Negativo ou ampliação?

Pessoal,

eu estou querendo passar algumas fotos que tenho para o computador. Eu gostaria de saber qual o melhor método para isso em termos de qualidade? Se é a partir de um negativo ou de uma ampliação dele. Pela minha lógica a imagem original (o negativo) teria sempre vantagem, mas quando vi os preços dos dois serviços em uma loja aqui perto me veio a dúvida. Cada digitalização de um negativo custa 0, 90 e de uma ampliação 4 reais. Como o barato costuma muitas vezes sair caro, vim aqui perguntar

Quem puder me responder eu agradeço desde já

abraços

Se vc tiver um bom scanner de negativos o negativo é bem melhor. :slight_smile:

A ampliação do negativo sempre será melhor. Procure fazer em um laboratório legal que ficará muito melhor que escaniar do papel. No negativo a densidade da imagem é muito maior que no papel.

A ampliação do negativo sempre será melhor. Procure fazer em um laboratório legal que ficará muito melhor que escaniar do papel. No negativo a densidade da imagem é muito maior que no papel.
Carlo essa informação não procede, existe perda significativa na ampliação, mídias grandes por exemplo só aceitam digitalização a partir da película e feitas em bons scanners de negativos (normalmente modelos cilíndricos de altíssima resolução). Já vi imagens geradas não interpoladas com 105MP em scanners cilíndricos. :) Na média um scanner cilíndrico médio obtém imagens de 44MP e um desses caseiros da Nikon de cerca de 9 a 12MP. :)

Foi o que tinha imaginado. O negativo é a origem. Obrigado pelas respostas. Agora vcs acham 0, 90 centavos caro ou barato? Vocês sabem o preço em média (de qualidade) de um serviço desses?.
abraços

A ampliação do negativo sempre será melhor. Procure fazer em um laboratório legal que ficará muito melhor que escaniar do papel. No negativo a densidade da imagem é muito maior que no papel.
Carlo essa informação não procede, existe perda significativa na ampliação, mídias grandes por exemplo só aceitam digitalização a partir da película e feitas em bons scanners de negativos (normalmente modelos cilíndricos de altíssima resolução). Já vi imagens geradas não interpoladas com 105MP em scanners cilíndricos. :) Na média um scanner cilíndrico médio obtém imagens de 44MP e um desses caseiros da Nikon de cerca de 9 a 12MP. :)
Mais uma que aprendi.

Valeu Leo.

entendi mal a resposta do Carlo Luciano. Achei que a densidade fosse um ponto positivo. Agora pintou a dúvida

A ampliação do negativo sempre será melhor. Procure fazer em um laboratório legal que ficará muito melhor que escaniar do papel. No negativo a densidade da imagem é muito maior que no papel.
Carlo essa informação não procede, existe perda significativa na ampliação, mídias grandes por exemplo só aceitam digitalização a partir da película e feitas em bons scanners de negativos (normalmente modelos cilíndricos de altíssima resolução). Já vi imagens geradas não interpoladas com 105MP em scanners cilíndricos. :) Na média um scanner cilíndrico médio obtém imagens de 44MP e um desses caseiros da Nikon de cerca de 9 a 12MP. :)
Mais uma que aprendi.

Valeu Leo.


Sabe o que é complicado disso tudo?
É que normalmente o pessoal acha que digitalizar naqueles scanners de mesa que tem lugar para negativo é legal, e na verdade aquilo é uma ENORME gambiarra, se vc pretende digitalizar negativos compre um pequeno scanner de negativos, existem modelos de R$ 1500,00 com uma resolução razoável :slight_smile:
Se tiver condições leve em uma gráfica boa que tenha um bom cilíndrico, ai você verá o que é qualidade de digitalização em negativo.
Estamos acostumados com Scanners de mesa por reflexão razoáveis e até bons, mas quase não temos contato com bons scanners de transparências. :slight_smile:

Bom, agora chegou-se a um consenso. Então viva o negativo. Sempre leio as respostas atrasado. Falta de prática com fórum (rs)

Foi o que tinha imaginado. O negativo é a origem. Obrigado pelas respostas. Agora vcs acham 0, 90 centavos caro ou barato? Vocês sabem o preço em média (de qualidade) de um serviço desses?. abraços
Depende do tipo de digitalização, se for cópia fotografia de negativo (O método usado pelo frontier) tá no preço, mas tbm não espere muita qualidade, é um quebra galho. Agora se for algo mais sofisticado está até barato.

Eu estava pensado naqueles da Minolta ou Nikon de mesa. Eu escaneio os meus em um Frontier 350 num lab do Rio.

Eu estava pensado naqueles da Minolta ou Nikon de mesa. Eu escaneio os meus em um Frontier 350 num lab do Rio.
Aqueles Scanners Minolta e Nikon são modelos caseiros de negativos, aqueles são bem legais, são melhores que a Frontier. :) Eles são bem detalhados, já cheguei a usar um Minolta, ele chegava a resolver o Grão do filme, o que é bantante. :) Agora pago pau mesmo é para o Cilíndrico da Villimpress, muito bom aquele Scanner.

Quando o dindin der, estou pensando em um da Nikon com ICE acho que vai ser bem legal, pena que eles são tão carinhos… :nonono:

ps.: Leo, o pessoal tá todo no chat do fórum se quiser entrar. :thmbup:

To indo lá dormir cara.
Deixa para amanhã…
:slight_smile:
Vlw o convite.

Eu scaneio na frontier tb e acho a resolução razoável tb… mas dá para fazer ampliações 20x30cm tranquilo… (mas eles somente escaneiam em 6,0 megapixel).

O preço médio de mercado é de 10,00 a 15,00 por filme e já vem num CD as fotos…

Abraços,

Renato

Pior que eu acho que essa loja trabalha com um frontier, não é nada muito sofisticado. Então acho que a melhor opção então é digitalizar a partir de um ampliação, o que muito vai aumentar o custo. Acho dificil achar um desses ‘Cilíndrico da Villimpress’ perto de minha casa e o preço imagino que não deve ser nada em conta.

Olá!
Realmente digitalizar com “perfeição” é complicado.
Eu tenho umas 500 fotos antigas, de filme e os negativos…
Aí eu resolvi digitalizar tudo, colocar um CD, etc… resolvi organizar, colocar em ordem, etc…
Porém, eu percebi que algumas fotos, se forem scaneadas em 1200 dpi’s reais do scanner, a foto ficava muito boa, e em contra-partida, algumas fotos da frontier, ficaram melhores, e outras piores… não dá para explicar! heheh - os grãos da foto scaneada é diferente da digitalizada direto do negativo. A foto já foi modificada, melhorada ou piorada na hora de revelar heheh - já o negativo é aquilo e pronto. Se ele estiver bom, sem a necessidade do uso do ice, mas usando este recurso (hahah) por exemplo, etc… fica bom…satisfatório. Mas perfeito mesmo acho que é só essas máquinas cilindricas…
Bom, todo o caso, eu vou terminar o scaneamento dos meus arquivos e montar uma pasta escaneada e outra digitalizada… aí quando precisar de uma foto eu vejo qual delas ficou melhor - digo isto porque para digitalizar tem um lance de foco e as vezes é quase impossível achar o foco perfeito no negativo… não sei pq…

Abraços,

Renato

É como o Renato disse, vale a pena mesmo sendo do frontier, na média sempre será melhor do que ampliar e fazer do papel, mesmo porque os minilabs digitais (como os frontier) imprimem as ampliações em resoluções que variam entre 200 e 400 DPI, então mesmo que seu Scanner de mesa seja fantástico e tenha mais do que isso você não conseguirá nada muito melhor.

Bom, acabo de mandar digitalizar do negativo algumas pra ver como fica, mesmo pq é mais prático e mais em conta. O Lab não é frontier, é da Kodak, não sei que scanner eles usam: :blue: Agora só resta eu esperar pra ver como fica. De repente eu posto até uma aqui pra vcs verem. Obrigado pela ajuda de vcs

abs

A ampliação do negativo sempre será melhor. Procure fazer em um laboratório legal que ficará muito melhor que escaniar do papel. No negativo a densidade da imagem é muito maior que no papel.
Carlo essa informação não procede, existe perda significativa na ampliação, mídias grandes por exemplo só aceitam digitalização a partir da película e feitas em bons scanners de negativos (normalmente modelos cilíndricos de altíssima resolução). Já vi imagens geradas não interpoladas com 105MP em scanners cilíndricos. :) Na média um scanner cilíndrico médio obtém imagens de 44MP e um desses caseiros da Nikon de cerca de 9 a 12MP. :)
Concordo! Há pouco tempo fui no melhor laboratório do Rio, a Fotosfera, que faz serviços até para a Rede Globo para fazer uma ampliação 40 x 60 cm de uma foto minha gerada por uma câmera de 8 MP e conversei com um técnico de lá e me falaram que no escaneamento de fotografia convencional eles primeiro passam a foto para o papel e depois escaneiam e nunca fazem diretamente do negativo. Abraço.

PS.: O preço deles é “ótimo”. 2 X mais caro que outros laboratórios do Rio.