Mirrorless é a prioridade da Canon para 2019 (Oficial)

“we are framing this year as one in which we take measure that will stabilize
this business in the future. Within this, accelerating the expansion of our mirrorless lineup is a priority”

A Canon publicou seu resultado financeiro do ano de 2018 e compartilhou seus planos para o ano de 2019.

Em resumo, o mercado de câmeras está encolhendo, principalmente nas linhas de entrada devido aos smartphones.
A única exceção é o mercado de mirrorless que apresentou um crescimento considerável indo contra a onda de queda.
Com essa tendência de mercado, as mirrorless se tornaram a prioridade da Canon para 2019.

Isso valida os rumores de que a Canon não deve lançar lentes EF em 2019 para focar nas lentes RF.

Só para deixar claro, nunca foi um rumor.

A Canon afirmou que não iria lançar nenhuma lente EF em 2019.
Afirmação feita em uma entrevista na Photokina.

Em tempo, o rumor é apenas sobre quais lentes RF vem em 2019.

Não sei se tem algum link de outras fontes, mas o próprio comunicado da Canon afirma isso. Eles devem ter suas fontes…

"In Imaging System, although we expect sales and profits to decline as a result of the contraction of the entire consumer market, in such growing markets as mirrorless cameras and refillable ink tank printers, we will expand our sales significantly.

As a result, the overall interchangeable-lens camera market continued to shrink. Even under these conditions, sales of mirrorless cameras—with their lightweight, compact body designs—continued to grow. This reflects improvements in mirrorless camera performance in such areas as autofocus, which is now comparable to that of DSLRs.

Resultado de dicionário para “considerável”
adjetivo de dois gêneros

  1. passível de ser levado em conta.
  2. digno de consideração; que se deve considerar

Se eles escreveram sobre o tal crescimento, eles (Canon) devem acreditar ser considerável, não?

Kkkkkkkk no Brasil, tudo é possível.

:hysterical: :hysterical: :hysterical:

A Canon divulga um documento de relacionamento com investidores, assinado pelo CFO da empresa, falando que um dos focos que ela investirá para melhoria nas margens é o de câmeras mirrorless que, segundo a própria Canon, é um segmento em expansão, e até isso o camarada quer contestar e/ou distorcer… que bizarro!

Quem aqui no tópico levantou a bandeira do “vai dominá”? O colega apenas compartilhou a informação. Não sei qual a ofensa em uma empresa acreditar em algo e direcionar seus esforços para este lado? Se ela (Canon) estiver errada e o grandioso Ernesto estiver certo, os acionistas da Canon vão ficar insatisfeitos e o mundo vai continuar girando.

Sim é isso, e obviamente que a Canon vai para onde o mercado mandar, não vai entregar seus clientes para a concorrência…

Bizarríssimo. Parece que o cara vai desaprender a fotografar se usar uma ML.

Interessante que quando a gente fala que uma ML tem custo de fabricação mais baixo, que acarreta em maiores margens, o cara ridiculariza. Quando é um executivo, o cara desaprende o inglês.

Pela estratégia da Canon, acho que vão focar a propaganda e distribuição de câmera ML de entrada logo, logo.

Como quiser. Sinta-se livre pra se abster, e pra postar qualquer coisa que comprove seu ponto de vista no futuro. Aqui, não deu.

Sent from my ONEPLUS A6013 using Tapatalk

:hysterical:

Lendo o comunicado fica muito claro que Mirrorless será A prioridade no segmento de câmeras.
Não é erro de tradução, em nenhum momento eu traduzi algo, é simplesmente uma observação educada, pois quando eles citam apenas as mirrorless como foco de sua estratégia para se estabilizarem no mercado, oferecendo diversos argumentos para justificar esse movimento, não tem nada mais sensato do que assumir que eles vão priorizar esse segmento, pois não tinha como deixarem mais óbvio.

Mas você vai continuar nessa teimosia até receber um email da Canon dizendo “Oi, Ernesto, só pra esclarecer, nós vamos focar nas Mirrorless esse ano, ok?”. E olhe lá, né? Pois cego que não quer ver não se cura.

Claro demais! Cristal clear! O sujeito se acha o mais sabido de todos em fotografia e em futurologia fotográfica. E agora também é o melhor tradutor…
E se receber da Canon o e-mail que você sugeriu (“vamos focar nas Mirrorless”) vai entender que estão testando os focos das novas DSLR focando nas ML que estão abandonadas no depósito da empresa.
Deixa pra lá…

Enviado de meu SM-G9600 usando o Tapatalk

Essa do e-mail foi boa. :slight_smile:

Mais uma notícia relativamente preocupante.

Não pela questão ou não de um dia pararem de fotografar câmeras com visor ótico, mas por toda a indústria de câmeras estar sendo engolida pelos smartphones.

Por outro lado, é bom que as câmeras profissionais podem voltar ao velho público, aquele mais restrito mesmo.

Ou seja, a onda de popularização das câmeras profissionais pode estar passando.

Torço para que, mesmo com as mirrorless ganhando terreno, não privem aqueles que gostam do visor natural de ter equipamentos para comprar.

Uma coisa eu acho que deve acontecer mesmo, toda linha de entrada e APS que em geral tinha OVFs terríveis, teve ser substituída por EVFs mesmo. Assim ninguém mais tem que sofrer com OVF ruim.

Mirrorlezz vai dominá, vai dominá!!! :aua: :aua: :aua: vai dominá!!!

Quem veio alfinetar foi você, assim como faz com todos os tópicos minimamente possíveis em que tenta levar essa discussão para mirrorless vs DSLR.

O colega abriu um tópico com um
documento oficial
da Canon, você contestou a fonte da Canon, contestou a definição da palavra considerável e depois abriu o leque para falar de “textos pró mirrorless ou p´ro DSLR” sendo que o tópico era extramente específico em trazer a publicação do Relacionamento com Investidores da Canon. Ainda tentou coroar com um suposto erro de tradução que só você discorda.

Não sei qual o seu trauma com mirrorless, se algum dia caiu uma câmera na sua cabeça, se foi ameaçado por um assaltante portando uma mirrorless, mas aqui ninguém falou nada se “vai dominá”, se “DSLR vai acabar ano que vem”, nem se referiu a tópicos de 11 anos como você vive citando. Apenas trouxe uma publicação que claramente indica que uma gigante de equipamentos fotográficos cita ser um mercado em expansão e que vai investir parte dos seus esforços neste nicho. Se não quer aceitar isso, realmente, pode se abster, porque usar de irionia, piadinhas e tentar tumultuar, certamente não vai servir de argumento nem convencer ninguém.

Falando agora (apenas agora) como moderador, se achar que está sendo perseguido injustamente (e não pelo conteúdo ou forma como escreve) ou que alguém está infringindo alguma regra, pode usar a ferramenta de denúncia, inclusive se for contra algum moderador (eu, no caso).

Realmente é o que está acontecendo. É uma fase tristemente curiosa. Nenhuma das CaNikon quer entrar com vontade no setor mirrorless de entrada, porque vai detonar as vendas das DSLR de entrada que, apesar de ter margem baixa, é onde o volume é grande. E a pesquisa pra colocar algo novo no mercado pode não se pagar em um cenário onde as câmeras de entrada serão todas substituídas por celulares.

O problema é que, se as câmeras usadas por profissionais continuarem caras, vai ser bem improvável que alguém pule de um celular pra câmera pro. Hoje o cara começa na câmera básica, e vai evoluindo junto com o equipamento. Isso vai deixar de existir.

Sent from my ONEPLUS A6013 using Tapatalk