NITIDEZ x DOF x DIFRAÇÃO

Até um tempo atrás, eu pensava que quanto maior a abertura do diafragma, maior seria a nitidez… :doh: Mas já sei que não é bem assim… Cada lente tem seu pico de nitidez em uma determinada abertura…

Mas agora indo realmente ao assunto:
Numa praia por exemplo quando o objetivo é fazer um foto de paisagem, onde precisa-se obter nitidez, mas ao mesmo tempo manter uma DOF gigantesca sem causar difração (nem sei o que é difração)… O que fazer ?? Se usar a abertura máxima (numa 50mm 1.8D usando-a como exemplo, seria f/22 a abertura máxima), obtém-se o DOF desejado, porém causaria difração… E se usar a abertura intermediária (numa 50mm 1.8D usando-a como exemplo, seria f/11 a abertura intermediária) não se obtem o DOF desejado…

Seria Hiperfocal a solução pra isso ?? Ou há um outro método ?? Usar a Hiperfocal em quanto, f/11 ?? Ou f/? ??

Rafael eu vou opiniar com meu exemplo, estou com uma 10mm e sofrendo para ter fotos no foco e nitidas, é uma lente muito sensivel e apesar do gigantesco DOF, milisesimos a mais ou menos eu perco a foto. Mr Hide citou a questão do hiperfocal, comecei a ler e entender, entrei no site Online Depth of Field Calculator e ontem passei o dia calculando e fazendo contas, so assim consegui fazer fotos tudo nitido, no foco, perfeito. Porem tem que treinar, nao posso ficar andando com notebook para acessar site, fita metrica para ficar calculando. Fiz uma tabela com as aberturas que mais uso e distancias e descobri o fator em comum entre elas, agora treinar.
Mas é complicado, estava ate meio desanimado com a lente, pois é meio chato, mas como obtive resultados melhores me animei.

abrçs.

Rafael, só tome cuidado com os termos. Na sua 50mm, f/1.8 é a abertura máxima, e f/22 é a abertura mínima!

Mas via de regra é isso mesmo, tem um limite onde a difração começa a atrapalhar. Geralmente, para fotos de paisagens, eu costumo usar entre f/11 e f/16, dá um bom compromisso entre nitidez e profundidade de campo. Mas o uso da distância hiperfocal é quase obrigatório.

Abraços

:doh: :doh: :doh: Viajei quando tava digitando :hysterical:

O Humberto matou a pau com esse comentário…

O “compromisso” exige uma escolha sua. Para isso é necessário vários e vários testes antes. Há que se estabelecer o limite máximo tolerado pelo fotógrafo (e sua habilidade de pós) para suportar a difração. Estabelecido esse limite, pode-se muito bem passar um pouco do ponto máximo de nitidez, com alguma perda conhecida e tolerada, para conseguir um DOF mais longo. Em outras palavras:

"Tenho uma cena que se apresenta com 5 planos de interesse distintos. 1-areia (1m de distância), 2-galho de árvore tombado (3m). 3-pedra e água (5m-10m), 4-água (5m-infinito), 5- água e nuvens (5m-infinito). E quero conseguir boa definição em todos eles. Sei (pelos testes feitos anteriormente) que meu pico de nitidez para aquela DF setada é em f/8, mas tb sei que se setar f/8 não consigo fazer hiperfocal para abarcar no DOF 1m até infinito. Sei que se setar f/16 consigo de 1m até infinito. E tb sei que f/16 já derruba a nitidez um pouco mas não muito e aceito esse nível de perda. Aí está o compromisso assumido e aceitado. Pronto, a foto já pode ser obtida.

Mas se vc não domina sua lente, não conhece as melhores aberturas, não sabe o quanto se perde de nitidez com a difração em cada abertura diferente, não sabe calcular hiperfocal, não vai nem conseguir assumir compromissos conscientes, nem fazer escolhas acertadas para conseguir a foto.

Estude hiperfocal e conheça seu limite aceitável para a perda de nitidez pela difração. Só assim vai conseguir obter suas fotos.

E não se prenda a regras!

F/5 pode ser suficiente para uma foto de paisagem. A percepção de foco é relativo ao tamanho da impressão que você vai fazer.

E mesmo em uma paisagem, você deve identificar o que vai ser visto primeiro ao visualizarem a foto, e garantir que isto esteja em foco no mínimo.

A relação entre DOF e difração é bem difícil de acertar, principalmente pra quem é pixel peeper e perfeccionista.

se puder da alguma lida em tutoriais, ou cursos basicos
22 e abertura minima!!!
abs.

aproveitando, acho que tem relação com o assunto (ou não?!)
sábado fiz umas fotos em estúdio, iluminação com duas tochas, usei a t4i em ISO 100, velocidade 1/200 (limite da minha câmera para sincronizar) e diafragma variando F11 / F13
eu nunca tinha usado abertura F assim, pois costumo usar em 2.5/2.8 nas externas
com grande abertura as vezes perco o foco e achei que teria fotos muito nítidas/focadas em F11/F13 mas não ocorreu tanto como eu imaginava, algumas não ficaram como eu esperava… estava com a 50mm 1.8

Acho que você chegou um “pouco” atrasado… Eu já corrigi isso lá em cima, foi um erro de digitação :ok:

Nossa! E eu tô apanhando tanto com a minha fixa de 35mm. Principalmente em fotos noturnas. E como é uma lente bem clara, achei que iria conseguir ótimos resultados, mas está difícil acertar a mão. E a nitidez tão desejada para fotos de paisagem também não rolou. Tenho essa lente há pouco mais de um mês e ainda não a dominei direito.
Engraçado que observo bem o equilíbrio de luz no fotômetro da câmera, mas quando jogo a foto no computador, vejo que a foto ficou escura demais. Pensei que fosse calibragem do monitor, mas não é! Alguém mais também encontra ou já encontrou dificuldade com essa lente?
Isso sem sair do tópido:- Nitidez x DOF x Difração

Outra alternativa é fazer Focus Stacking.

Este é o tipo de tópico que me faz lamentar não haver uma marcação de tópicos favoritos no MF. A gente entraria nos favoritos e estariam lá todos os tópicos bons para leitura com calma.

cada um chega quando tem tempo livre para se divertir no forum,
mas se foi erro de digitaçao, melhor para voce!!!,bola pra frente
o tema que voce postou e muito interessante de desenvolver.
Grande abraço.

Caso tenha algum dispositivo com android, instale isso:

althoffj obrigado, eu baixei o DOF calc, bonzinho tb, mas nao tem todas as cameras da canon, so as mais tops, o resto é DLSR. Vou baixar esse tb, alias esta fazendo um monte de teste ate agora justamente sobre isso.

abrçs.

Excelente dica! Vou instalar no meu celular.

postei na galeria, tem algumas externas também, onde foi usado rebatedor:

Não sei se é exatamente essa a lente que estavas utilizando, mas no teste do site photozone (http://bit.ly/Z5pCOe) o pico de foco fica em f/5.6, talvez por isso não tenha dado o resultado esperado.

Desculpe reativar o topico depois de tanto tempo, mas a duvida do nosso colega é EXTREMAMENTE recorrente no mundo da fotografica… Principalmente para um amador, como eu…hehe

Eu estava pesquisando sobre DOF e nitidez da lente, qunado mi deparei com exatamente a mesma duvida…

Essa explicação é excelente, mas serviria apenas para quem estivesse buscando a distancia hiperfocal… Mas e quem busca o foco no infinito, oq fazer?

Minha lente da NEX-F3:

[b]Melhor nitidez possivel:

28mm f8[/b]

f8 já nao seria suficiente para uma grande DOF?

Pode ser, mas como aqui foi dito, vai depender da lente.
Geralmente em sites ou em testes de lentes em revistas eles fazem uma análise de nitidez máxima/abertura, lembrando que isso tbm vai depender do assunto a ser fotografado.

Foco infinito e hiperfocal são a mesma coisa ao meu ver, me corrija quem souber…