Mais uma Foto com A Cyber Shot P100

Criticas e comentários são bem vindos… obrigado…

Parque do Carmo

http://img161.imageshack.us/img161/230/pqcarmo5ke.jpg

Essa segunda só fiz o resize… esta do jeito que saiu da camera…
a primeira ficou bem similar só que fiz um tratamento…

http://img65.imageshack.us/img65/2953/pqcarmo20ux.jpg

Gostei da cor… acho que exagerou um pouquinho na nitidez…
Talvez se fosse de outro ângulo (o oposto, por exemplo), o céu não estouraria =P

Obrigado pedro pela dica , postei uma segunda foto na qual esta sem tratamento somente o resize, a primeira ficou bem similar… sem tratamento acho que um pouco melhor … que a segunda…

Gostei mais da segunda.
PARABÉNS!

Eu gostei mais da primeira, gosto de fotos nítidas!.
abraços

Não acho ter exagerado a nitidez, aliás é preciso dizer que isso no comentário do Pedro refere-se à aplicação de sharp, e as fotos não t~em halos de sharp, de modo que não parece ter havido exagero algum. A segunda então está completamente natural.

Ambas estão bonitas, a primeira mais que a segunda pois a dramaticidade dos galhos está mais evidente. Bonita concepção geral com boa identificação do elemento escultórico que comanda a foto. Para meu gosto, a foto poderia ter sido entre meio e um ponto menos exposta, pois o céu ficou lavado, embora céu com nuvens uniformes seja um problema mesmo para a fotografia. Nesse ponto de vista, a foto em PB poderia render muito bem.

Gostei da primeira!
os raios solares, acho que foi pela manha, deixam a foto com um tom bem agradavel, o ceu estourou acho que é pq estava com muitas nuvens, mas nada que incomode!

PArabens

Nirvana, espero que não se importe com a sugetão.

Escureci a foto algo correspondente a um ponto de exposição e transformei em duotone depois colorizei um pouco o céu, pois ele estava estourado em255-255-255 em muitas partes.

http://img66.imageshack.us/img66/9234/nirvana1qf.jpg

nirvana.rob,

belas fotos. Esse Parque do Carmo é aquele da Itaquera em São Paulo? Costumo passar pela frente, mas nunca entrei lá. Parece-me um lugar bonito e bem cuidado.

Ivan, você falou do tal de “halos de sharp” (já havia lido você mencionar isso num outro post). Seria muito abuso da minha parte se eu pedisse que você nos mostre um exemplo?

[ ]s.

Zik

Para não ser anti-ético, só tem um jeito: eu produzir de propósito halos de sharp em fotos minhas. Bem, vou forçar uma e mostrar. Espere um pouco que já posto

1a imagem, sem halo de sharp, segunda, com halos. Observem as bordas da camisa preta e da cabeça na segunda foto. Entre o preto da camisa e a parede aparece uma fina linha mais clara. É óbvio que eu exagerei, mas isso acontece demais nas bordas das montanhas, nas bordas de galhos contra o céu, nas silhuetas contra fundo mais claro, etc. Isso é um dos limites mais evidentes ao sharp, e é impressionante como muitos fotógrafos deixam isso acontecer…

http://img128.imageshack.us/img128/5205/12424156rt.jpg

http://img128.imageshack.us/img128/5241/1242415halo7pd.jpg

Obrigado Ivan.

Para um olhar leigo é meio difícil de perceber, mas observando com mais cuidado realmente há esse “halo”. Vou fazer umas experiências aqui para treinar o olhar. Era algo que passava completamente batido. Obrigado mais uma vez pela sua gentileza.

[ ]s.

Mesmo na primira imagem há um levíssimo halo, se olhar bem. O engraçado é que o halo aparece muito nessas transições entre coisa escura e fundo médio, pois com o fundo claro o halo se disfarça melhor. Mas eu prefiro a imagem soft que com halo. Mesmo nesta primeiraminha eu considero haver um erro de tratamento leve, mas existe. No papel fica horroroso.

Zyk: depois que você aprende a ver o halo, ele fica insuportável -risos. Agora você vai ver sempre. Isso denota supertratamento e muitas vezes até erro de exposição, pois o sharp na realidade é uma ferramenta de contraste localizado, e pode ser usado para aumentar contraste também.

Há um monte de estratégias para sharpear sem criar halos, mas uma vez ele começado ele vai cada vez aparecendo mais.

nirvana.rob,

belas fotos. Esse Parque do Carmo é aquele da Itaquera em São Paulo? Costumo passar pela frente, mas nunca entrei lá. Parece-me um lugar bonito e bem cuidado.

Ivan, você falou do tal de “halos de sharp” (já havia lido você mencionar isso num outro post). Seria muito abuso da minha parte se eu pedisse que você nos mostre um exemplo?

[ ]s.


Zyk esse parque fica em Itaquera, tem um imenso lago Central é bonito, só que é muito grande o Parque, e é um pouco perigoso, por isso fotografei com minha compacta que é bem discreta, e só andava em lugares onde tinha circulação de gente… apesar que neste dia estava bem calmo… e fotografei ente 3 e 4 horas… obrigado pelo comentário…

Olá Ivan seus comentários assim como de todos, são muito util, acho que não só para mim, assim como para outros que lêem diante do ponto de vista pessoal e tecnico de cada um do forum se manifestam colocações e dúvidas, esse problema do halo, já havia reparado não sabia exatamente o que era mas quando aplicava o recurso percebia algo diferente que me incomodava, neste caso voltava… até uma previa que me deixasse satisfeito… a 1ª foto estava caminhando pelo lado direito e quando vi a a foto, e achei interessante o angulo, e consegui retratar exatamente o que vi… e para mim… quando cheguei em casa e vi a foto tive o mesmo impcato de estar no local… o que me chama atenção é exatamente a dramaticidade que as árvores, representam na paisagem.
Neste lado direito da foto tem um bosque de Cerejeiras do Japão, e todo ano em Agosto ± acontece a festa da Cerejeira, com o bosque todo florido, com apresentações típicas Japonesas, e além de toda culinária, para as refeições… Vale a Pena… Conhecer…
Quanto a Foto modificada ficou muito bonita, criou se um fotografia diferenciada, bem agradável… gostei… o meu muito Obrigado, certamente o que nos falta muito para quem esta começando… ou para aqueles que ja estão a muito tempo e não conhece as tecnicas são realmente comentários de quem efetivamente conhecem e dominam as tecnicas… que contribui de forma importante para o desenvolvimento…

Nirvana;
Veja, eu nem acho que minha versão seja melhor que a sua não. Acho até que algo de muito importante se perdeu nela, mas quis lhe mostrar meu ponto de vista, e acho mesmo que um ponto a menos de exposição seria o ideal.

Você fotografa em Manual, Auto ou P?

Ivan, eu na minha compacta sempre fotografo em P ou M, nesta vez fotografei em P, onte tenho alguns controles… manuais, na verdade eu poderia ter tirado mais uma foto com um ponto a menos ou meio, mas a distração, não permetiu que o fizesse… este fato ainda não é um hábito, algumas vezes estou atento a tudo, algumas vezes me esqueço por alguns instantes… e ai que resulta em algumas falhas… mas estou contente… pelas opiniões aqui postadas, acho que tudo isso resulta em coisas positivas para mim… Agora na Nikon D50 eu sempre, fotografo nos modos M ou de Prioridade… só que algumas vezes esqueço de ver o iso, o WB… e assim vai… e por vezes vejo tudo… acho que com o tempo tudo isso vai ser automatico… quando pensar em tirar uma foto… agora acertar ou não acertar… é outra coisa…rs…

Eu volta e meia esqueço o ISO. Normalmente fotografo em ISO100, algumas vezes 200. Aí quando ponho em 400, 800 ou 1600 é coisa rera, e quando ligo a câmera de novo não atino com a necessidade de mudar o ISO…

A versão do Ivan ficou muito boa mesmo! :thmbup:

Na verdade eu me referia a muita nitidez por causada profundidade de campo… eu gosto do fundo um pouco mais desfocado do que o primeiro plano, o que não acontece nesta foto.

Aobre os halos, eu convivo com isso. =/
Muitas vezes eu vou diminuir na garra no Photoshop (usando um pincel + zooooom pra pintar ;P)

Na verdade eu me referia a muita nitidez por causada profundidade de campo... eu gosto do fundo um pouco mais desfocado do que o primeiro plano, o que não acontece nesta foto.
Interessante o seu comentário sobre a profundidade de campo. Quando comecei a fotografar, fazia de tudo para desfocar o fundo. Isso era um desafio para mim, pois o equipamento compacto dificultava muito esse desfoque. Depois peguei um SLR e vi que esse negócio de desfoque de fundo era algo extremamente fácil, muitas vezes tinha que diminuir bem a abertura (f/8, f/10, f/12) para aumentar o DOF, pois algumas vezes - dependendo do zoom - num close de rosto, por exemplo, nariz saia bem focado, mas um dos olhos saía fora do foco. O que vejo hoje: dependendo do que se objetiva capturar o desfoque do fundo nem sempre é interessante, principalmente nas fotos de paisagens ou fotos que valorizam o fundo (nesse tipo de foto, o meu "tara" no momento com hiperfocal = todos os planos dentro do foco).