Trabalhando com fotografia

Bom, gostaria de perguntar uma coisa para vcs. Atualmente o meu forte profissional é informática (é o que faz $$ entrar). Porém estava pensando em talvez entrar para o mundo da fotografia (atravez da fotografia fazer $$ entrar tb) e levar os dois em paralelo. Só que não sei por onde começar e nem como funciona esse mundo profissional ($$) de fotografia. Alguém teria alguma dica ?
Tem um grande amigo meu, que trabalha junto com a mãe dele nessa área, ela fotografa em estúdio na maioria e ele eventos. Estava pensando em falar com ele e fazer tipo um estágio. Ir com eles nos eventos bater fotos também e as minhas fotos que eles pegarem, me pagarem uma porcentagem do total do projeto.

Bom…é isso…

Abraços a todos !!

Umas das melhores maneiras de aprender é tirando fotografia mesmo … e com esse estagio vc vai ter onde tirá-las, e ainda por cima, com algum q entende do assunto pra ficar te ajudando, ensinando …

E outra, e poderá receber por isso …

Na boa, vai na luta, o pior q acontecer é vc aprender pra caramba … heheh … oq já não o torna pior …

vc tocou em um ponto importante. hj talvez falte “do que tirar foto”

Olá Lincão!

Realmente, a melhor forma de decidir por entrar na profissão é tirando fotos. Acredito que uma dica é aproveitar alguns eventos para tirar fotos (sejam eles sociais, shows) além de convidar uma amiga bonita para uma seção de fotos de graça! :slight_smile: Ah, uma coisa que me ajuda: Sempre saio com a camera. Seja uma festa, um passeio com a familia, ou uma oportunidade para fotografar algo novo! :slight_smile: Um passeio pelo parque pode abrir um grande leque de oportunidades fotográficas!

Abraço,
Fernando

É como o Fernando falou, leve sempre a câmera com vc! Para começar vale a pena fuçar tudo desde assistente para segurar flash :wink: , ai vc vai pegando macetes primordiais, um bom curso tb é indicado.

Quando comecei ia para todos os eventos culturais (quase todos né!) ligava para a agência de produção e conseguia credenciais para shows, desfile de carnaval, … no início fiquei um pouco acanhado pois os “pro” estavam lá com suas 10D, D70, D100, meia dúzia de lentes (mentira umas 2 ou 3), flash TTL externo (um sonho pra quem tem S5000) e eu com a minha Fuji S5000 cheio de vontade de ter uma delas :rolleyes: , fui conhecendo o pessoal do ramo, fazendo amizade e ai comecei…

Bem, não chorem de nostalgia, muitos começaram assim! ESSA É A SUA VIDA!!!

ah, uma coisa boa, querm tem digital não gasta $$$$ com filmes, então senta o dedo!

Boa sorte!

Pelo que dizem tem que ser meio cara de pau mesmo… Aproveita que tua câmera já é grandinha e impõe um certo ar profissional, e manda bala em eventos sociais. A idéia de fotografar alguma amiga de graça é uma boa também, afinal é preciso aprender. E fotografar modelo ao menos pra mim parece ser das coisas mais difíceis, então tem que ter paciência. Algo me diz que a idéia do estágio seria excelente, pois ainda que não paguem bem a princípio, irias ter uma boa experiência, e ganhar confiança. Abraço!

B) Oi, bem o principal, como quando vc vai fazer vestibular, é descobrir que tipo de fotografia te dá prazer, pq fazer sem gostar é péssimo. Posso falar um pouco da foto de casamentos e aniversários.
Nas grandes cidades existe uma certa “máfia” entre cerimonialistas, decoradores e outros profissionais da área. Não chamaria de parceria pq infelizmente na maioria dos casos é esquema mafioso mesmo, eles não tardam em “queimar” quem tá fora do esquema independente se vc é bom ou não. O melhor caminho é ir se entrosando devagar, sempre com profissionalismo, postura correta (nem orgulhoso nem tolo demais), mostrando a todos seu valor e buscando amizades sinceras e tendo cuidado com as falsas. Logo vc vai se identificar com alguém de buffet e podem começar a te indicar. Se for só fotografar não indique quem faz foto e filmagem, se não tomam teu cliente.
Tecnicamente o melhor caminho é começar auxiliando um grande fotógrafo para ir pegando os macetes, estilos, dicas de iluminação, e vc fica conhecendo todo pessoal da área. No meu caso, na época era um cara que começou em 1959, só usa até hoje Hasselblad, aprendeu técnicas de pose e iluminação no tempo do p/b, quando ou vc iluminava bem ou não saía do canto. vc pode tmb comprar bons livros na amazon.com (ponha na busca BOOKS e no espaço em branco : wedding photography ou digital wedding photography). Já comprei alguns ótimos livros.
Busque sempre ser honesto com o cliente. Muitos profissionais mostram um trabalho feito pelo melhor da equipe e no dia mandam um bem inferior. Frise que é vc quem vai fazer o trabalho. Converse antes para conhecer o que o cliente gosta ou não, e anote para não esquecer. Caso tenha dificuldade em memorizar poses, vc pode escanear os livros que comprar, copiar 10x15 e mostrar para os noivos na hora da foto. Fica melhor que ficar desorientado e o serviço sai mais rápido. Use flashes potentes como Metz 45 CL1 e sempre que possível rebata no teto para ficar uma luz suave, homogênea. Um outro com uma fotocélula pode iluminar o fundo ou fazer o contraste feito em estúdio (um lado mais claro que outro…vc vê nos livros). Lembre que com este flash ele deve estar com o automático em um ponto mais forte (ex. 4.0 na câmera e 5.6 no flash).
Bem depois podemos trocar mais idéias, já escrevi demais, e é mais ou menos isso aí.
Outra coisa importante, lembre que em um casamento a responsabilidade é enorme. Os caras querem pagar pouco mas se vc pisar na bola, te tacam um processo pedindo indenização milionária. CUIDADO.
Bye

Olha! O Zeiss falou tudo. Só acrescentaria que vale a pena fazer um bom curso, direcionado para seus objetivos, ou seja, após a escolha do caminho que voce tomará.
Veja também muitas fotos, quadros, cinema, etc. Assim voce educa seu olhar, aprende composição. Analise a foto. Tente entender onde está a luz, que intensidade tinha, que horas eram, se é artificial ou natural, se usou filtro, qual a velocidade usada, o que voce faria de diferente, que lente usou, planos comprimidos (tele ou semi-tele), planos separados (normal ou grande angular)etc…etc.
Estude. Temos vários bons livros também em portugues.

caraca…fiquei de boca aberta aqui !!!

vou pensar nas possibilidades, uma coisa que naum me agrada é tirar foto de casamento, sei lá, talvez seje uma coisa que irá dar mais certo de inicio, preciso conversar com esse meu amigo pq atualmente sou da area de informatica e naum posso simplesmente acordar um dia a falar, pronto, de agora em diante vou ser fotografo…vou ver a possibilidade nos fins de semana por exemplo dele me carregar junto, nem se for pra segurar o flash…

mais, valeu pelas dicas !!! estou maravilhado

vou pensar nas possibilidades, uma coisa que naum me agrada é tirar foto de casamento
Não gosta porque?

Eu não gosto do resultado da maioria das otos de casamento que vejo, mas acho que seria legal fotografar casamentos.

Pense no porque não gosta de fotografia de casamento, e faça diferente.
Faça uma pesquisa no google e veja o que encontra por ai de estilos diferentes. Eu já encontrei alguns que me deixaram de boca aberta e com vontade de fazer o mesmo.

Acho que os profissionais poderiam compartilhar aqui como foi sua entrada no mercado, as dificuldades, e os caminhos percorridos.

O que acham da ideia?

Um abraço,
Fernando

Hehehehehe se eu contar a minha a maioria aqui vai desistir…
Heheheheheh!
Melhor deixar que pessoas que trilharam caminhos mais fáceis contem :slight_smile:

Heheheh!!

:o :o :o

Léo, Quem sabe voce poderia fazer uma introdução sobre a fotografia como profissão no Workshop… Está animado para vir a SP?

Estou sim Fernando… :slight_smile: Dia 19 estaremos ai para ajudar o pessoal :slight_smile:

Posso falar um pouco de como foi minha entrada na profissão, apesar de não ser uma boa referência, devido às dificuldades da área que eu escolhi (que é praticamente uma máfia).
Por ser um workshop ele será bem mais dinâmico do que um curso travado, poderemos discutir vários assuntos que os participantes julgarem interessantes, é lógico que estou indo com uma linha de raciocínio pronta, mas estou esperando que o assunto caminhe para onde o público desejar, a partir desta linha de raciocínio.
:slight_smile:

Eu também estou cheio de expectativas. O Dalton se inscreveu, junto com a namorada, e acredito que vamos ter uma boa turma lá.

Vamos sim, vamos aproveitar para fazer uma coia divertida e instrutiva, vamos todos levar os manuais das câmeras, vou passar 2 dias por conta de vcs :slight_smile:

Eu já resolvi meu problema com as pilhas (nnao tinha recarregavel, gastava uma fortuna). Comprei um recarregador e 2 jogos de pilha Sony.

Agora só estou esperando chegar meu CompactFlash (estou atualmene só com 8 MB). Deve chegar essa semana. Se tudo der certo, devo fazer o workshop também.

Olá,
trabalho com comunicação visual e sempre fotografei amadoramente. Em um dos lugares que presto serviços de diagramação e criação gráfica (departamento de marketing de uma rede de supermercados) ví que eles compravam muitas fotos de fotógrafos e sites (Stockphotos, Keystone). Comprei uma S5000 e ofereci para fazer uns testes e mostrar meus trabalhos. Geralmente, as fotos que o departamento de marketing da empresa requisitava não precisavam ser muitos grandes e ví que minha S5000 dava conta do recado. Comecei a vender fotos pra eles, como produções fotográficas de hortifruti, bazar, bebidas, perfumaria, etc… Peguei o jeito do estilo de foto que o pessoal gosta, então comecei a ser chamado para fazer mais e mais fotos. Desde produtos isolados para os folhetos a produções de cestas natalinas, etc… Estou gostando muito mas preciso de uma camera com mais resolução, pois já deixei de pegar trabalhos por causa da resolução da S5000. Ainda não faço diversos trabalhos por aí, mas juntando as fotos com a comunicação visual, tá dando pra levar legal. Uma coisa puxa a outra e devagar vou conquistando meu espaço. No começo é difícil, mas temos que ter força de vontade e passar por muitas dificuldades, até nos tornar mais conhecidos e ter um portfólio e uma carta de clientes maior.

Beto, muito legal sua história. Voce acha que o mercado brasileiro tem espaço para fazer o que voce fez?? Na realidade existem muitos talentos entre nós, e provavelmente muitos que gostariam de ingressar como voce fez, na área.

Quais dicas voce dá para os que estão buscando entrar na área?

Bem Fernando! Acho que ainda estou no patamar de buscar dicas, e não de dá-las!
Mas o que acho importante é estudar muito, sugar todo o conhecimento dos fotógrafos mais experientes que você! (por exemplo, quando vejo um fotógrafo, desde anos atrás, seja ele de qualquer especialidade, pergunto que filme ele está usando, porque, que abertura usa, que flash, velocidade, lentes, etc… etc… etc…)
Isso é muito bom porque serve de parâmetro para quando você for fotografar! Outra coisa é tirar fotos, mas não do estilo que você gosta e sabe fazer bem, mas estilos que não costuma tirar muito. Pratique, pratique, pratique! (Eu não paro de praticar no tempo livre,rsrsrs) Além de ser prazeroso, você aprende mais coisas que serão úteis quando for fazer qualquer trabalho. Vou começar a fazer um estágio no estúdio de um fotógrafo conhecido daqui, o Crhistoph Heher, voluntário mesmo, porque nao entendo muito de estúdio como equipamentos, etc… e acho que isso me ajudará muito a crescer como fotógrafo, mesmo que ainda estou nos degraus de baixo da fotografia profissional. O importante é conhecer gente, se comunicar, pois quando aparece uma brecha você entra e tem que estar pronto para fazer um excelente trabalho.

Um abraço, :rolleyes: