Revelação cruzada e tratamentos

Prezados:

Há quase um ano um amigo de fórum, o Beto Eterovick me mandou alguns rolos de cromo vencido desde 2000.

O primeiro deles fiz normalmente e mandei revelar como cromo (E¨). Ficou ruim, pois o fundo do filme não ficou transparente, e isso deum uma coloração marrom às fotos.

Aí resolvi fazer um outro revelando como negativo, isto é, em C41 (aliás, coisa prática, basta mandar para o Lab).

O resultado é misturado. Interessante mas ao mesmo tempo com falhas, a principal delas zonas estouradas das fotos devido á redução de latitude pela revelação cruzada (o que eu não esperava, pois nunca tinha feito).

Ao chegar em casa percebi que os escaneamentos poderiam ficar mais interessantes, inclusive recuperando um pouco as altas luzes, se eu diminuisse muito a saturação e mudasse o hue.

Aí vão os resultados. O tema é o mesmo de sempre.

  1. Duas versões. A primeira com o tal tratamento de saturação e hue, a segunda com as cores malucas da revelação cruzada.

http://img476.imageshack.us/img476/5546/085600299gm.jpg

http://img207.imageshack.us/img207/6864/08560029copy7px.jpg

http://img318.imageshack.us/img318/7759/085600256sm.jpg

http://img476.imageshack.us/img476/2764/085600262wf.jpg

Uma paisagem e um retrato ambiental. A paisagem com severo tratamento, o retrato menos.

http://img486.imageshack.us/img486/2610/085600071fr.jpg

http://img422.imageshack.us/img422/4421/08560003b4re.jpg

Olá Ivan, vejo que arrumou utilidade para os filmes, rsrsr. Tirando os problemas que vc relatou, gostei das cores pós hue e saturação. As não tratadas ficaram meio lomofotografia, e como gosto deste estilo, apreciei os testes. A última está fantástica. Me remeteu á imagens antigas, feitas em filme com filmadores antigas, sei lá. E segurou até bem as luzes das janelinhas de vidro.

Espero que não tenha feito vc gastar dinheiro à toa. Penso que foi válido pelo aprendizado.

Até,

Gostei do efeito das cores, Ivan

E a última foto eu achei particularmente interessante, muito legal

gostei também do resultado! Parabéns! :clap:

Falando em lomo, to querendo compar uma câmera de lomo p/ mim, estive conversando com meu irmão, ele disse que uma com fisheye lá na espanha sai por menos de 30 euros! Acho que vale a pena, gosto muito desse tipo de fotografia!

Nem parece que o filme está vencido.
Se eu não soubesse, até imaginaria que foram tratadas no Photoshop.
Fotos muito bonitas. Achei que foi válida esta experiência.

A primeira e a terceira estao fantásticas. As cores ficaram excelentes e o fato da sua filha nao estar olhando para a camera deixou os retratos bem interessantes.

Já o verde da segunda nao me agrada. E as outras eu diria “Simples, a la Ivan…” (como vc gosta de escutar…rsrs) Se eu visse essas fotos no fórum sem ver o seu nome, saberia que eram suas : )

Obrigado, caríssimos.

Beto: você não me fez gastar dinheiro sem razão não. Foi muito legal a experiência e ainda tenho o terceiro rolo. Agora, já tendo aprendido que tem de expor um pouco menos devido à revelação cruzada acho que vou conseguir sem nenhum tratamento posterior coisas legais (verdonas)

Marcelo: é. Fotos simples -risos. É mais difícil ser simples do que parece!

A última eu tive muita consciência do enquadramento “noir”, tanto pelo desenho do banco quanto a parte enorme na esquerda deixada à parede. Eu também gostei dela, embora tecnicamente não seja uma boa foto.

Abraços,
Ivan

Desobstrui meu canal de ignorância, rsrsrrsrs. O que é enquadramento “noir”? Noir do francês?

Beto: Cinema Noir é um tipo de cinema praticado na França durante os anos 60, principalmente, que se caracterizava por esse aspecto meio soturno, meio existencialista.

vivendo e aprendendo! Valeu pela informação!

Gostei dos tons esmaecidos, principalmente na paisagem, parece saida de uma NG antiga