicos, mesmo ambos tendo o mesmo prazer em ingerir a bebida. Quem precisa desesperadamente de uma fuga, vai entrar de cabeça no vício.

PS: claro que nada disso vale pras drogas de dependência química “instantânea”.

Uma pessoa que tem cultura e esta equilibrado emocionalmente, nao usa drogas.
Isso é totalmente errado. Uma pessoa equilibrada e com "cultura" (aliás, quem define o que é cultura?) pode usar drogas, sim, basta que ela queira. Só que provavelmente usará de maneira equilibrada. É bobagem achar que droga só serve para suprir alguma carência. Isso é uma visão equivocada produzida pelo moralismo que se nega a admitir a possibilidade de existirem drogas que são "boas", que podem causar sensações agradáveis. Nesse sentido, uma pessoa pode gostar ou não de determinada droga, sem que isso faça dela necessariamente uma pessoa "problemática".
Sim Georges, isso é verdade, porém, é preciso ver que se a droga não der prazer a quem a usa, o seu uso não é repetido muitas vezes, o que diminui a possibilidade de vício
Por isso o componente químico tá sempre presente... Caso contrário teríamos vício por sorvete de flocos, por exemplo. Mas ocorre que o indivíduo que tá sofrendo, vai se agarrar mais facilmente a qualquer sensação de bem-estar que a droga possa proporcionar. Por isso é tão comum que o viciado em uma droga, tenha outros vícios (como citei a dupla cigarro + cafeina). Alguém com plena saúde mental terá menos chances de se tornar um alcólatra por começar a beber com os amigos, do que alguém que já está com problemas psicológicos, mesmo ambos tendo o mesmo prazer em ingerir a bebida. Quem precisa desesperadamente de uma fuga, vai entrar de cabeça no vício.

PS: claro que nada disso vale pras drogas de dependência química “instantânea”.


Georges, mas pode rolar sim vício em sorvete de flocos.

Se vc sente determinada coisa ao tomar o sorvete de flocos, sempre que essa sensação lhe faltar vc irá atrás do tal sorvete, e se não encontrá-lo, ira sim se irritar (isso não é vício?)

Por isso que falei que o conceito de droga é que deve ser visto com maior clareza. Qualquer coisa que altere o comportamento pode ser considerado uma droga, tem gente que não dorme se não tomar chá de camomila, a pessoa está se drogando a única diferença é que ela vai poder comprar a sua droga no mercado sem correr o risco de ser mal vista.

Por isso que falei que o conceito de droga é que deve ser visto com maior clareza. Qualquer coisa que altere o comportamento pode ser considerado uma droga, tem gente que não dorme se não tomar chá de camomila, a pessoa está se drogando a única diferença é que ela vai poder comprar a sua droga no mercado sem correr o risco de ser mal vista.
Perfeito.
...mas tais falando do vício químico, lembre-se de que existe também o vício psicológico...
Em relação ao cigarro, eu acho que existem 3 situações distintas:

1a. Tem o cigarro que vc quer fumar pq. o seu pobre e sofrido organismo sente falta da nicotina… acho que seria o vício químico propriamente dito, a necessidade do organismo de metabolizar a substância que está faltando, ou que está com os níveis séricos baixos… por ex. o primeiro cigarro da manhã…

2a. Tem o cigarro de bobeira, o do hábito de estar segurando um cigarro aceso na mão e dar umas baforadas, não necessariamente que se tenha aceso o cigarro pq se está realmente com vontade de fumar… hábito… (péssimo hábito por sinal). p. ex. hábito de acender um cigarro enquanto se está dirigindo para o trabalho, ou qdo vc está conversando com alguém e esta pessoa acende um cigarro…

3a. Em uma situação de stress, ou de nervosismo, há a necessidade de acender um cigarro, como se o cigarro fosse resolver o problema em questão, parece que o cigarro “ajuda a raciocinar melhor”,

Engraçado que durante uma semana em que eu estava “decidido” a parar de fumar, eu consegui cortar apenas o “cigarro do hábito”, e diminui consideravelmente o consumo, de um maço para uns 3 ou 4 cigarros por dia… mas qdo chegou o final de semana, e eu sentei numa mesa com uma cervejinha… tudo perdido… :wallbash: :wallbash: