Qual a mais bonita?

Vi essa foto e gostei muito pessoal … vou compartilhar com vcs …

Qual das fotos será mais bonita hein? a que o cara tirou ou essa q estamos vendo?

http://www.raegoul.org/pics/birding.jpg

Beleza de foto mesmo!

HEhehehe
Sei lá :slight_smile:
Tem umas sementes na mão, é inverno e o bicho devia estar com muita fome…

De toda forma, é um ótimo registro!!! :clap:

Acho que essa deve ser bem mais emocionante. :slight_smile:

Tão fantástica a foto que chego a pensar na possibilidade de montagem!

Ta aí o Making Of … heheheh :thmbup:

http://www.raegoul.org/pics/biopic2.jpg

http://www.raegoul.org/pics/tit1.jpg

http://www.raegoul.org/pics/tit3.jpg

Essa o resultado

http://www.raegoul.org/pics/tit2.jpg

Qual mais bonita? a do primeiro post ou o resultado?

Eu gostei mais da primeira …

Sabia que havia algo errado aí… é um pássado adestrado… ou o fotógrafo é hipnotizador de pássaros. Já vi isso uma vez… um mágico hipnotizador de pombos.

Não vejo nada de errado … somente belas fotos …

Tem umas sementes na mão, é inverno e o bicho devia estar com muita fome...

Pictus, a questão é outra, penso eu que não tem a ver com inverno nem fome. Em alguns parques perto de onde eu morava em Perth na Australia, ou mesmo no jardim de casa era só colocar uns cereais na mão que vinham vários passários, eu tenho algumas fotos com uma Krakatoa em cada mão. Os animais não tem medo das pessoas, australianos não matavam nem aranha em casa, quando surgia uma cobra ligavam para um órgão público que vinha retirar. Acho que é por aí, no Brasil além dos animais não serem tratados com respeito, existem muito menos, o que eu via de pássaros enormes nos jardins de casas comuns lá, e era uma capital de 1,5 milhão de hab., Porto Alegre tem a mesma população, mas quase não se vê animais. É bem fácil conseguir uma foto assim em lugares como algumas regiões dos US, Canadá p ex.

Não vejo nada de errado .. somente belas fotos ...
:thmbup: :thmbup:
Tem umas sementes na mão, é inverno e o bicho devia estar com muita fome...

Pictus, a questão é outra, penso eu que não tem a ver com inverno nem fome. Em alguns parques perto de onde eu morava em Perth na Australia, ou mesmo no jardim de casa era só colocar uns cereais na mão que vinham vários passários, eu tenho algumas fotos com uma Krakatoa em cada mão. Os animais não tem medo das pessoas, australianos não matavam nem aranha em casa, quando surgia uma cobra ligavam para um órgão público que vinha retirar. Acho que é por aí, no Brasil além dos animais não serem tratados com respeito, existem muito menos, o que eu via de pássaros enormes nos jardins de casas comuns lá, e era uma capital de 1,5 milhão de hab., Porto Alegre tem a mesma população, mas quase não se vê animais. É bem fácil conseguir uma foto assim em lugares como algumas regiões dos US, Canadá p ex.


Brasileiro não respeita nada. :frowning:

Por aki não se respeita nem uns aos outros, quanto mais animais …

ja perceberam que quase tudo de ruim Brasil tá no meio ? hehehehe … mas agente não desiste não.

Tem umas sementes na mão, é inverno e o bicho devia estar com muita fome...

Pictus, a questão é outra, penso eu que não tem a ver com inverno nem fome. Em alguns parques perto de onde eu morava em Perth na Australia, ou mesmo no jardim de casa era só colocar uns cereais na mão que vinham vários passários, eu tenho algumas fotos com uma Krakatoa em cada mão. Os animais não tem medo das pessoas, australianos não matavam nem aranha em casa, quando surgia uma cobra ligavam para um órgão público que vinha retirar. Acho que é por aí, no Brasil além dos animais não serem tratados com respeito, existem muito menos, o que eu via de pássaros enormes nos jardins de casas comuns lá, e era uma capital de 1,5 milhão de hab., Porto Alegre tem a mesma população, mas quase não se vê animais. É bem fácil conseguir uma foto assim em lugares como algumas regiões dos US, Canadá p ex.


Brasileiro não respeita nada. :frowning:

Leo, sou obrigado a discordar…

TAntoque o tráfico de animais é para o exterior e não para o Brasil.

A Austrália é uma excessão, não a regra. E acredite a gente mata menos animais doque a grande maioria do primeiro mundo.

É uma questão social um pouco mais profunda do que dizer que não respeitamos nada, eu diria até que é reduzir demais o problema.

Agora sobre a foto, a primeira é a mais bonita… tb só vejo belas imagens

Tem umas sementes na mão, é inverno e o bicho devia estar com muita fome...

Pictus, a questão é outra, penso eu que não tem a ver com inverno nem fome. Em alguns parques perto de onde eu morava em Perth na Australia, ou mesmo no jardim de casa era só colocar uns cereais na mão que vinham vários passários, eu tenho algumas fotos com uma Krakatoa em cada mão. Os animais não tem medo das pessoas, australianos não matavam nem aranha em casa, quando surgia uma cobra ligavam para um órgão público que vinha retirar. Acho que é por aí, no Brasil além dos animais não serem tratados com respeito, existem muito menos, o que eu via de pássaros enormes nos jardins de casas comuns lá, e era uma capital de 1,5 milhão de hab., Porto Alegre tem a mesma população, mas quase não se vê animais. É bem fácil conseguir uma foto assim em lugares como algumas regiões dos US, Canadá p ex.


Brasileiro não respeita nada. :frowning:

Leo, sou obrigado a discordar…

TAntoque o tráfico de animais é para o exterior e não para o Brasil.

A Austrália é uma excessão, não a regra. E acredite a gente mata menos animais doque a grande maioria do primeiro mundo.

É uma questão social um pouco mais profunda do que dizer que não respeitamos nada, eu diria até que é reduzir demais o problema.

Agora sobre a foto, a primeira é a mais bonita… tb só vejo belas imagens


Mas convenhamos Alex, quem preda para trafico é o próprio brasileiro que acha legal ganhar uns trocados vendendo a própria fauna, veja se no primeiro mundo eles capturam os animais deles para mandar pra fora? Se o cara fizer isso pega Cana das boas, é que o jeitinho brasileiro é fogo, não é que ele destrói o dos outros, ele destrói o próprio patrimônio, não é que o Brasileiro vai buscar passarinho na áfrica para o tráfico, ele pega aqui mesmo e isso é um pouco absurdo, o primeiro mundo já passou por essa fase, atualmente eles protegem bem o que é deles, exatamente para não perderem o que é deles. :confused:

Alex, ressalvado o seu conhecimento pela área, o curioso é o seguinte. Vamos a qualquer mata aqui (eu disse mata), nenhum animal se aproxima, muito difícil, quanto mais pássaros. Lá era só colocar algo na mão, que os animais vem, por alguma razão eles não tem medo, e o que eu observei é que as pessoas evitam ao máximo contato agressivo, matar é última opção. Nos Estados Unidos não é muito diferente, claro que existem exceções, mas até para ursos Grisly (que são perigosos) e costumam invadir áreas urbanas eles ligam para órgãos públicos retirarem os animais. Acampei muito quando moleque, em alguns lugares bem selvagens, não lembro muito de ter visto animais da nossa fauna, para não dizer nunca, os bichos se escondem, tem medo. Enfim, é relativamente fácil fazer esse tipo de foto em alguns lugares fora do Brasil, cangurus vinham comer na minha mão tanto em lugares selvagens quanto em parques, vou tentar postar uma foto que tenho alimentando um golfinho numa praia chamada Monkey Mia onde (não sei como) os golfinhos se acostumaram com os frequentadores da praia e vem até a areia, com água pelo nosso joelho, e algumas pessoas dão peixes a eles (detalhe, existe peixe em abundância na região, não é por falta de comida a razão da proximidade). Essa tirei com água na altura do joelho, vou tentar scanear uma que tenho alimentando ele: http://www.flickr.com/photos/gustavorm/24585316/, essa com pelicanos, no mesmo lugar: http://www.flickr.com/photos/gustavorm/17320854/in/set-387645/ , não tão amistosos mas relativamente tranqüilos.

Muito interessante essa foto (a primeira).

Por aqui no Brasil nos fazemos contato com passaralhos de maneira mais cordial, pagando uma “branquinha” pro nosso pequeno amigo de penas, como nessa foto que tirei de um beija-flor (na verdade era só água com açúcar, gente!)

beija-flor amigo

beija-flor amigo II

Em tempo, vocês sabiam que os batimentos cardíacos de um beija-flor pode chegar a 600 por minuto (!).

A primeira realmente é muito bonita.
As outras tb :stuck_out_tongue:

Bem, aqui no Rio ainda existem uns micos que comem na nossa mão.
É claro que desconfiam bastante…