Migração de uma prossumer para uma DSLR

Muito bom dia à todos os colegas de comunidade !

Recentemente (uma semana atrás) troquei minha prossumer (Sony F-828) por uma DSLR (Canon 10D) e durante esse periodo estou passando por uma fase de adaptação ao novo equipamento, durante o qual pude reparar o quão semelhantes ou diferentes os equipamentos são entre si em diversas categorias…

Venho através desse artigo compartilhar com vocês algumas de minhas observações:


MEGAPIXEL

F-828: 8 megapixel

10D: 6.3 megapixel

Uma das primeiras coisas que muitos comentaram comigo logo após a troca de cameras foi porque eu teria trocado a minha 828 por uma 10D, já que ela tem menos megapixel… Realmente não faz diferença… O tamanho da imagem é suficiente para capturar detalhes em qualquer um dos 2 tamanhos… Lógico que a 828 não pode competir com a 10D e seu grande sensor… A quantidade de detalhes capturada pela 10D é imensamente maior… Percebe-se isso facilmente nas fotos da pele humana onde a 10D capta muito melhor a textura.


RIGIDEZ NA CONSTRUÇÃO

F-828: Corpo muito bem construido para a categoria, me parece plenamente capaz de suportar saidas para o campo e para a noite sem que isso ameaçe a intregridade do equipamento. Certamente é bem mais rigida do que a F-717

10D: Logo ao pegá-la pela primeira vez, percebe-se que há uma imensa preocupação com a rigidez… A camera é perfeitamente sólida, inspira muita confiança na manipulação e parece perfeitamente capaz de suportar fotos externas.

Ambas as cameras estão de parabéns em suas categorias… Parecem muito sólidas e construidas com a preocupação de suportarem fotografias externas muito bem… A 10D é claro parece muito mais solida do que a F-828, mas é outra categoria de camera.


PESO

F-828: 906g com a bateria. Eu tb usava um flash externo F32X que pesava 270g. Peso total do equipamento: 1176g

10D: 875g com bateria, minha lente principal é uma Canon 28-200mm USM que pesa 510g e um flash externo Canon 380EX que pesa 270g. Peso total do equipamento: 1655g

Ao segurar um e outro equipamento, logo fica clara a diferença de peso… A 10D parece mais pesada do que realmente é e um pouco cansativa de se usar nas primeiras vezes… Depois de algum tempo, acostuma-se ao peso do equipamento.


SHUTTER LAG

F-828: Como todas as prossumer, ela tem um pequeno lag entre o pressionar do botão e a captura efetiva da foto… É pequeno, mas é suficiente para ser percebido conscientemente… Talvez atrapalhe um pouco nas fotos de movimento e ação… Para a maioria das fotos não faz diferença.

10D: O Lag é notavelmente mais curto, ao ponto de parecer insignificante…


FOCO MANUAL

F-828: Possui opção de foco manual e também uma função que amplia a imagem EVF no momento de fazer a focalização, tornando mais facil a visualização dos contornos e portanto mais precisa a ação de focar manualmente.

10D: Viewfinder com crop de 95%… O ideal seria 100%, mas essa diferença me parece insignificante e o que você vê no visor parece absolutamente igual à imagem capturada… Possui um assistente de foco manual, a camera emite um bip quando chega-se proximo ao foco ideal, ai cabe ao fotografo fazer o ajuste fino do foco.

Mais uma vez vou lembrar que sao cameras de categorias diferentes. É muito mais facil focar manualmente na 10D do que na F-828, porque naquela usa-se puramente a luz que passa através das lentes (Reflex), enquanto nessa o que se vê é a imagem de um pequeno monitor LCD atrás de uma lente (EVF).


PRIORIDADE DE DISPARO

F-828: Review de aproximadamente 2s após cada foto. Durante esse tempo a camera fica travada e nao faz nada, mesmo que vc pressione o botão disparador.

10D: Review de 2, 4 ou 8s, porém ela tem prioridade para disparo ou seja, a qualquer momento do review, se o botão disparador for pressionado, a camera dispara imediatamente, encerrando o review

Essa foi uma das coisas que mais me agradou na 10D. Não ter que ficar com o equipamento travado durante o tempo do review.


USB

F-828: USB 2.0

10D: USB 1.1

Essa foi uma das coisas que mais me desagradou na 10D… Já estava bem acostumado com a alta velocidade de transmissão da F-828… A diferença na velocidade de transmissão é muito notável. A solução agora é comprar um leitor de cartões USB 2.0…


SIMPLICIDADE EM LIDAR COM O FLASH EXTERNO

F-828: Colocar o flash na sapata, pressionar o botão flash e escolher opções (on, off, slow sync)… Em caso de flash manual, escolher no flash a intensidade do disparo.

10D: Colocar o flash na sapata e pronto. Em caso de flash manual, escolher na propria camera os ajuste de compensação de flash.

À priori eu não iria discutir esse topico aqui, mas achei melhor colocar…
Não é que seja dificil lidar com o flash externo na 828, é que fiquei impressionado com a simplicidade dessa operação na 10D. Colocado o flash e ligado, está pronto e no modo de disparo forçado… Se não quiser flash, basta desliga-lo. A camera tem também um modo chamado NO FLASH que impede o disparo do flash, mesmo que ele esteja ligado, mas esse modo nao é pratico… Melhor desligar o flash mesmo.


PRE-FLASH

F-828: Flash externo com a tecnologia TTL para medir intensidade

10D: Mesma coisa: Flash externo com a tecnologia TTL para medir intensidade

A Diferença é a seguinte: Na F-828 há um tempo perceptivel entre o pre-flash e o flash… Perceptivel e longo o suficiente para que as pessoas saiam da pose caso nao sejam avisadas que a camera só captura no segundo flash.
Na 10D esse pre-flash acontece apenas poucos milésimos de segundo antes do flash e é imperceptivel… Parece que o flash acende-se uma unica vez.


LOW PASS FILTER

F-828: Embutido e fixo (impossivel de remover).

10D: Mesma coisa: Embutido e fixo (impossivel de remover).

O Low pass filter tem a função de evitar o moire, fazendo uma refração levemente difusa da luz.
Na 10D esse filtro é visivelmente mais forte do que na F-828… Isso não quer dizer de maneira nenhuma que as imagens da 10D nao sejam nitidas… São nitidas e boas o suficiente para se usar direto da camera, porém se você decidir fazer um pós processamento, aconselho usar um unsharpen mask um pouco mais forte do que o que usaria na 828…

Exemplos:
Unsharpen mask varia muito de uma imagem para outra, mas para começar eu sugiro o seguinte:

Na F-828: Inicio a 70-1-0 e varie + ou - 30 de acordo com a necessidade.
Na 10D: Inicio a 110-1-0 e varie + ou - 50 de acordo com a necessidade.


UNIDADE DE DISCO X DRIVER DE DISPOSITIVO

F-828: É reconhecida pelo sistema operacional como uma unidade de disco e pode ser acessada diretamente do windows explorer, sem a necessidade de instalação de nenhum driver.

10D: É reconhecida pelo sistema operacional como uma camera ou scanner e necessita que instale-se um driver de dispositivo.

Nenhum comentario sobre isso, é o que era de se esperar mesmo… Meu sistema operacional é o Windows XP Professional com Service Pack 2.
Recomento pegar a versão mais nova do driver da 10D no site da Canon, o que vem no CD está ultrapassado.


SLAP DO ESPELHO

F-828: Possui um Eletronic Viewfinder (EVF) e portanto nao tem espelho.

10D: Sistema Reflex, possui espelho.

No momento do disparo o espelho precisa sair da frente do sensor. Um motor move o espelho para cima até que ele acerte um batente especificamente desenhado para esse fim, esse impacto do espelho contra o batente é conhecido como SLAP DO ESPELHO (tapa do espelho para quem preferir uma tradução literal do ingles: Mirror slap).

À priori isso me trouxe um certo desconforto, uma vez que a 10D é incapaz de operar no silêncio absoluto (o que a F-828 pode fazer), porem agora eu gosto do barulhinho do slap porque me lembra a boa e velha MZ-50 da pentax [:)] (Alguem teve essa ?)… Quanto ao impacto de fato, é praticamente imperceptivel nas mãos e no olho (que estará encostado no viewfinder no momento do disparo).


CARGA DA BATERIA

F-828: Bateria Sony NP-FM50 7.2 Volts, 1180 mAh, Ions de Litio. Possui um microprocessador interno que calcula precisamente o tempo restante de bateria baseado no consumo atual, funciona realmente [:)]

10D: Bateria Canon BP-511 7.4 Volts, 1100 mAh, Ions de Litio.

Ambas as baterias sao muito semelhantes em carga armazenada… Achei uma pena que o indicador de bateria da 10D tenha somente 2 estagios (full e low)…

Na 828 a bateria é recarregada dentro da camera em aproximadamente 150 minutos

Na 10D a bateria é recarregada em um recarregador externo em aproximadamente 90 minutos.


Bom, é isso…
Espero tenha tenha sido uma leitura útil ou pelo menos interessante…

Como sempre, comentários e dúvidas são muito bem vindos e os reponderei sempre que possível !

Olá cara … com certeza deu pra conhecer um mais sobre as cameras … nada como uma analise de um usuario para tal informação …

valeu aí por acreditar no forum e passar as informaçoes pra galera …

T+

Muito legal a comparação, quem sabe um dia eu compro uma dessas! :slight_smile:

Só achei estranho esse negócio do review na F828, até minha A60 se apertar o botão do shutter enquanto tá no review ela dispara, fora que dá pra desligar o review completamente.

Vou aproveitar e dar a minha contribuição.
Recentemente comprei uma Canon 300D e os pontos que mais achei importantes, além dos já citados pelo Danilo.
ISO - a capacidade de usar ISO 1600 e com o hack de firmware 3200 com um nível de ruído aceitável que dá para corrigir com software.
Esta foto foi tirada com ISO 1600 e corrigida com o Neat Image, porque estava com pouca luz e foi feita com uma teleobjetiva longa, então aumentando o ISO dá para usar uma velocidade alta para não tremer.

Este tipo de ajuste é impensável em uma compacta e compensa as lentes mais claras.
Auto-focus - mais rápido que a enorme maioria das compactas e se usar lente USM então…
Viewfinder - mesmo não sendo como as de filme a imagem é clara e dá para fazer foco manual na boa.
Peso - isto pode entrar no lado das desvantagens, mas o fato da camera ser mais pesada com a lente e a bateria faz com que voce estabilize bem na mão para compar a foto, dá mais “pegada”.
Desvantagem. Poeira no sensor. Isto é um fato da vida das DSRL que voce tem que aprender a conviver, assim como a velhice ou problema de próstata. Um dia voce vai ter.
Acho que usando uma DSLR aumenta o prazer de fotografar, mas isto é muito subjetivo. Fora que não tenho coragem de sair por aqui no Rio com a camera dando bobeira, em vários lugares prefiro a compacta.

aí Paulo … legal as cores na foto …

lindona …

Valeu, Mateus.
Adoro fotos de natureza e com a máquina nova, usando o fator de crop da 300d e com uma lente 75-300mm, vou ver se consigo umas fotos boas.

Esta aqui foi em ISO 800 e nem usei Neat Image,

Obrigado à todos pela atenção e pelos comentarios

PAULO: Vc usou quanto de unsharpen mask para tratar as suas fotos ?

radius 0,5, amount 300, threshold 0.
Dê uma olhada aqui no site do Riccardi

Parabéns pelo comparativo entre as câmeras!

Foi muito instrutivo e bem detalhado.

Acabo de entrar para o mundo da fotografia digital com uma Sony V3. E toda informação, para mim, é muito importante.

Abraços

Caio

Puxa!
O texto do Danillo está excelente!
Muito bom o comparativo!
Parabéns!!!

Ah, e as fotos do Paulo eu não tenho nem o que dizer de tão boas!!!
Ficaram sensacionais!!!

obs: o que vcs acham de mudar este tópico para a parte de “reviews” de cameras digitais?

Abraços a todos

Renato

Review é uma area so pra analises complestas de ‘1’ determinada camera … não comparações …

mas se o amigo Danilo quiser montar uma da F828 q ele teve durante tempos, pode ficar à vontade de postar lá …

T+

Bom, obrigado a todos mais uma vez…

PAULO: É isso mesmo, à principio achei que 300% de unsharpen mask seria uma quantia muito exagerada… é evidente que para a 10D e a 300D não é…

Uma camera deixa a gente cheio de vicios e manias, e quando mudamos de equipamento temos que nos adaptar às novas caracteristicas do equipamento…

O low pass filter da rebel e da 10d é mesmo notavelmente mais forte do que os das outras cameras que eu já havia manipulado :smiley: Nada de foto pronta direto da maquina, todas precisam de um tratamento (mesmo que seja minimo) antes de serem consideradas versões finais…

Realmente todas precisam de tratamento, mas agora com a 300D na maior parte das vezes só dou um sharpen e levels, raramente corrigir o color cast. Antes com a Olympus C4000 acho que precisava de mais correção.