Mais três escaneadas

Prezados:

Fiz mais um escaneamento, e dele preparei essas três fotos abaixo. Em todas houve ligeiro tratamento de contraste em Curves, e ligeiro tratamento de cor, bastante parcimonioso.

A resposta tonal dos filmes é realmente show de bola, umas das coisas que me encanta na S3 é que ela tem uma resposta tonal bem próxima do filme, as digitais na sua maioria tem tons meio estranhos, principalmente para pele.

Caraca ! :o
Esta segunda foto em digital é quase impossível !!
Ao menos na A60 :slight_smile:
Se eu tirar algumas fotos exatamente iguais com
exposição diferentes e misturar, aí sai algo que presta ±.
Só rola com objetos 100% estáticos…

Uma pouco do objetivo de mostrar essas fotos é esse mesmo.

Muitos aqui começaram já com a fotografia digital. Não vejo nehum mal nisso, acho até que a fotografia digital é um instrumento de aprendizado fantástico, pois o aprendizado é proporcional à experiência, e 20 reais po 36 fotos, que é quanto custa fotografar com um ProImage comprado em caixa fechada de cinco rolos e só revelando-escaneando em 6mp, é um dinheiro já chato de gastar toda hora.

A fotografia digital é o futuro, e em muitas coisas já suplanta a fotografia feita com filme, como em resolução (exceto cromo e cromogênicos), em liberdade criativa, etc. Em outras situações/usos, igual, como em fotos onde não se precise ou queira grande desfoque de fundo (mesmo incluindo nisso as DSLRs), etc.

Mas há tipos de fotografia que ainda são só factíveis com filme, e o filme já as entrega prontas. Essa primeira por exemplo. Olhem só o desfoque, Na terceira, então, o desfoque é tão frande que parece até que foi aplicado blur, é é natural, saiu assim da lente, uma lente de distância focal muito perto da Normal, 58mm. Na segunda, há uma captura em contraluz sem uma mínima aberração cromática (aliás, não aparece em nenhuma das fotos), com o fundo muito luminoso sem estourar, e isso, como bem dito pelo Pictus, não dá para fazer com digital ainda.

Por isso defendo o seguinte ponto de vista: exatamente a agonia de nossa época, o fato de haver dois tipos de tecnologia de captura, nos permite uma grande riqueza de experiências. É claro que faremos muito mais fotos digitais que em filme, mas penso que não se deve deixar de usá-lo enquanto estiver disponível nas lojas e fácil de revelar. Por mim, a convivência das tecnologias duraria para sempre.

Ivan só não concordo com o desfoque, com as DSLR é possível grandes níveis de desfoque, tão bons quanto os mostrados na sua imagem.
Desfocar uma foto é tudo questão de conhecer os métodos.
Veja essa foto com a S3, ela tem um desfoque no fundo tão grande quanto o seu exemplo e a lente foi usada em 52mm.

Em termos de desfoque acho que uma DSLR de croop 1.5X faz seu trabalho muito bem.

Heheeh Vcs não sabem o trabalho que deu achar uma foto feita para ter fundo desfocado, eu normalmente só faço esse tipo de foto em brincadeiras ou com teles muito longas hehehe, adoro grande profundidade de campo. :slight_smile:

Tem umas como essa outra que os níveis de desfoque são tão absurdos que os poucos cm de distância entre um lado do rosto da modelo e o outro são o suficiente para gerar desfoque intenso, essa outra tbm feita com a S3 em 58mm

Leo, a foto esta desfocada(o fundo) mas é um bokeh comum.

Para os que estão lendo e não sabem o que é boketh,
ooops quero dizer bokeh :lol:
http://www.luminous-landscape.com/columns/sm-04-04-04.shtml

As fotos que eu tirei da perereca tb tem bokeh, mas sem graça

Com distãncia focal real de 52mm uma lente realmente desfocará parecido com uma 58mm. Não há tanta diferença de distância focal. Só que a lente de 52mm funcionará para efeito de enquadramento como uma 76mm. Aí passamos da quase-normal para a tele curta.

Mesmo assim a sua foto não pode ser comparada com a que mostrei em termos de desfoque, pois como sabemos, quanto mais próximo o objeto e por conseguinte o foco, mais curto o DOF para a mesma abertura. A sua foto é um close bastante fechado, e mesmo com 76mm equivalente de distância focal (52mm reais), você está mais perto da pessoa do que eu, e portanto seu foco é mais curto.

Mas concordamos: Uma lente de 52mm desfoca igual numa câmera de filme e numa digital com fator 1,5, somente que na câmera de filme ela funciona como uma 52mm mesmo, enquadrando como 52mm, e numa digital ela funciona como 76mm. Ela desfoca como uma 52mm e enquadra como uma 76mm. Já a lente que enquadra como 75mm na cãmera de filme é realmente uma 75mm, que desfoca muito mais que uma 52mm.

Veja, é óbvio que as DSLRs têm bokeh muito superior às prosumers, e fotografando com elas você terá capacidade de gerenciar esse bokeh, mas é também óbvio que no mesmo enquadramento o desfoque será maior numa médio formato, intermediário numa 35mm e menor numa APS de filme ou digital. É uma relação simples de comprimento focal e tamanho do sensor, considerando, obviamente, a mesma abertura. Para ter o mesmo enquadramento que uma lente de 58mm numa digital como a sua você precisa usar uma lente de 40mm (um pouco menos, 39mm).

Pergunta simples: o que desfoca mais, uma 58mm ou uma 40mm? Afinal, é disso que estou falando.

Não estavamos discutindo desfoque?
Só estou mostrando que desfoque é algo perfetamente possível em DSLR em proporções muito próximas de um filme, sendo idênticas nas full frames, com diferenças apenas no tipo de construção de lentes, o que não se deve em nada à mídia, uma RD-1 fará fotos com mecanismos similares a uma Range finder assim como uma DSLR a uma SLR independente de usar filmes ou não.

Por fim Ivan só acho que chega um ponto onde desfocar mais ou menos acaba influenciando pouco, olhe a primeira foto (que mais difere da sua pelo uso da vertical do que qualquer outra coisa), nela o nível de desfoque é tanto que variar entre 2.0 e 2.8 na abertura pouco influenciaria na foto, tornando desprezível a variação, tenho algumas com 35mm e boa distência do objetivo que já tem uma profundidade de campo bem pequena também. Não sei em que abertura foram feitas as suas, mas a imagem que vi não tem nada que não se possa fazer com uma DSLR com resultados muito próximos.

O que ainda me encanta nos filmes é a resposta tonal, isso sim as digitais tem trabalho para buscar.

PS: como eu disse essas são fotos de brincadeira e sem muito critério, que fiz de minha produtora e grande amiga de forma totalmente sem pretenção, mesmo porque, como eu disse, eu procuro sempre fazer fotos de grande profundidade de cmapo quando estou fotografando para valer. :slight_smile:

Nas full frames é igual, é claro.

Nas outras menor na razão do fator multiplicador.

Quanto à qualidade do bokeh, não depende do sensor ser digital ou filme, mas da construção da lente. Isso é uma discussão que vem lá dos anos 30, qual tipo de desfoque é mais bonito, etc.

Não estou dizendo absolutamente que toda foto deve ter desfoque, nada disso. Aliás, se você gosta de DOF, uma câmera que desfoca menos é mais adequada à linguagem. Isso é importante de compreender, cada cãmera, cada tipo é adequado a uma linguagem, sem que exista um tipo melhor pos si só.

Mas minha mensagem sobre o suo do filme tenta mostrar exatamente o universo das linguagens que podem ser exploradas em filme atualmente, e a desnecessidade de ignorar isso.

Tenho que concordar com o Leo que não acho que as digitais (ou melhor, que as DSLR) fiquem atrás do filme em matéria de desfoque… A não ser que a gente vá falar de médio formato, aí a história é outra (se bem que ainda assim a gente pode colocar um back digital e fica tudo igual de novo). Uma foto feita com uma 350D bem simplezinha:

http://homepage.mac.com/daschund/Images/523W8415.jpg

Daschund

Desfocar até a minha A60 faz… (vide fotos da perereca)
Mas fazer bonito(o bokeh) é outros 500, o bokeh das fotos do Ivan estão lindos !!!

Eu sei que não tem nada haver de ser digital ou filme…

Desfocar até a minha A60 faz... (vide fotos da perereca) Mas fazer bonito(o bokeh) é outros 500, o bokeh das fotos do Ivan estão lindos !!!
Mas, como o próprio Ivan falou, o bokeh não depende da câmera, não depende de ser filme ou digital, depende sim da construção da lente (e do número de lâminas do diafragma)...

Daschund

Mas que comprimento focal você usou aí? Não foi 40mm, isso eu tenho certeza. O enquadramento é de tele, não de Normal.

Meu ponto não é que as DSLRs não gerem desfoque, mas sim que elas precisam de maior distância focal equivalente para gerar o mesmo desfoque.

Gente, isso é meramente aplicar o caculador de DOF…Não tem muito o que discutir, desculpem-me dizê-lo, pois é coisa matemática.

Para o mesmo enquadramento e distãncia focal aparente a DSLR praticará uma distância focal real menor, e portanto, como a matemática exige, com maior DOF e menor desfoque.

Como já faei acima, isso não é defeito ou virtude. É só a pessoa se acostumar a extrair o que quer com os métodos que puder usar.

Dêem uma olhada na comparação do bokeh de três lentes do mesmo fabricante:

http://www.majid.info/mylos/stories/2002/08/25/aTaleOfThreeLenses.html#bokeh

Donde se v~e que a coisa é complexa…

Donde se v~e que a coisa é complexa...
To dizendo que é mágica ! ;) E por falar em DOF encontrei isto http://www.dofmaster.com/dofjs.html

Viu as lâminas do diafragma, Pictus, nas fotos comparativas? Dá para ver direitinho quantas lâminas tem cada um…

Sim, gostei do bokeh da lente de 45mm com pétalas arredondadas,
sua lente de 15 pétalas é a campeã do Bokeh ?

Lentes com 7 pétalas, o mesmo numero de vidas
dos gatos aqui no Brasil, curioso que nos USA
gato tem 9 ! :o :lol:

Pictus, não sei. Essa lente a Jupiter-9 eu ainda não consegui me acertar com ela. Ela é muito lenta de ajustar, pois é dura, e é muito difícil de acertar a composição pois como é lente para rangefinder dá erros de paralaxe grandes.

Ontem estive com um cara que é muito entendido em cãmeras russas, conversei com ele sobre isso. Deu-me umas dicas de como evitar os erros de paralaxe. Vou tentar novamente, e depois mostro, se ficarem razoáveis.

Na verdade tenho conseguido bons bokehs com as de 5 e de 6 lâminas, e na de 5 lãminas não identifico o desenho delas nos pontos de luz, mas seria necessário verificar com aberturas intermediárias, pois nessas todas mostradas a abertura foi a maior que a lente permitia. Suponho que a tipicidade desses bokehs mostrados seja dada pela ótica, pois com o diafragma aberto as pétalas influenciam menos.

Eu tinha o endereço de uma outra página onde se comparavam lentes de fabricantes diferentes, não sei onde foi parar isso…

Ivan

Suponho que a tipicidade desses bokehs mostrados seja dada pela ótica
Hummm… Agora tb fiquei imaginando se estas lentes modernas com elemento “aspherical” tem bokeh melhor ou pior... http://www.mir.com.my/rb/photography/opinion/html/aspherical.htm

Tem tb as DO “Diffractive Optical”
http://www.canon.com/do-info/

DO é para corrigir aberração cromática.