Uma da Lumix LX1 no feriado

Parecida com outras do feriado, só que feita com a Lumix aproveitando o formato para descrever a paisagem.

http://img479.imageshack.us/img479/4787/bespercorpana01lz3.jpg

Ivan,
Como sempre a fotometria ao meu ver está perfeita!

Estou pensando seriamente em adquirir uma LX1 ou LX2. Li o que pude de reviews e entre outras compactas que eu pesquisava (Fuji F31 e Canon G7) e decidi pela Pana. Agora sempre prezo pelo comentário de quem usa.
O que vc achou da qualidade do Jpeg?
Trabalhando com o RAW dela consegue-se um resultado final muito melhor?
O brilho do LCD permite fazer uma composição decente num dia de muito sol?
Desde já agradeço pela atenção!
[]´s

Esse brinquedinho é muito show…

Brinquedo caro, Leo. Paguei 400 dolares nela, dava pra trocar o corpo da DSLR -risos.

Mas as fotos dela são de fato boas. Pana o ruído nos ISOs altos.

Olá, Marcio;

Nunca uso JPEG. Não gosto. E a comprei entre outras coisas por ter RAW, pois a Panasonic tem outras deste formato e até menores e mais baratas sem RAW. O JPEG em algumas situações sai muito bom (sei disso porque ela gera um JPEG do mesmo tamanho do RAW), mas quando há azuis e nuvens, fica aquele cyan chato de JPEG como qualquer outra.

O RAW é de fato o caminho, na maioria das situações, para se ter mais qualidade e latitude.

O LCD é bom (melhor ainda o da LX2 que é 16:9) mas fotografar com o LCD não é bom. Em condições de luz forte é difícil.

Pontos positivos:

Ótima (ótima mesmo) lente, com excelente definição nas bordas mesmo sendo equivalente a uma 26mm horozontalmente (em 16:9 a abertura horizontal equivale à de uma lente 26mm em 2:3).

Pouca geração de aberrações cromáticas, essas bem tratadas no JPEG e na maioria das vezes absolutamente controláveis na conversão do RAW.

Ótima construção em corpo de alumínio. É idêntica à DLUX2, somente que a Panasonic tem um pequeno grip de borracha no canto, que a deixa menos lisa que a Leica mas masis cômoda. A leica é mais elegante devido á ausência do grip e aos emblemas mais bonitos, mas é igual.

Boa e cômoda maneira de operar, com um joystick que resolve muito bem o controle. Modos de fotometria pontual, modos manuais completos, etc.

Bom estabilizador que permite disparar em baixas velocidades.

Parte ruim:

Ruído em ISO alto. Para mim o ISO 400 só é usável em PB. O 200 uso com restrições. Na prática eu a uso em 80 e 100 somente.

Não ter visor, nem mesmo o visor direto.

Ivan, esse tom azulado nos galhos é aberração cromática, ou foi por conta da transformação raw?
Abs

Olá;

Postei um trecho de galhos contra o céu em 100%, e aí você mesmo poderá analisar essa questão e dar-me uma idéia melhor do que observou. Não me parecem estranhos, mas pode ser que eu esteja enganado.

Uma outra, dos galhos mais à direita

http://img341.imageshack.us/img341/9757/lumix1002et4.jpg

Parece mais o tratamento que vc adotou, não me parece uma aberração cromática grave…

Então Ivan, sei que é um pouco cara, mas é um equipamento fantástico… :slight_smile:

Leo, minha análise é a seguinte…

No caso desta foto, somente nas laterais percebo aparececimento de AC. Mas toda cãmera de sensor pequeno e GA mais aberta inevitavelmente terá alguma.

Minha experiência com a Lumix é que as aberrações são poucas e controláveis. Como a GA é bem aberta, nas expremidades das imagens 16:9 podem aparecer em situações de contraluz. Na maioria dos casos corrige-se isso na conversão.

No casos dos pedaços postados, no pedaço central inexistem, ao meu olhar, sinais de CA. Os galhos estão da cor que deveriam estar dentro do balanço de cores da fotografia. No pedaço da lateral há alguma -pouca- CA azul nos galhos mais grossos quase na extremidade direita da foto. Para uma situação de forte contra-luz, compartivamente a outras cãmeras e lentes, achei serem pequenas, embora toda CA seja indesejável, é claro.

Valeu Ivan!!! ;D