Muita dúvida

olá!!!
Estou com grande dúvida entre qual camera comprar…estou entre :

-Câmera Digital 4.1 Megapixels Cybershot DSC-P43 Sony e

-Câmera Digital 3.2 Megapixels D395 Olympus

o uso será pessoal, mas quero algo de qualidade. Encontrei os seguintes preços para aparelhos novos:

-Câmera Digital 4.1 Megapixels Cybershot DSC-P43 Sony - 1.100,00
-Câmera Digital 3.2 Megapixels D395 Olympus - 800,00

Está caro, barato ou o normal é isso???

Obrigada

Deia

Déia, isso é caro, muito caro. :slight_smile:
De uma lida nos textos que te passei que ajudariam na sua compra a D-560 da Olympus coê deve pagar menos do que isso que você está pretendendo investir e é bem superior, pois possui Zoom ótico.

Olá Deia! Olha, além de estar caríssimo, estas câmeras não são lá muito interessantes nessa faixa. A maioria das que citou nem zoom óptico nem na verdade (e zoom digital nem deves considerar, é um falso zoom). Vais encontrar por volta dos 500 reais a Olympus D-535, uma automática básica mas com um custo x benefício bem interessante. Dê uma olhada no Mercado Livre, quem sabe ache um vendedor de tua cidade inclusive (www.mercadolivre.com.br). Mais acima já tens opções de câmeras com recursos manuais (importantes pra quem pretende aprender fotografia), como a Canon A75 (na faixa dos 700 a 900 reais).

Déia,

Eu já passei por isso antes de comprar minha primeira compacta digital…testei várias…na época testei a P32 da Sony, a D395 da Olimpus, a Canon A70 e a Nikon Coolpix 3100. No final fiquei entre a Nikon e a Canon. Optei pela Nikon pois li em alguns foruns que muitos usuários reclamaram da nitidez das fotos geradas pela A70.
E em relação à Sony e Olimpus achei um lixo…algums fotos que tirei sairam horríveis…
Na minha opinião, opte por uma Canon ou uma Nikon. COm esta grana aí vc compra uma Nikon 3200 ou uma Canon A95, que são bem melhores que os modelos que vc mencionou…

elder vc não pode fazer esta afirmação que vc fez sobre Olympus e Sony baseado em uma comparação de categorias diferentes, seria a mesma coisa que eu pegar sua Nikon e comparar com uma Sony 717, sua Nikon pareceria um brinquedo de criança. Tem que tomar cuidado ao fazer este tipo de comparação. A Nikon não tem câmeras na categoria da D-395 e da P32, mas a Canon tem a A300 nesta categoria, que ai sim poderia ser comparada.
As Olympus que poderiam ser comparadas com a 3100 e a A70 seriam a D-560, e a Stylus 300 digital, que neste caso já apresentariam resultados bem melhores que a D395 que é de uma categoria inferior.

Leo,

Estas que citei pertencem sim à mesma categoria, por isso comparei…são da mesma faixa de preço. A nikon 3100 (hoje 3200) tá na faixa de 1000 reais, mesma faixa da Olympus 395 , Sony p32 e Canon A300. A Canon A70 era um pouquinho mais cara na época. Só pra vc ter uma idéia de preço, a 3100 era R$1200, a P32 era R$1100, a Olimpus era R$1000 e a A70 era R$1400. Todas, portanto, na mesma faixa de preço.

As Sony são sempre mais caras, portanto comparar preços iguais ou parecidos nem sempre quer dizer q você estará comparando cameras de uma mesma categoria de qualidade e recursos.

Será que não está sendo discutido algo que acaba complicando quem fez a pergunta ao invés de ajudar? Talvez fosse uma boa idéia iniciar um tópico que listasse câmeras divididas por categoria, sendo que deveria ser estabelecido qual o critério de formação da categoria (ou preço, ou semelhança de recursos, etc.).
Só pra registrar minha opinião, creio que uma A95 estaria próxima dessa faixa de preço, e ofereceria os modos manuais, prioridades de abertura e velocidade, ajustes amplos para a categoria, zoom óptico e boas lentes… Eu iria de Canon…

Olha me desculpe Elder não sei o que tem da mesma categoria uma compacta de entrada e uma câmera de uso geral mas tudo bem, conceitue como quiser, comparar uma D-395 com uma A70 acaba sendo até engraçado, a D-395 é uma câmera com lente de acrílico (assim como as PXX e a A300), sem Zoom ótico, e etc, se vc prefere categorizar por preço e não por aplicação beleza, qualquer um que queira fazer uma avaliação série vai categorizar equipamentos por aplicação e é só por isso que estou dizendo que não se pode generalizar, senão corremos o risco de cair em erros como:
Olha a qualidade de imagem da S5000 é pior que da A85, como elas são câmeras da mesma categoria (faixa de preço) então fique com a A85, este é um dos erros mais grosseiros, porque uma S5000 por exemplo não tem nada a ver com uma A85 em termos de aplicação, são categorias diferentes e atendem públicos diferentes.
Só para concluir nem na categoria preço a D-395 era compatível com a 3100 e a A70.
O preço de lançamento da D395 foi US$ 149,00 enquanto o preço de lançamento da A70 foi US$ 279,00 e da 3100 US$ 249,00, ou seja, nem em preço ela eram compatíveis, você provavelmente pegou desova das 3100 e A70 porque elas estavam sendo descontinuadas quando a D-395 foi lançada em substituição à D-390, portanto até em preços são totalmente incompatíveis, vc acabou comprando câmera de categoria superior (perto de ser descontinuada) por preço de categoria inferior em lançamento (o que é uma prática bem comum no mercado).
Só para vc ter uma noção:
Preço praticado para a Nikon 3200 - US$ 199,00 nos EUA e R$ 760,00 no Brasil.
Preço praticado para a A75 - US$ 225,00 nos EUA e R$ 899,00 no Brasil
Preço Praticado para a D-395 - US$ 109,00 nos EUA e R$ 479,00 no Brasil

Ou seja nem em preço dá para comprara uma custa mais de 70% o preço da outra. :wink: Isso câmeras lançadas no mesmo período, portanto categorias técnicas diferentes totalmente diferentes e faixa de preço bem diferente também.

Leo,

A diferença de preço entre estas compactas é pequena pois elas são relativaente baratas…e esta diferença de preços deveria estar mais ligada aos recursos (existência de zoom ótico, modo manual, etc). Ou seja, não deveria haver diferença de qualidade significativa (nitidez, definição, contraste, etc) entre estes modelos. E qd pesquisei vi que as fotos geradas pela Sony P32 e pela Olympus era bem fraquinhas…principalmente com pouca luz, qd as fotos saiam bem “pixelizadas”.
E normalmente as câmeras com recursos parecidos têm a mesma faixa d epreço. O exemplo é o que vc disse. A Canon A70 é mais cara que a Nikon 3100, mas ela tem moido manual. A olympus é mais barata pois não tem zoom ótico. MAs a faixa de preço considero a mesma. Acho que estão num mesmo patamar. Já a Sony v1, Canon G5, Nikon 5400 estão em outro patamar, embora elas possuam preçois diferentes. NUam comparação isso tem que levar em conta sim. O preço deve ser levado em conta pois normalmente a que tem um preço maior possui mais recursos, considerando as marcas mais conhecidas.

A questão Elder é que categorizar por preço leva a erros de avaliação.
Por exemplo, uma Minolta Z2 é bem mais cara que uma Fuji S7000, porém são câmeras da mesma categoria, apresentam aplicações semelhantes, umas são favorecidas por preço e outras por recursos, mas são exatamente os prerequisitos mínimos que definem se uma câmera está numa categoria ou em outra.
Por exemplo a 828 da Sony, a Fuji S7000 e a Nikon 5700 são câmeras da mesma categoria (Prossumers) apesar da vasta diferença de preço.
COm relação a Olympus D-395 ela é uma câmera de uso geral, a famosa pau para toda obra, uma câmera simples e de concepção barata, para quem não deseja fotografar com qualidade, por isso não pode ser comparada com uma compacta de entrada onde o público já exige mais recursos, nem mesmo em preço uma vez que uma custa o dobro da outra (pode parecer pouco significativo, mas 100% a mais de preço significa no mínimo uns 35% a mais de performance).
A série da Olympus que seria compatível com sua comparação seria a D-560 ou a D-540, que apesar de também serem mais baratas são voltadas ao mesmo padrão de consumo e de recursos que as demais.
Ai cabe ao usuário pesar se dentro do padrão esperado de recursos (categoria) qual o equipamento que lhe oferece melhor custo benefício.

Um usuário de Ultra Zoom por exemplo, se ele favorece o preço acaba caindo nas Fuji, se favorece a ótica acaba batendo em Minolta ou Panasonic que custam R$ 600,00 a mais mas mesmo assim são câmeras que fazem parte de uma árvore de decisão consistente e coerente com a aplicação do equipamento, e mesmo assim esses R$ 600,00 fazem bastante diferénça nas qualidade de cada um dos equipamentos envolvidos, mesmo sendo equipamento semelhantes e da mesma categoria e a diferença percentual sendo bem menor do que no caso das que vc comparou.
Quando vc comparou vc fez o teste da Canon A300 tbm?
Ela sim é passível de uma comparação com a D-395 e com a P32 (que é a mais cara nessa categoria de uso geral).
E mesmo após esta comparação não poderiamos em hipótese alguma generalizar os resultados para outras categorias, pois cada categoria apresenta características totalmente distintas, inclusive no padrão da concorrência.

Leo,

100% de diferença de preço realmente deve ser levado em conta, mas pelo menos na época, a diferença não era isso tudo. E não tinha a A300. O meu questionamento é qualidade de imagem. Não deveria haver diferença significativa entre elas em função destas diferenças de preço que eu levantei na época. Diferença de recursos td bem (a A70 tem modo manual,as demais que comparei não tinham…e talvez por isso era um pouco mais cara, a Olympus não tinha zoom ótico…e talvez por isso era a mais barata entre elas). Mas estas que citei são marcas conhecidas. E a diferença de qualidade que testei era gritante, principalmente qd eu comparei a Nikon com a olympus e sony. São câmeras de categoria, dentro de sua faixa. Deveriam possuir qualidade de imagem semelhante, e a diferença de preço deveria estar relacionada tão somente aos recursos, e não à aualidade.
Para avaliar os recursos de cada modelo é fácil, basta dar uma olhada no manual. Mas para avaliar a qualidade é complicado. Só testando na mão mesmo. Por isso que aconselho a qq pessoa que, na dúvida, compre um modelo cuja marca tenha tradição em fotografia. O ideal é testar, mas nem sempre isso é possível.
Por exemplo, por que a Sony ainda não lançou nenhum modelo profissional, como já fizeram há tempos a Nikon e a Canon??? Eu presumo que isso ocorra pois ela ainda não tem tecnologia suficiente pra competir nem tradição.
Eu li no site dppreview que o processamento eletrônico de captura utilizado pela Sony é inferior ao utilizado pela Canon e Nikon. Isso talvez explique a baixa qualidade das fotos geradas nos modelos que testei.
A imrpessão que tenho é que a Sony entrou de sola neste mercado com modelos direcionados ao público amador, que não é tão exigente.
Eu posso falar isso pois tenho uma Nikon 3100 (que está a venda) e comprei recentemente uma Sony V1, que está em outra faixa. A Sony tem modo de video ótimo, excelentes recursos, mas qd há pouca luz as fotos saem piores que a 3100, que é uma camerazinha limitada em recursos, mas leva a marca Nikon, que pro ser tredicional em fotografia tem o cuidado de lançar modelos com qualidade de imagem boa, dentro de sua faixa.

Elder a baixa qualidade nessas câmeras (inclusive a série P da Sony) é devido ao uso de lentes muito ruins (algumas de acrílico), o item mais caro em uma câmera é sua lente, infelizmente quando simplesmente mudamos um pouco do conjunto ótico para melhor modificamos o preço de forma significativa, é por isso que você encontra diferenças de qualidade quando se varia o intervlao de preços e as categorias.
A Sony tem sim muita qualidade técnica, principalemente na parte eletrônica, mesmo porque são os fornecedores de eletrônica da maior parte das câmeras do mercado, dentre eles Canon, Nikon e Minolta, sendo que as últimas duas eles fornecem inclusive para SLR (A canon tem um pouco mais de liberdade nisso pois tem chip e sensores CMOS próprios), mas em termos gerais generalizar a Sony da forma que fazem é no mínimo falta de conhecimento, pois em termos de parte eletrônica eles são o coração das melhores câmeras do mercado (Sua Nikon é uma Sony por dentro).
Agora em termos de lente realmente eles tem sérias dificuldades, principalemente a série P. E vale lembrar que a Sony lançou a primeira SLR digital de baixo custo no marcado, ou seja não é tão ineficiente assim como todos pensam, ela só não acho viável manter-se no mercado dependendo de padrões de terceiros, mas é importante lembrar que quando só Kodak, Agfa e Fuji investiam em Back digital para SLR a Sony e a Olympus foram as primeiras a se aventurarem neste mercado seguidas da minolta RD-3000, naquela época o mercado devia ser bem diferente, além de eles terem cometido alguns erros na escolha de sistemas, o que porporcionou a retirada delas do mercado, sendo que hoje a Sony investe em fornecimento de sistemas para as DSLR da Nikon, o que não deixa de ser um bom negócio para ambos os lados.

Leo,

Não é só a lente que influi na qualidade final da foto numa digital, muito menos o sensor. A Sony V1 usa lente excelente e a qualidade das fotos da Nikon 5700 a meu ver é melhor.
Vc diz que a Sony é fornecedora de eletrônica para a Canon e Nikon. Não é bem assim. Ela fornece o sensor. E o sensor sozinho não é o responsável pela qualidade das fotos, se fosse todas teriam a mesma qualidade né!
O que diferencia é o processamento eletrônico de captura. Parece que nas câmeras Sony (pelo menos as da série P e V1) este processo não é tão preciso qt o utilizado pela Canon ou Nikon. E não é a Sony que fornece não. veja o comentário no site dppreview:

… Resolution is as good as the best, although detail suffers because Sony’s demosaic and sharpening algorithms still aren’t quite as good as Canon’s (they’re getting close)…

Eu acho que é isso que faz a diferença numa câmera Canon ou Nikon em relação à Sony.

E que SLR de baixo custo a Sony lançou??? Pelo que eu saiba a Sony não tem SRL digital não.

Elder o Sensor assim como os amplificadores são na maioria Sony sim, o que muda em alguns casos é o processador de image e o firm ware que no caso só influencia no resultado de fotografias feitas em JPG, porque a captura em sí, quando comparada em RAW é afetada exclusivamente pelas lentes um um pouco pela qualidade do sensor.
Pós processo é um item que não faz parte da captura fotográfica mesmo quando a câmera o faz é uma coisa que pode ser feita tanto via software como é totalmente influenciavel pelos ajustes de firm ware que você mesmo pode fazer na câmera.

Com relação ao algorítimo de demosaico em RAW ele tbm não é influenciado, porque o software de conversão é que irá fazer este processo, ou seja pós processo, não tem a ver com captura também, quem usa RAW (que é quem realmente está preocupado com qualidade de imagem) não está nem ai para o processo que a câmera faz após passar pelo amplificador, pois o RAW não é afetado por ele.
Com relação a sua comparação ela foi absolutamente infeliz, primeiro que a Lente da V1 é apenas satisfatória, enquanto a da 5700 é um conjunto ótico bem superior, segundo que o sensor da V1 é de 1/1.8" e o da 5700 é de 2/3", por fim as duas sequer pertencem a mesma categoria, a concorrente da 5700 seria a 717, ou seja, novamente uma comparação totalmente infeliz.
Só para concluir sharpness é definido exclusivamente pela ótica quando temos sensores iguais, porque unsharp mask tanto faz vc passa pela câmera como pelo Photoshop. :wink:

Para vc ter uma noçõ existem vários profissionais que preferem o pós processo da Sony ao pós processo da Canon e Nikon, pois pós processo é totalmente pessoal. De uma lida nos artigos da biblioteca do conhecimento e nas discuções posteriores que vc vai entender como a lente é a maior parte da qualidade de uma câmera.

Por fim te apresento as SLR da Sony:
Sony CyberShot D770
Sony CyberShot D700

Fantástica a SLR Sony de 1.5mp! Como o tempo passa! Há apenas quatro anos ela era o topo. Por isso meu otimismo quanto aos próximos três anos.

Quanto ao debate de vocês, desculpem-me ambos, mas ele já está na esfera da teimosia -risos. Ambos estão certos, mas ambos se recusam a ver o ângulo através do qual o outro tem certa razão.

Por um lado a expectativa do Elder é correta, de que câmeras de preços semelhantes são consideradas em comparação na compra, mesmo que de tipos diferentes. Por outro lado o Leonardo tem razão em dizer que as categorias são definidas pela tipologia, e não pelo preço (além de também sobre o processamento interno).

E há alguns casos engraçados: quando comprei a s5000 fui atraído por duas coisas somente: EVF e RAW. EVF é coisa relativa ao tipo da câmera, mas RAW não, pois nenhuma outra superzoom tem. O fato de ser uma superzoom, que depois até me agradou, não tinha importância nenhuma para mim, mas não havia outra câmera na época com RAW e EVF (pois não suporto túnel de vidro sem correção de paralaxe) por preço compárável, só no andar de cima, com a Nikom 5700 ou a própria Fuji S7000. Estou só mostrando que a escolha leva em conta categoria até cerrto ponto somente. Nunca comparei as superzoons. Isso nunca me interessou. Para mim, desde que tenha EVF, se tiver, digamos, 140mm equivalentes, o que basta para retratos, tá bom. Prefiro lentes de pequena variação e melhor ótica, mas na época, não tinha. Quando comprei, minha única opção era a Olympus C4000, sabidamente uma ótima câmera, mas que não exporta RAW nem tem EVF, e isso para mim era essencial e continua sendo. Como se vê, era uma comparação entre câmeras de categorias diferentes.

Agora, com a s7000, o que me atrai é tamanho de cópia impressa, EVF, RAW e histograma, além de uma ótica melhorzinha em relação à s5000. Ter sapata de flash, braketing, captura em série, etc, é brinde. Quer dizer, exatamente o que faz dela uma prosumer não tem importância nenhuma para mim. 95% das minhas fotos são feitas de dia, em ISO 200. 50% ou mais com grande angular máxima.

A questão é que não existe câmera sob medida, e por isso compramos itens que não queremos para ter os itens que queremos.

Abraços,
Ivan

Leo,

Mesmo considerando arquivos RAW com certeza deve haver um processamento eletrônico que registra no CCD a luz que passa pela lente. Aí pode haver diferença na qualidade de imagens entre equipamentos que usam mesmo CCD e lentes ótimas. Para registrar a cena deve haver algum processamento de captura, registro, correção, etc.
Agora em JPG esta diferença de processamento pode ser mais gritante.
E a lente da V1 é uma Carl Zeiss que,mesmo não sendo uma top de linha Carl Zeiss é de uma marca famosa, que não irá emprestar seu nome fazendo uma lente ruim.
Em relação às SLR eu nunca tinha ouvido falar. Nunca vi vendendo em lugar nenhum e não conheço ninguém que tenha.
Vc sabe se elas são equivalentes à D70, por exemplo?

Elder essas DSLR da Sony já foram descontinuadas, na época que a Sony fez elas ninguém comprava DSLR digital, e isso inviabilizou sua produção, assim como da RD-3000 da Minolta, que foram rapidamente descontinuadas, acredito que pela falta total de mercado para uma câmera dessas com apenas 1,5MP.

De qualquer forma mostra que a Sony tem sim capacidade técnica para isso.

Quanto a lentes de qualidade, todas as marcas possuem lentes de boa ou má qualidade, mesmo a Zeiss, que por sinal possui várias de qualidade inferior à concorrência.
Mas o que está me espantando é que vc não faz idéia de como a lente é importante, a lente é tudo em uma câmera, uma 300D com o Kit original tem performance pior que uma A2 ou uma C-8080 por exemplo e tudo na 300D é melhor, só a lente é pior.
O RAW é isento de qualquer tipo de pós processo :slight_smile:

De uma lida neste artigo: LENTES - O CORAÇÃO DA CÂMERA

Ele é bastante ilustrativo e mostra como a lente afeta a qualidade da imagem, com base nele você vai reparar em diversos defeitos encontrados nas imagens oriundos das lentes e vai descobrir que a definição nasce da lente e o que chamam de sharpness no pós processo nada mais é do que um aguçamento de detalhes capturados, só que se detalhes não foram capturados não podem ser aguçados ;), enquanto se foram capturados eles podem ser aguçados em qualquer etapa do processo, mesmo no PS depois que o JPG foi salvo :slight_smile:

Leo,

Claro que lenmte é importante. Só acho que além da lente o processamento eletrônico, tamanho do CCD, etc, tb são importantes pra qualidade final.

O Processamento eletrônico da maioria das câmeras atrapalha mais do que ajuda, pois faz o processamento genérico.
:frowning:
As com mais leve são melhores pois não eliminam detalhes e não super saturam cores, possibilitando o uso.
Quanto ao CCD é o que temos conversado, além de serem muito semelhantes a maioria é Sony :confused:
A Lente assim como nos tempos dos filmes continua sendo o fator definidor, pois se ela entrega uma boa imagem o PS consegue retocar no pós processo, se ela não entregar, não há pós processo que cuide. :frowning: