Foco total em mirrorless RF - Canon paraliza desenvolvimento de objetivas EF

Canon Done Making EF Lenses Unless Photographers Demand More

"Our focus is on RF”, says Canon – no new EF lenses unless “market demands it”

Eita :dizzy_face:

É o que eu digo…
A gente vai usar o sistema que ELES quiserem.
Essa ilusão / romantismo de “o sistema X é melhor que o Y” não tem a menor importância.

pelo que vi nas análises até agora, as RFs estão em outro patamar de qualidade.
tem uma RF 28-70 f/2.0 que é foda, muita gente dizendo que é a melhor lente para mirrorless já feita.
porém o preço, pqp, só facada.

Parou o desenvolvimento, como está no título, mas não a produção, que fique bem claro.
O título no Petapixel é bem click bait.

Sim, eu li a entrevista e o cara da Canon falou que só o desenvolvimento é que está paralisado, apesar de terem registrados vários projetos de patentes para lentes EF no ano passado.

A produção é normal. Não houve qualquer tipo de conjectura sobre interrupção na fabricação das lentes EF.

Dito isso, é normal que ocorra essa transição. Agora que até o tópico que discutia que as DSLRs jamais ia morrer morreu, faz mesmo mais sentido investir na tecnologia que será a dominante nos próximos anos.

Além disso, como citado, as lentes RF estão num novo patamar tecnológico enquanto vários desenhos das lentes EF são antigos e precisariam ser revistos. A Canon tem que priorizar e acho que acertadamente estão investindo na baioneta certa. Isso também sugere que ocorrerão diversos lançamentos em breve.

Ansioso para ver a queda de preços das lentes EF para poder comprar as dos meus sonhos. [emoji3531]
[emoji851]
[emoji2]
[emoji1590]
[emoji991]

Sent from my motorola one using Tapatalk

Isso mesmo, e foi sempre assim, o fotografo moderno engajado é, e sempre será, um escravo da maquina que lhe for entregue, quando essa questão surge eu sempre recomendo ler alguns livros do Vilém Flusser.

Seja o que for, um carro, um celular, ou uma câmera fotográfica, a galera vai usar e gostar daquilo que a indústria nos fornecer, são eles que definem as tendências. No momento atual a indústria de câmeras grandes como APS-C/MFT em diante, tenta renascer e se manter em um mercado decadente.

O que, com a velocidade da evolução das tecnologias, é o mesmo que decretar a morte do sistema.

Sim e ainda até segunda ordem…

Mas de fato, o que eles estavam fazendo ultimamente é atualizar versões de uma objetiva que já existia; o volume de vendas dessas atualizações, em um determinado momento no futuro, deve permanecer menor do que um modelo novo para uma tecnologia “supostamente” nova.

Eu tenho uma 24-70 2.8 L, o primeiro modelo que ainda hoje funciona bem é tem qualidade de imagem excelente, obviamente que vou ficar com ela, não tenho a menor vontade de comprar o modelo novo EF, caríssimo, que pode me entregar zero virgula alguma coisa a mais que a antiga.

Mas nesse break de sistemas, pode ser que algum dia no futuro eu vou acabe comprando o novo modelo RF.

Vai cair nada, do jeito que a galera é sentimental com equipamento vão continuar vendendo usado a preço de novo :aua: :hysterical:

A morte foi decreta no anuncio da R, só não viu quem não quis.

Ainda vai levar uns 10 anos se produzindo lentes EF…

A natureza ciclica das coisas é assim mesmo… os caras reinventam aquilo que já existia, colocam em uma embalagem nova acrescentando algumas coisas boas e retirando outras.

30 anos de baioneta EF foi suficiente para chegar ao ponto de estagnação, ainda mais empurrada pela Sony, a precursora das MLs avançadas.

Bora vender as lentes que vc não gosta enquanto valem alguma coisa.

As RF são caríssimas, porem seria conflitante coloca-las à um preço menor neste momento de transição do mercado.

Sim, basta lembrar do roundmap de lentes que eles apresentaram em 2018. Atualmente Sigma tbm entrando no mercado RF, se a sigma manter a tradição de fazer lentes melhores que a Canon a preço baixo será muito bom.

Já para o caso das objetivas EF, vi esses dias na CES um novo adaptador para usar EF em Nikon Z.

E eu quero manter a minha Ef 600mm f4 L USM (no IS), de 1994, por mais só uns 30 anos rsrs. Tá complicado pagar R$ 55.000,00 em uma tele nova !

Se sair uma RF 600mm, vai beirar uns 65.000,00 !

Bom 600mm ja é coisa de gente grande… eu humildemente estou um andar abaixo… :hysterical: :hysterical: :hysterical:

Tem umas lentes que eu tbm não vou vender:

24-70 f/2.8 L - o primeiro modelo, pq as cores desta lente são maravilhosas, fiz trabalhos memoráveis com ela.
14-70 f/4 L - pq não há nada que faça o que essa lente faz com tão pouco dinheiro.
100 f/2.8 L IS - simplesmente sensacional

:ponder: acho que vou comprar poucas lentes RF…

Minha próxima aquisição será a RF 24-105 f/4L
O dia que os caras lançarem uma RF 135mm no nível da EF 135 mm f/2L
e talvez quem sabe, qd baixar o preço, eu pegue uma RF 70-200 L

O único alento que o sistema EF tem é de que ele é fácil para adaptar em outras baionetas, por isso acho que sobrevida ainda vai ser maior do que seria se não fosse o caso.

Concordo com o Lindsay, os caras sugaram o que dava e o que não dava do sistema EF desde que ele foi lançado. Poucas são as tecnologias que conseguem se sustentar por 30 anos com poucas alterações.

Só a quantidade de conectores extras que colocaram na RF já demonstra que havia uma necessidade grande alterar o desenho para permitir um tráfego maior de informações entre as lentes e as câmeras, que hoje nada mais são que computadores avançados de processamento de imagens.

Boa observação, muito bem lembrado… :clap: :clap: :clap:

Vixi! A minha macro 100mm L não vendo nem a pedrada, simplesmente incrível a lente. Atualmente o meu xodó é a 16-35mm L f2.8, magnífica! Custei para me aventurar com ela, mas valeu cada centavo.

Eu queria fazer um único upgrade na minha “coleção” de lentes: A minha 150-600mm C da Sigma, que é boa, mas tem uma vedação bem meia boca contra poeira e umidade.

Chegando atrasado no papo.

Note que a produção destes equipamentos não é contínua, e sim em lotes. Não sei bem o que aciona a produção e dimensão de um novo lote, pois varia de empresa pra empresa. Mas, pra lentes cuja demanda é relativamente baixa, acho que veremos menos delas no mercado. Quem quiser vai ter que pedir pra ser fabricada - o que nem é muito incomum, por exemplo a Nikon AI-s 50mm f/1.2 é fabricada até hoje nesse esquema. Imagino que as lentes maiores (tipo a 600mm do nosso amigo aí em cima) seja esse esquema daqui pra frente.