" Para que fotógrafo ? Chama aquele tio

… que tem uma câmera “boa” e pede pra ele fazer as fotos"

Pra que cerimonialista ? Chama aquela tia que sabe fazer decoração.
Pra que musico ? Chama aquele primo que aprendeu tocar violão.
Pra que contratar Buffet ? Pede pra vó fazer um panelão de comida.

Ontem vi essa matéria no Facebook e fiquei rindo a toa.
Tudo bem, a questão é “economizar” no casamento, mas não precisa desmerecer nenhuma profissão certo ?!

No MEU casamento por exemplo, eu mesma fiz a decoração, eu mesma organizei buffet, meu marido quem cantou, nos fizemos lembrancinha e convites. Mas além de ser pelo lado da economia, foi pelo fato de que nos queríamos participar de exatamente tudo bem de perto. Mas nunca desmereci trabalho de ninguém, pelo contrário, se eu tivesse condições naquela época, poderia ter sido diferente. Somente o fotógrafo eu contratei.

Agora, o que essa mulher fala, alguns levaram realmente pelo lado da economia, alguns levaram pelo lado ofensivo. E vocês o que acharam ?

https://www.facebook.com/AmorPelaFotografia/videos/1006634552703472/
PS: Não consegui achar o link do video direto pra postar :frowning:

A
MINHA
impressão é que fotógrafos sofrem um bullying muito grande… :hysterical:

Quando meu irmão se casou, ficou espantado com o preço que o fotógrafo queria cobrar (e nem era alto). Mas para a decoração e comida, gastou muito mais e não reclamou.

Um primo q fez faculdade de fotografia reclamava q os pais puxavam mais o saco de seu irmão (q era formado em direito).

Fora as velhas conversas q já ouvimos, como: “com uma câmera boa, até eu tiro fotos bonitas” ou “além de tirar fotos, vc tbm trabalha?”… >:(

As pessoas não levam muito a sério quem segue a carreira artística. Acham q para ser ator, basta ter boa voz, ser engraçado ou bonito. Para tocar bem, basta ter um bom instrumento, etc…

Ótima dica!! Passarei a adotá-la!

O povo se dói demais, faz burburinho por pouca coisa…

Acham que todo mundo tem 500 mil conto pra gastar e fazer casamento??

Se não tem dinheiro, faça isso mesmo! Melhor pedir pro amigo que tem câmera boa e tá querendo aprender do que contratar fotógrafo por R$500,00… garanto que o amigo fará com melhor dedicação e captará melhores momentos!

O que não dá é pra ficar na ilusão de achar que todo mundo tem que contratar o melhor fotógrafo da cidade!

Quando as pessoas falam que com a minha câmera é fácil e até ele faz, eu não desacredito não.

Realmente , nos dias de hoje, com toda tecnologia e acesso a informação não é difícil um leigo fazer foto boa.

Acho que o fotógrafo “profissional” deva se destacar em outros aspectos,como bom atendimento,agilidade na entrega,fazer um álbum de qualidade e durável , ser paciente …

Fotografia bonita é uma das últimas coisas que o cliente quer mesmo, se não fosse assim não chamaria “o Tio com Câmera de zoom”.

o cara que vai casar quer saber de uma coisa “BBB”

Bom
Bonito
Barato

Se puder economizar em alguma coisa ele vai !

infelizmente somos nós as vítimas.
Perguntem para os cinegrafistas se estão felizes kkk

Gostei da resposta Sassai.
Fico imaginando se o dono do restaurante francês que cobra 500 reais um jantar fica revoltado com quem vai encher o bucho com x-mega-tudo da lanchonete do seu Zé por 5 “real”.

Olha aí, uma boa sugestão de nome para a empresa fotográfica: “O tio que tem câmera”

Quando falarem: “Chama o tio que tem câmera”, estarão recomendando sua empresa.

:smiley:

Quase o motel “Cê que sabe”.

:hysterical: :hysterical: :hysterical:

Rafa, foi fortemente baseado nisso :smiley: :hysterical:

Legal é no final do vídeo em que a apresentadora fala: “…Detalhe que não pode faltar e que VOCÊ NÃO PODE ECONOMIZAR que é o bolo…”.

Putz! lembrei logo que dá sim pra economizar no bolo de casamento!!!..é só pedir a essa dupla aqui!

Devo concordar com o Rodrigo Eduardo, pois hoje em dia o celular tá tão avançado em tudo!!! A camera que hoje em dia vem nos modelos mais top, vem com controle de abertura, controle de exposição, e mais coisas iguais a de uma DSLR, ai eu pergunto: O que tá fazendo a diferença para quem quer tirar boas fotos e tem um bom celular para isso e que não precisa de um “profissional do ramo”?

Então ai entra o que o Rodrigo falou: bom atendimento,agilidade na entrega,fazer um álbum de qualidade e durável , ser paciente…

A economia tá empurrando tanto as coisas uma sobre as outras que não vou estranhar ver algum dia um cartaz assim:

  • Fotógrafo de casamento, confecção de vestidos, maquiador/cabelereiro, confeiteiro/buffet, serviços gerais e padre casamenteiro!
    Contatos: (xx)x-xxxx-xxxx - email: faztudoemum@email.com.br
    Preço: R$ 700,00 - Aceito ofertas!
    :aua:

:hysterical: :hysterical:

Mas o que realmente acontece é isso, uma vez eu vi no facebook, uma menina colocou assim:

Eu sou instrumentista(auxiliar do médico na cirurgia)/fotógrafa e vc ?

Aí veio várias coisas /fotógrafo

Até que vi um lá fotógrafo/fotógrafo.

O fato é que hoje em dia para começar a pessoa não sobrevive só da fotografia ela tem que conciliar com outro trabalho até se dedicar inteiramente a ela.

Realmente uma boa câmera faz diferença sim e cada vez o mercado está mais competitivo onde cada detalhe faz a diferença como atendimento etc…

Entendo, mas não concordo.

Uma vez eu fui em um workshop da fotógrafa Camila Butcher, e ela disse que estava comentando com um amigo dela que é engraçado que ninguém que aposenta e quer ser advogado.

Infelizmente é isso que acontece e temos que estar ciente que pegar uma máquina e “apertar” o botão qualquer um pode fazer.

pra mim isso tudo é muito simples…

01 - tá gastando dinheiro bom com todo o resto - vai gastar com fotografia também
02 - tá economizando em tudo - vai economizar na fotografia
03 - tá realmente com pouquíssima grana - vai chamar o tio com câmera…

não acho que adianta querer ficar invertendo essas coisas… nunca ouvi falar dum casamento “pobre” que tivesse fotógrafo excelente (e “caro”)… nem de casamento “rico” que economizasse em fotógrafo…

estou fora desse tipo de mercado, mas particularmente acho que o pessoal de filmagem sofre bem mais com isso. A maioria julga as fotos importantíssimas, o vídeo nem tanto.

É que vídeo é muito chato de ver. rsrsrsrs

isso isso isso isso

Sinceramente… Se meu tio fosse o Steve McCurry, eu não contrataria nenhum fotógrafo! :smiley:
Por outro lado já fui chamado para fotografar casamento de parente, e dei o álbum como presente de casamento… Foi bom para os dois! O que tem que ficar clar é que tem gente que não valoriza a fotografia e esses nunca serão clientes de fotógrafos, cabe aos profissionais da área se diferenciarem do “tio com câmera”, e olha que tem muito tio que fotógrafa muito melhor do que profissionais!

Posso estar completamente enganado, mas baseado em minha POUCA experiência, quem mais reclama dos preços dos fotógrafos de casamentos é um grupo restrito.

Pobres não fazem questão disso. Na maioria das vezes pedem para alguém com smartphone registrar os momentos, ou pagam algum fotógrafo q cobra preços populares.

Ricos de verdade não economizam nas festas.

O problema é atender aquela faixa que quer ter a melhor festa, mas falta grana. A “ostentação”. Tipo aquele que tem R$ 60 mil na conta para comprar um carro, mas vai lá e financia um de R$ 100 mil… :hysterical: :hysterical:

Ja conheci tantos “tios” que viraram profissionais depois que comprou uma camera fez as fotos do casamento de algum parente. Tantas maes que viraram profissionais depois que comprou a camera e comecou a mostrar as fotos que fez dos filhos para as amigas e vizinhas. As vezes se saem ate melhores que muitos profissionais mais experientes.

Ao contratar um profissional vc pode estar pagando para um tio de alguem quando vc poderia usar o seu tio de graca. :smiley:

Certamente, muitos desses que reclamam da “prostituicao do mercado” eh ou ja foi um Tio, uma Mae, um GWC qualquer.

Assino embaixo

Quando o mercado está repleto de profissionais que sabem apenas configurar a câmara fotográfica, nada mais natural do que chamar o parente que tenha uma câmara boa. Quantos se dedicam ao estudo da luz, composição, sensibilidade no olhar, aumentar a bagagem cultural? Quem tem tudo isso não precisa de câmera cara pra fazer coisa boa. Mas essa não é a realidade.

O fotógrafo Jerry Ghionis fez um álbum inteiro de casamento usando somente um IPhone e o enviou ao concurso anual da WPPI (Wedding Photography Association), sem dizer a ninguém o equipamento utilizado, e ficou em 4º lugar.

Agora me digam: Quem aqui acha que a Yongnuo, Sigma, Tamron, prostituem o mercado de equipamento fotográfico? Quem se preocupa se os pobres diretores e acionistas da Nikon, Canon, Sony, que dependem de seus consumidores pra sobreviver, terão que diminuir suas ceias de natal porque você preferiu gastar 2 mil numa lente boa ao invés de 7 mil numa ótima?
Vejo muito mimimi de pessoas que não sabem o que a palavra “mercado” significa. Se você não consegue se manter no mercado, não é culpa dos outros profissionais. A culpa é sua de não saber entender e se adaptar à realidade econômica que te cerca.