Seguro de equipamento

Oi gente!

Todos temos medo de ser roubados quando saímos para fotografar por aí.
Lí o post Mundo Fotográfico - Fórum de fotografia. Tudo sobre imagens, foto, câmeras, smartphones, vídeo, edição. sobre o assunto e troquei farta correspondência com um colega forista que me esclareceu muita coisa sobre o seguro de equipamento fotográfico.

O Gustavo me informou e até enviou documento da Porto Seguro em que está explícito que o segurado tem que fazer uso profissional do equipamento segurado sem o qual, em caso de sinistro, não podendo comprovar através de recibos, contratos, etc. este uso poderia não ser indenizado.

Esclareceu que tendo como comprovar o uso profissional a seguradora indenizaria mesmo que no ato do roubo o fotógrafo estivesse fazendo outro tipo de atividade. Fotografando por lazer por exemplo.

Aí fica um problemão pra nós que não podendo fazer este tipo de comprovação ficaríamos na mão. Lí em matéria da Fotografe Melhor que não só em Terra Brasilis mas em qualquer canto do mundo este tipo de equipamento é muito visado.

Como resolver esta questão? :blue:
Será que nós amadores temos que ficar desprotegidos pelo simples fato de não fazermos da fotografia nosso ganha pão?

Vc já deu muita sorte de achar alguém q faze seguro de câmeras, e mais sorte ainda de ele ter sido franco.

Tem um outro corretor bastante citado por aí que te garante (verbalmente) que não precisa ser profissional. Queria ver é ele cumprir essa palavra… hahahahaahah

E sobre sua pergunta… infelizmente é assim mesmo.Carros não precisam ser de uso profissional pra serem segurados. Câmera sim. =(
Deve haver alguma razão pra isso, mas (ainda) desconheço.

Conforme nosso colega forista, as seguradoras acham que sendo profissional o cara tem um cuidado especial com o equipamento - já que o ganha pão - enquanto que o amador por não necessitar do equipamento no dia a dia fica passivamente aguardando a indenização.

Mas será que isto convence? Vejamos, o profissional expõe muito mais o equipamento e em condições mais adversas que o amador, o que em tese arrisca muito mais. Será que estou errado?

Aí fica um problemão pra nós que não podendo fazer este tipo de comprovação ficaríamos na mão. Lí em matéria da Fotografe Melhor que não só em Terra Brasilis mas em qualquer canto do mundo este tipo de equipamento é muito visado.

Realmente é preocupante andar com equipamento caro, sem estar tranquilo. Os assaltos acontecem nos lugares mais bonitos para fotografar.
Em qual edição da Fotografe Melhor saiu essa reportagem?

Abraços…

Esses dias estava passeando pelo Digiforum e vi esse anúncio, não sei se é confiável, mas eles seguram inclusive amadores e equipamentos sem nota fiscal: DigiForum :: Login

Credilson me enganei de publicação

Em qual edição da Fotografe Melhor saiu essa reportagem?
Foi na Fotographos N.o6 matéria de Rodrigo Torres Costa

Ricardo valeu o toque do Digiforum, lí o anúncio da Kertzmann e mandei um e-mail para nosso colega forista Gustavo que me deu as informações sobre seguro para ele avaliar. Pois me parece que ele tem experiência no assunto.

[b]Credilson[/b] me enganei de publicação
Em qual edição da Fotografe Melhor saiu essa reportagem?
Foi na Fotographos N.o6 matéria de Rodrigo Torres Costa

Ricardo valeu o toque do Digiforum, lí o anúncio da Kertzmann e mandei um e-mail para nosso colega forista Gustavo que me deu as informações sobre seguro para ele avaliar. Pois me parece que ele tem experiência no assunto.


Fiz meu seguro com ele! Não tive problemas, pq tb não precisei usar! :risada2:

Brincadeiras a parte, espero não ter problemas caso aconteça, mas é uma incognita! ele tem mais de 30 anos de mercado. :thmbup:

Fiz com Kertzmann também, não tanto por escolha, mas mais porque foi a única possibilidade que sobrou.
Fiz na cara e na coragem, porque ainda assim as informações da corretora e da seguradora eram divergentes.

Se der pau, conto pra vocês. :mf_w00t2:

Meu seguro foi feito com o Marcos Kertzmann…

O cara me liga até no meu aniversário para dar os parabéns!

Felizmente eu uso profissionalmente, mas isso não foi impecilho pra fazer o seguro.

Abraço,
Fernando

Reativando este tópico, para quem está precisando.
Recebi esta cotação.

Prezado(a) Senhor(a),

Respondendo à sua solicitação: Equipamentos até o valor total de 4.000,00, é cobrado o mesmo prêmio ( mínimo da Porto Seguro );

SEGURO DE EQUIPAMENTOS FOTOGRÁFICOS, CINEMATOGRÁFICOS, VÍDEO E ÁUDIO, PARA EQUIPAMENTOS PROFISSIONAIS

PRINCIPAIS ESCLARECIMENTOS, RELATIVOS
ÀS CONDIÇÕES GERAIS, ESPECIAIS E CLÁUSULAS
PARTICULARES CONSTANTES DAS APÓLICES DA
MODALIDADE.

COBERTURA

Quaisquer eventos de causa externa (roubo e/ou furto qualificado, incêndio, queda, quebra, amolgamento e acidente de natureza súbita e imprevisível.

Obs: Não estarão cobertos equipamentos quando deixados em veículos estacionados, sem o usuário.

Poderá ser feita cobertura opcional de danos elétricos, mediante adicional de 1% sobre o valor desejado para esta garantia.

ÂMBITO DA COBERTURA

Todo o território nacional – 24 horas por dia.

CUSTO ANUAL DO SEGURO
5,0 % ou prêmio mínimo + custo de apólice + IOF (imposto de operações financeiras).

Exemplo:
Valor do equipamento …= R$ 200,00 prêmio minimo
Danos elétricos … opcional x 1,0% .=
custo apólice …= R$ 40,00
iof (7,38%) …= R$ 17,71
A vista …= R$ 257,71

SEGURADORA

PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS

DO PAGAMENTO

Poderá ser efetuado em até 4 parcelas, sem juros, ou até 10 parcelas (com acréscimo). OPÇÕES DE PAGAMENTO: A.D.C (autorização de débito em conta), cartão de crédito, cheques – pré, ou boletos (carnê) – neste caso, há um adicional de 6,5% sobre o custo, ref. a despesas bancárias.

DADOS NECESSÁRIOS DOS EQUIPAMENTOS

Descrição, modelo, marca, nº de série. OPÇÕES DE DOCUMENTOS: nota fiscal, ou recibo de compra, ou certificado de garantia, ou fatura, ou foto do equipamento, focalizando o nº da série, ou ainda pode ser combinada vistoria por inspetor da companhia. Favor consultar-nos.

Obs: deverá ser elaborada a relação dos equipamentos individualmente separados, constando objeto, marca, modelo, nº série e valor.

DA INDENIZAÇÃO

Em caso de sinistro a indenização será paga tomando-se em conta o valor do bem, no estado de novo, a preços correntes na data imediatamente anterior à da ocorrência do sinistro.

PARTICIPAÇÃO DO SEGURADO

Correrão por conta do segurado 10% dos prejuízos por sinistro de perdas parciais (entenda-se:sempre que houver reparação e recuperação dos equipamentos).
Tal participação, todavia, não se aplicará em casos de perdas totais.

Obs: Franquia: Danos Elétricos = 15% com mínimo de R$ 620,00

DO SEGURADO

Nome, endereço (comercial e residencial), CEP, bairro, data de nascimento, telefone (fixo e celular), CPF/CNPJ (pessoas jurídicas), número do RG, órgão expedidor, data e local de expedição, e-mail e fax.

ALTERAÇÕES

Durante a vigência da apólice, poderão ser feitas alterações – inclusões, exclusões, substituições de equipamentos – bem como correções de redação, endereços, etc., creditando-se, ou debitando-se ao segurado as quantias devidas proporcionalmente ao prazo a decorrer.

Mateus, aproveitando que vc reativou o tópico:

A PORTO SEGURO MUDOU AS REGRAS DO SEGURO PARA EQUIPAMENTO FOTOGRÁFICO, E HOJE QUALQUER PESSOA PODE FAZER, SEJA AMADOR, HOBISTA, PROFISSIONAL, CURIOSO, ETC…

PORTANTO, TOTALMENTE LIBERADO.

Eu estava querendo fazer de todo o meu equipamento, mas estou achando esses 5% muito alto. :confused:

Leo, qdo vc precisa acionar o seguro uma vez vc passa a achar 5% barato até…rs

Então Guto… Eu fiz a conta baseado no residencial e a diferença é enorme.
Praticamente só uso meu equipamento internamente, sai menos de 2% para proteger internamente. Quando eu saio normalmente tenho apoio da guarda civil e etc, isso me faz achar caro, para fazer o seguro de externa sai mais que o dobro. Se eu achasse um de uns 3% com externa 25% do tempo eu faria na hora. :slight_smile:

:smiley: :ok:
Mateus, você poderia me passar o e-mail dessa pessoa com quem você está negociando?
Indicaram-me também a Liame, falar com o Lindolfo (lindolfo@liame.com.br). Escrevi hoje para ele e aguardo a resposta.

Mas então vc tem duas opções: incluir no seguro residencial ou fazer o seguro específico. :smiley:
O específico tem a vantagem de cobrir acidentes de causa externa, coisa que o residencial não cobre

Kika, me mande via PM seu e-mail que te envio as condições gerais e um orçamento ( para quem não sabe eu tenho uma corretora de seguros… hehe ) :assobi:
Abs !

Guto, acabei de lhe enviar um e-mail nesse do perfil.
:ok:

Pessoal eu fiz o seguro do meu equipamento na KERTZMANN SEGUROS
e não foi preciso compravar uso profissional. combram 5% do valor
do equipamento.
abraços
Everaldo

Se vc tem, poxa!
Me passa tb!