Fotos estranhissimas

Vejam esas. depois leiam e vejam o restante do site.
Genial!

:blink: doido mesmo, essa tal de Scanner Camera, achei bem legal o efeito que ela gera. Acho que é coisa bem antiquada pq ele fala em daguerreótipo. Gostei bastante!

abraços

Nossa, o cara tem tempo! heheheh
Mas fantástico mesmo… Quem diria que uma gambiarra dessas resultaria em algo tão criativo! Impressionante o registro da distorção do som na imagem… Ainda não entendi completamente como isso pôde ocorrer, mas é espantoso.

Alguém me ajuda?

Usar um lente distorcida,mas mesmo assim não deixaria somente um ou dois assuntos distorcidos e sim a foto por completo,usar uma lente distorcida e outra normal,nem sei o resultado que da,mas creio que continua na mesma,puts…como ele fez isso :S?

Alguém me ajuda?

Usar um lente distorcida,mas mesmo assim não deixaria somente um ou dois assuntos distorcidos e sim a foto por completo,usar uma lente distorcida e outra normal,nem sei o resultado que da,mas creio que continua na mesma,puts…como ele fez isso :S?


ê confusão! :wacko: :wacko: :wacko:

Que coisa louca O.O’

Alguém me ajuda?

Usar um lente distorcida,mas mesmo assim não deixaria somente um ou dois assuntos distorcidos e sim a foto por completo,usar uma lente distorcida e outra normal,nem sei o resultado que da,mas creio que continua na mesma,puts…como ele fez isso :S?


Ele acoplou um scanner a uma câmera antiga… Como o scanner vai “passando” devagar (“varrendo” a cena), o que tá em movimento acaba tendo esse efeito estranho. E o que tá parado, bem, continua parado, como em uma fotografia convencional… Então toda vez que ele obtém a distorção, é porque tem movimento na cena… Exceto a questão do som (tá lá nas explicações de como ele obteve a distorção), que é uma coisa estranhíssima, gera linhas “tortas” porque vibra o ar naquela posição, e altera levemente o ângulo de passagem da luz por aí (imagino que fique alterando a refração naquele local, como ao vermos a pista “dançando” após uma chuva enquanto seca, mas ainda não compreendi bem!).

Alguém me ajuda?

Usar um lente distorcida,mas mesmo assim não deixaria somente um ou dois assuntos distorcidos e sim a foto por completo,usar uma lente distorcida e outra normal,nem sei o resultado que da,mas creio que continua na mesma,puts…como ele fez isso :S?


Ele acoplou um scanner a uma câmera antiga… Como o scanner vai “passando” devagar (“varrendo” a cena), o que tá em movimento acaba tendo esse efeito estranho. E o que tá parado, bem, continua parado, como em uma fotografia convencional… Então toda vez que ele obtém a distorção, é porque tem movimento na cena… Exceto a questão do som (tá lá nas explicações de como ele obteve a distorção), que é uma coisa estranhíssima, gera linhas “tortas” porque vibra o ar naquela posição, e altera levemente o ângulo de passagem da luz por aí (imagino que fique alterando a refração naquele local, como ao vermos a pista “dançando” após uma chuva enquanto seca, mas ainda não compreendi bem!).

Confesso q apenas olhei as fotos…ficaram mt legais!

Será q não é simplesmente arrastar parte da foto devagar no Scanner? Ou seja, ele espera o scanner ler a foto. quando chegar em certa parte lida, ele moviventa um pouco a foto vagorasamente. Ou então um Scanner de mão antigo!

Abraços!

quando vi a foto achei q tinha sido feita com um back digital tipo scanning, soh depois q fui ver q o cara fez uma gambiarra pra conseguir esse “back digital” :mf_w00t2:

Alguém me ajuda?

Usar um lente distorcida,mas mesmo assim não deixaria somente um ou dois assuntos distorcidos e sim a foto por completo,usar uma lente distorcida e outra normal,nem sei o resultado que da,mas creio que continua na mesma,puts…como ele fez isso :S?


Ele acoplou um scanner a uma câmera antiga… Como o scanner vai “passando” devagar (“varrendo” a cena), o que tá em movimento acaba tendo esse efeito estranho. E o que tá parado, bem, continua parado, como em uma fotografia convencional… Então toda vez que ele obtém a distorção, é porque tem movimento na cena… Exceto a questão do som (tá lá nas explicações de como ele obteve a distorção), que é uma coisa estranhíssima, gera linhas “tortas” porque vibra o ar naquela posição, e altera levemente o ângulo de passagem da luz por aí (imagino que fique alterando a refração naquele local, como ao vermos a pista “dançando” após uma chuva enquanto seca, mas ainda não compreendi bem!).

Confesso q apenas olhei as fotos…ficaram mt legais!

Será q não é simplesmente arrastar parte da foto devagar no Scanner? Ou seja, ele espera o scanner ler a foto. quando chegar em certa parte lida, ele moviventa um pouco a foto vagorasamente. Ou então um Scanner de mão antigo!

Abraços!


Fala sério,tem louco para tudo nesse mundo,uuhuhhauuhauhhua,mas ficou interessante e muito bom o trabalho :stuck_out_tongue:
Confesso que nem vi as explicações depois olho com cuidado.
Mas que ficaram ótimas ficaram :stuck_out_tongue:

Confesso q apenas olhei as fotos...ficaram mt legais!

Será q não é simplesmente arrastar parte da foto devagar no Scanner? Ou seja, ele espera o scanner ler a foto. quando chegar em certa parte lida, ele moviventa um pouco a foto vagorasamente. Ou então um Scanner de mão antigo!

Abraços!


Então leia novamente, porque o que ele fez não foi isso. Ele usou um scanner como back digital, como alguém já disse.
O efeito foi conseguido ao realizar a foto, não é processamento pós-foto. Não pegou uma foto e escaneou.

Tanto que o fundo fica nítido, e só distorce o que se movimenta. Vejam o site inteiro que tem muita coisa bacana.

Isso parece as antigas câmeras de varredura, os primeiros backs digitais eram de varredura, como Scanners e era desenvolvidos para uso em fotos Still.

Trabalhei em um estúdio que tinha 2 backs digitais tipo scanning, mas o mais perto q já cheguei disso foi algum dos assistentes passar na frente do back ou passar a mão rapidinho…
mas não ficou nada bonito… :mf_tongue:

Ih, demorou pro pessoal do fórum pegar aquele scanner velho, jogado no fundo do armário, e montar seu próprio back! Grande formato caseiro :smiley:
Que pinhole o quê :wink: